Carregando

Prova de residência médica da Unifesp: como foi em 2021 e o que esperar para 2022?

Fala, galera! A prova de residência médica da Unifesp está com data marcada, e o edital completo está no ar. Portanto, se você quer se aventurar por esse desafio e se tornar parte de uma das universidades mais concorridas do Brasil, é bom começar a se preparar o quanto antes.

Uma coisa que a gente sempre recomenda é ficar de olho nos detalhes do processo seletivo de anos anteriores. É interessante comparar as provas, entender sua estrutura e avaliar as questões e assuntos que mais costumam cair. É claro que, de um ano para outro, as coisas podem mudar, mas o importante é se familiarizar com o conteúdo, certo?

No caso da Unifesp, detalhe é o que não falta para se atentar e não escorregar em nenhuma fase do processo, que conta com duas fases, sendo a segunda dividida em etapas. A seguir, você confere o que rolou em 2021 e o que te espera em 2022 para essa universidade. Vamos lá!

Como foi a prova de residência médica da Unifesp em 2021 e como será em 2022?

Bom, para começar, como foi a prova de residência médica da Unifesp em 2021? Para 2022, o que vai ser similar? Vamos explicar tudo e dar algumas dicas aqui com a ajuda do Matheus Carvalho, que fez a prova no ano passado e hoje é R1 de Cirurgia Geral na instituição. Olha só!

Primeira fase

Em 2021, a primeira fase do processo seletivo da Unifesp contou com uma prova de múltipla escolha com 100 questões com alternativas de A a E, para ser resolvida dentro de 3 horas. Para 2022, esse esquema será mantido, porém serão somente 4 alternativas (A a D).

Saiba mais sobre a primeira fase da prova de residência médica da Unifesp!
Saiba mais acerca da prova da residência médica da Unifesp

Há quem pense que o tempo é curto para 100 questões. Mas calma! Por um lado, as questões desta prova são consideradas de nível elevado, então prepare-se para interpretar e responder com objetividade. Por outro lado, as perguntas são curtas e diretas e costumam se repetir bastante em relação aos temas abordados ao longo dos anos em que o processo seletivo ocorreu. Sendo assim, vale a pena dar uma olhada em edições anteriores para captar a essência da prova.

Ela tem peso 5, ou seja, vale 50% da sua nota final. E as dicas do Matheus para encarar essa prova, quais são? 

“Durante a prova, chegou numa questão, leu, não sabe, vai para a próxima. Não vai dar tempo de voltar e perder muito tempo. São 3 horas, 100 questões, é fazer e acreditar que está fazendo certo”, diz o residente.

Ou seja, o negócio é manter o foco e a concentração para ir até o final no tempo certo. Em relação aos estudos para a residência, o Matheus tem dicas parecidas com a nossa: 

“Durante a preparação em si, é fazer provas das faculdades que você quer prestar, tentar entender as nuances de cada uma. Não só fazer, errar e tudo bem, não. Faz, corrige a prova e tenta identificar seus pontos fracos dentro daquela prova”. 

Anotou aí?

A prova teórica acontece no dia 5 de dezembro de 2021, a partir das 13h, e os locais ainda serão divulgados. Os locais já foram divulgados: serão dois pontos em São Paulo, um no bairro da Água Branca e o outro em Santana. Confira os endereços aqui!  

O gabarito, por sua vez, sai no mesmo dia da prova, então você pode amenizar um pouco o nervosismo ao conferir o que marcou nas questões. Os resultados parciais saem no dia 11 de dezembro, mas a confirmação oficial de quem está classificado para a segunda fase será divulgada apenas no dia 17 de dezembro.

Segunda fase

E a segunda fase, como é e como vai ser? Da mesma maneira que em 2021, o que espera os candidatos em 2022 inclui análise de currículo, entrevista e a famosa prova multimídia. Ufa! Muita coisa, não é verdade?

A prova multimídia é recorrente na Unifesp, mas o edital não informa tantos detalhes sobre ela. Apenas que será informatizada, como no ano passado, e que engloba as cinco grandes áreas da Medicina, da mesma forma que a prova teórica. Ela tem peso 4 na sua nota final.

Por fim, a análise de currículo e a entrevista preenchem o peso final, 1. Você precisa enviar seu currículo e seus documentos comprobatórios e aguardar a convocação para uma entrevista presencial.

Sobre a segunda fase, o Matheus manda a real: 

“Tem que preparar oratória. Tem que saber defender seu currículo, tem que saber se defender, tem que se conhecer, saber seus pontos fracos, seus pontos fortes, porque vão te perguntar e eu senti que pessoas que foram muito inseguras nas respostas foram as pessoas com piores classificações. Então, tem que saber se garantir também nesse ponto.” 

