Carregando

Prova de residência médica da USP: como foi em 2021 e o que esperar para 2022?

Ser residente em uma instituição de São Paulo é seu principal objetivo? Então se liga, porque a prova de residência médica da USP está na área! Todo mundo sabe que essa é uma universidade que tem uma concorrência alta e atrai candidatos de todo o país.

Por isso, é superimportante começar a se preparar o quanto antes e com foco total. Entender como foi a prova em 2021 e o que esperar para 2022 é um excelente próximo passo para quem já está com os estudos turbinados. Com as informações em dia, fica mais fácil até dar um novo gás nessa reta final, concorda?

Saiba como foi a prova de residência médica da USP no último ano e o que esperar do processo seletivo em 2022
Saiba como foi a prova de residência médica da USP no último ano e o que esperar do processo seletivo em 2022

E estamos aqui para te ajudar nessa! Com essa leitura, você entende um pouco mais sobre detalhes estruturais da prova, o que rola durante o processo seletivo e muito mais. Acompanhe!

Como foi a prova de residência médica da USP em 2021 e como será em 2022?

Bem, o que a gente pode dizer logo de início é que a prova de residência médica da USP de 2022 será muito diferente da prova de 2021! No ano passado, a pandemia limitou bastante os protocolos de processos seletivos e concursos, mas agora, com a flexibilização, algumas coisas podem mudar. Sempre com os devidos cuidados, é claro!

No edital, que já foi divulgado, você encontra informações como datas, horários e locais de prova. Mas não dá para parar por aí. Então, confira a seguir as diferenças entre os processos e algumas dicas do João Gabriel Fragoso, que fez a prova de ingresso em 2021 e hoje é R1 de Clínica Médica na USP.

Primeira fase

Em 2021, a prova da USP teve uma única fase. Os candidatos realizaram uma prova de múltipla escolha, com 120 questões de enunciados bem longos. Eles tiveram 5 horas para resolver tudo. Neste ano, o esquema será outro, mas será preciso ter a mesma atenção em relação ao tempo.

Você vai encarar 100 questões de múltipla escolha em 4 horas. Essa fase contará peso 5, e a quantidade de questões será dividida igualmente para as 5 grandes áreas da Medicina, ou seja, cerca de 20 questões para cada uma delas, não necessariamente em alguma ordem pré-determinada.

A prova acontece no dia 27 de novembro e o resultado sai no dia 2 de dezembro de 2021.

Sobre essa prova de múltipla escolha, o João Gabriel conta com base em sua experiência:

“Foi uma prova bem longa, bem cansativa, enunciados longos, perguntas difíceis, perguntas que exigiam bastante atenção pra você não errar”.

Só por aí dá para ver que a fama da USP de ser uma instituição exigente não é brincadeira. Ele ainda completa:

“A prova da USP é uma prova que ela tem bastante detalhes, então à medida em que você vai lendo o enunciado, é uma prova que você tem que ir sentindo que você está pegando os detalhes. Se você for fazendo a prova no modo automático e não for percebendo que você está vendo nuances, eu acho que é um ponto negativo. Talvez você não esteja conseguindo pegar o feeling da prova”.

Sentiu o clima?

Por aí você já sabe que precisa trabalhar a concentração e a interpretação para encarar essas questões. Aproveite e treine com prova de anos anteriores, para pegar bem o jeito de vencer esse desafio.

Ah, e não se esqueça de acompanhar pouco antes da prova o número de candidatos por vaga na especialidade que você escolheu. Por mais que isso deixe aquele ar de ansiedade mais intenso, é interessante saber o que você está enfrentando para não relaxar nos estudos nessa reta final. Mantenha o padrão de trabalho e arrase!

Segunda fase

No ano passado, o João Gabriel escapou da prova prática, o que muita gente considera uma sorte, mesmo precisando de uma nota altíssima de uma vez só para passar, e por outro lado é isso o que coloca bastante medo em outra parte dos candidatos. Mas o que te espera em 2022?

Prova prática ou prova multimídia?

Neste processo seletivo, você vai ter que enfrentá-la: serão 10 questões que devem ter respostas curtas, que você fará em um computador ao longo de 1 hora. Ela acontecerá no dia 19 de dezembro de 2021 e tem peso 4.

A prova multimídia tem um formato um pouco diferente das provas práticas usuais. Nela, você terá que avaliar casos clínicos, sendo 2 casos para cada uma das grandes áreas médicas. Essa avaliação acontece por meio de imagens, exames, entre outros materiais audiovisuais apresentados no computador.

