Carregando

O que não pode e o que pode levar na prova de residência da Santa Casa?

A prova da Santa Casa está aí, e você provavelmente já quer saber o que fazer antes da prova, certo? Quando vai chegando o dia, é bem difícil não ficar muito preocupado com tudo o que pode acontecer. No fim das contas, você provavelmente vai se perguntar: afinal, o que pode e o que não pode levar na prova de residência da Santa Casa?

E é pra responder essa pergunta que nós viemos aqui hoje. A primeira fase da Santa Casa acontece no dia 4 de dezembro de 2021, e conta com uma prova teórica de múltipla escolha. Fica esperto no que você pode e o que não pode levar no processo seletivo da Santa Casa!

O que pode e o que não pode levar na prova de residência médica da Santa Casa

O edital aponta exatamente o que os candidatos podem ou não fazer e levar na prova de residência. As informações não estão discriminadas conjuntamente, por isso trazemos elas aqui juntas.

Em primeiro lugar, a gente pode destacar a documentação. Você vai precisar apresentar um documento, naturalmente. Mas nem todos eles serão aceitos, então dá só uma olhada no que é possível apresentar!

Documentos

  • Carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; 
  • Carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); 
  • Passaporte brasileiro; 
  • Certificado de reservista; 
  • Carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade; 
  • Carteiras de trabalho; 
  • Carteiras de identidade do trabalhador; 
  • Carteiras nacionais de habilitação em papel (somente o modelo com foto).

Mas vale a pena lembrar também quais são os documentos que não podem ser utilizados na hora que chegar na prova. Fica esperto para não levar os seguintes:

  • Certidões de nascimento; 
  • CPF;
  • Títulos eleitorais; 
  • Carteira nacional de habilitação digital (modelo eletrônico); 
  • Carteiras de estudante; 
  • Carteiras funcionais sem valor de identidade ou documentos ilegíveis, não identificáveis e(ou) danificados;
  • cópia do documento de identidade, ainda que autenticada;
  • Protocolo do documento e nem carteira de identidade vencida.

Vale também destacar o item 5.2 do edital, que fala sobre aquelas pessoas que, porventura, podem ter perdido sua identificação antes da prova.

“Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de aplicação das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 30 (trinta) dias, ocasião em que o candidato será submetido à identificação especial, que compreenderá coleta de dados, de assinaturas e de impressão digital em formulário próprio”.

Objetos

Agora, sobre os objetos que o candidato pode levar para a prova, é fácil: serão permitidos apenas caneta esferográfica de tinta azul ou preta, além da máscara, devido ao coronavírus. 

Mas quando falamos sobre o que não pode, a lista é um pouco maior, não sendo permitido nenhum aparelho eletrônico. Dê só uma olhada nos exemplos dados pelo edital:

  • Wearable tech;
  • Máquinas calculadoras;
  • Agendas eletrônicas e (ou) similares;
  • Telefones celulares;
  • Smartphones;
  • Tablets;
  • Ipods®; 
  • Gravadores; 
  • Pen drive;
  • Mp3 e (ou) similar;
  • Relógio de qualquer espécie;
  • Alarmes;
  • Chaves com alarme ou com qualquer outro componente eletrônico;
  • Fones de ouvido e (ou) qualquer transmissor;
  • Gravador e (ou) receptor de dados;
  • Imagens;
  • Vídeos e mensagens.

Covid-19

É claro que, devido a pandemia de coronavírus, existem algumas outras peças que podem ser levadas na hora da prova. Além da máscara, que se recomenda também levar algumas reservas, o edital permite os seguintes objetos:

  • Protetor facial transparente (face shield);
  • Vestimentas descartáveis (macacão impermeável);
  • Luvas descartáveis (desde que tenham coloração leitosa ou semitransparente);
  • Óculos de proteção transparente e toalhas de papel para higienização de mãos e objetos;
  • Independentemente da higienização a ser feita pela equipe de aplicação da prova;
  • Recipiente contendo álcool em gel, desde que seja transparente.

Informações finais

E só para lembrar algumas informações adicionais: a prova da Santa Casa será aplicada na Universidade Anhanguera, na rua Comendador Joaquim Monteiro, 42. O endereço é de fácil acesso para quem desce na estação Santana, da linha azul do metrô. São apenas 3 quarteirões! 

E se você está afim de matar a curiosidade e saber a nota de corte do Sírio-Libanês de 2021, acesse já o nosso artigo por aqui. Ah, e só mais uma dica rápida. Não é obrigatório, mas nós recomendamos que você leve também um comprovante de pagamento da taxa de inscrição e algum comprovante de inscrição. De novo, isso não é necessário, mas pode ser bem bom para evitar qualquer problema lá na porta, beleza?

Se preparando para a residência?

Caso você ainda esteja firme na preparação para a residência médica, que tal acompanhar todas as informações dessa reta final com a Medway? Por aqui, estamos cobrindo as principais provas do Brasil. Por este link, você consegue acompanhar nossas lives de dicas, apostas e correções de instituições de dentro e fora do estado de São Paulo.

Mas se ainda não é o suficiente, você sempre tem a opção de começar o Intensivo São Paulo, nosso curso completamente focado para quem está de olho na preparação para a reta final das provas do estado. Para cada uma das instituições do curso, são 40 aulas exclusivas para afinar seu conhecimento e ter direcionamento no fim da preparação. Clique aqui e conheça!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.