Portanto, já sabe! Deixe a ansiedade de lado e confie no seu taco.

A prova multimídia acontece somente em janeiro, no dia 9, a partir das 7h. Isso significa que na convocação, que sai no dia 17 de dezembro, você saberá em qual horário deverá comparecer para realizá-la, em um local que será divulgado ainda mais perto da data. É super importante ficar de olho nessa divulgação para não correr o risco de se atrasar ou confundir informações e acabar perdendo a prova.

Em relação ao envio de currículo e entrevista, os demais detalhes também saem no momento da convocação. Mas você já pode deixar seu currículo turbinado e preparado para envio, para nem perder tempo quando a data for divulgada.

O que vai cair na prova de residência médica da Unifesp em 2022?

Infelizmente, não dá para saber exatamente o que vai cair na prova de residência médica da Unifesp em 2022. Mas, como a gente já te contou, os temas costumam ser um pouco repetidos. Inclusive, os queridinhos são aqueles que dizem respeito às especialidades cirúrgicas.

Para saber um pouco mais a fundo sobre o que pode acontecer em relação a temas e conteúdo, vale a pena dar uma estudada em nosso Guia Estatístico da Unifesp, um e-book gratuito que apresenta um mapeamento dos últimos 5 anos de processos seletivos da instituição. A Medway sempre procura realizar esse trabalho com muita seriedade para dar um bom direcionamento aos estudos e revisões da reta final dos alunos.

A partir do que está listado aí, você consegue organizar um cronograma para a prova teórica e enfrentar a primeira fase com mais segurança e domínio sobre os assuntos abordados. Isso facilita também o seu estudo por questões, porque dá para ir direto ao ponto. Porém, fique tranquilo, que não deixamos ninguém na mão na segunda fase!

Também temos um e-book sobre a prova multimídia da Unifesp, com conteúdo exclusivo. Como esse formato é um pouco diferente, vale a pena aproveitar as dicas para estudar e se preparar para passar também por essa fase. Ela é um pouco diferente e, por ser prática, pode parecer um pouco mais complicada em um primeiro momento.

Sobre a experiência da prova multimídia, o Matheus conta o seguinte: 

“Eu achei difícil a preparação para essa prova específica. Porque não tem muito conteúdo disponível, e quem já fez também não sabe falar muito como foi. É uma prova muito rápida, então são 50 questões em 50 minutos. Fica difícil até você dar dica para o próximo ano de como vai ser essa prova. Então tentei ver o máximo possível de questões que incluíam imagens”. 

Com essa explicação, dá para ver que é muito importante conferir nosso material e estudar da melhor forma possível, certo?

No mais, não se esqueça de ler o edital com atenção, conferir horários, datas e locais das provas e envio de documentação, e acompanhar as atualizações a cada divulgação de resultado por etapa. Lembrando que estamos fazendo a cobertura completa das provas de residência médica 2022 e faremos lives de apostas do que pode cair e também de correção da prova da Unifesp. Confira!

Com muita dedicação e preparação, não há dúvidas de que você conseguirá fazer uma excelente prova e conquistar a vaga dos seus sonhos!

Saiba tudo sobre a prova de residência médica da Unifesp 2022 no podcast Projeto R1 SP da Medway

É isso aí! Agora você já tem uma boa ideia sobre o que rola na prova de residência médica da Unifesp e pode se organizar melhor para essa jornada. No entanto, saiba que ainda existem outras dicas incríveis do Matheus que podem te ajudar a alcançar uma boa nota e a fazer a prova de maneira tranquila e segura. Ele fala até mesmo sobre como foi fazer a prova em plena pandemia e os cuidados recomendados para passar muito tempo em prova com conforto e higiene, já que é fundamental usar e trocar a máscara.

Para saber mais sobre todos esses detalhes, a dica é escutar nosso podcast! Além de outros conselhos do Matheus, você ainda ouve comentários da Ana e do Marcão, nossos professores e hosts que são cheios de experiência com a residência médica e têm muito para contar. É uma forma de pensar na prova, mas também de dar uma descontraída e aproveitar seu tempo livre para entender esse assunto de um jeito mais leve e divertido. Quebrar a tensão é importante! Se liga:

<iframe src=”https://open.spotify.com/embed/episode/3NkqLI6U8k4QgYO7Xw830L?utm_source=generator” width=”100%” height=”232″ frameBorder=”0″ allowfullscreen=”” allow=”autoplay; clipboard-write; encrypted-media; fullscreen; picture-in-picture”></iframe>

Por último, vale reforçar mais uma vez que nesse momento a preparação é tudo! Então, aproveite o conteúdo do CRMedway, desenvolvido especialmente para que você descubra mais e entenda como funcionam as provas multimídia, não apenas da Unifesp, mas de outras instituições. Pra cima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.