Análise curricular e entrevista

Sim, a segunda fase será dividida em duas etapas. Depois da prova prática, você terá que enviar seu currículo do dia 8 de dezembro a 3 de janeiro, e ficar de olho na sua classificação para a convocação para a entrevista. Essa parte do processo tem peso 1.

Sobre isso, o João Gabriel tem um pouco para falar:

“Com relação a currículo, principalmente na prova da USP, falando especificamente da clínica médica que é a minha área, a USP faz uma coisa muito legal que acredito que quase nenhuma instituição faça é fazer uma arguição curricular completa que transcende a Medicina”

Portanto, aproveite esse momento, segure a ansiedade e responda a tudo com o máximo de segurança possível.

O que vai cair na prova de residência médica da USP em 2022?

Infelizmente, não dá para saber exatamente o que vai cair na prova de residência médica da USP em 2022, mas já fizemos as nossas apostas para cada grande área. O que a gente pode adiantar, e que você já percebeu até agora, é que essa é uma prova que tem um nível de dificuldade e exigência muito alto.

Será preciso ler cada enunciado gigante com o máximo de atenção. O João Gabriel até comenta sobre isso:

“O que eu fiz foi pular as questões que eu achava mais difícil e no final eu tinha pulado várias questões, então acabei a prova a primeira vez, mas eu tinha algum tempo ainda. Talvez eu tivesse mais umas duas horas. E aí eu fui voltando e olhando com calma”.

Essa pode ser uma saída para evitar o nervosismo e eliminar de uma vez o que você tem certeza de que sabe, para pensar com mais cuidado no que sobrou. Entretanto, mais uma vez é preciso reforçar: você precisará fazer um excelente controle de tempo.

Pelas provas de edições passadas, você pode ter uma ideia dos temas mais cobrados. Além disso, conhece mais a fundo o estilo dos enunciados, e na hora H pode evitar pegadinhas ou confusões. Sendo assim, para além das grandes áreas da Medicina, treine essas questões técnicas para não ser pego de surpresa na hora da prova.

Outra dica de ouro é aproveitar que a Medway tem o Guia Estatístico da USP, um material gratuito que mostra temas recorrentes nos últimos anos. Isso ajuda a dar um direcionamento para os estudos e revisões na reta final, porque a banca sempre costuma bater em alguns pontos com frequência. Não deixe de acessar e conferir!

Passou na primeira fase e foi convocado para a segunda? Não se esqueça de adicionar também uma pesquisa aprofundada sobre a prova multimídia, que agora tem esse formato no computador e está sendo adotada em muitas instituições em substituição à tradicional prova prática. Embora as informações ainda sejam poucas, só de ter uma ideia ajuda muito na preparação.

E, por fim, não se esqueça do currículo, é claro! Veja quais as experiências são mais marcantes na sua vida acadêmica, desenvolva um documento que respeite a todas as regras do edital e treine sua oratória para não ficar com vergonha na hora da arguição. Ao ser classificado na prova multimídia, você pode deixar essa parte pronta com antecedência para caprichar bem na formatação e não perder a data de envio. Também já dá para se preparar para o que te reserva na entrevista dando uma olhada no que outros aprovados contaram sobre essa etapa nas mais diferentes especialidades.

Saiba tudo sobre a prova de residência médica da USP 2022 no podcast Projeto R1 SP da Medway

E aí, curtiu o que viu até agora sobre a prova de residência médica da USP? Essas são apenas algumas dicas iniciais para você mandar ver na sua organização, preparação e até na elaboração de um cronograma de estudos. Mas tem muito mais coisas que podem ajudar você a conquistar a tão sonhada vaga nessa instituição.

O João Gabriel Fragoso deu muitas outras dicas e orientações em nosso podcast, no episódio Por dentro da prova de residência médica da USP-SP 2022, disponível nas principais plataformas de streaming de áudio, então que tal tirar um tempinho para ouvir? Ele inclusive compartilha outras experiências que teve em provas de instituições de São Paulo e como tudo aconteceu no ápice da pandemia no ano passado. Nesse episódio, a Ana e o Marcão, nossos professores e hosts, também comentam outras informações do edital e contam um pouco da experiência deles, que não é pouca!

Tem muita coisa ainda para aprender sobre esse processo seletivo, então mergulhe de cabeça em nosso conteúdo e impulsione seus estudos. Já de olho nessa missão, você pode aproveitar também o CRMedway, ideal para se preparar para a prova multimídia, currículo e entrevista. Aproveite!

Lembrando que estamos fazendo lives de apostas, dicas de última hora, apuração e correção para várias instituições do Pais! Pra ficar por dentro, é só acessar a nossa central de cobertura das provas de residência médica 2022!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.