Carregando

Como é a prova prática de residência médica da Unicamp

A residência médica da Unicamp é uma das mais concorridas do Brasil. Você está pensando em tentar o próximo edital? Então é hora de descobrir algumas coisas importantes a respeito do processo seletivo para começar a se preparar e sair na frente da concorrência. No edital passado, foram mais de 180 vagas distribuídas entre 25 especialidades. Mas uma coisa mudou: a prova prática de residência médica na Unicamp, assim como de outras instituições, não aconteceu por causa da pandemia. 

Para 2022, não há uma informação definitiva ainda, porque o edital não foi liberado. No entanto, vale a pena se preparar para não se surpreender caso tenha a confirmação de que ela ocorrerá.

Pra te ajudar nessa, a gente vai falar um pouco sobre tudo o que acontece nessa etapa, a seguir. Então, continue a leitura e foco nos estudos!

A segunda frase da prova de residência médica da Unicamp

Depois da prova teórica, a prova prática de residência médica da Unicamp chega para definir quem vai conquistar a tão sonhada vaga na instituição. Aqui está tudo o que você precisa saber sobre essa etapa para se dar bem!

Quantos candidatos geralmente são aprovados para a segunda fase?

Os candidatos são chamados para a segunda fase conforme a quantidade de vagas disponíveis para cada especialidade. Por exemplo:

  • 1 vaga = 5 primeiros candidatos
  • 2 vagas = 10 primeiros candidatos
  • 3 vagas = 12 primeiros candidatos
  • 4 a 6 vagas = 18 primeiros classificados
  • 7 a 9 vagas = 28 primeiros classificados
  • 10 a 13 vagas = 38 primeiros classificados
  • 16 vagas = 60 primeiros candidatos
  • 32 vagas = 100 primeiros candidatos

O edital costuma dar esse parecer, caso algum número mude. Inclusive, ele pode variar conforme o número de candidatos por vaga e nota de corte, dois fatores muito importantes para se acompanhar de perto.

Quando geralmente sai a lista com os aprovados para a segunda fase?

A lista com os aprovados sai algumas semanas depois da prova teórica. Geralmente, a data está indicada no edital.

Em 2021, a prova teórica aconteceu no dia 24 de janeiro. E os aprovados foram divulgados no dia 3 de fevereiro. Fique de olho!

Qual é o peso da prova prática e como ela é pontuada?

A prova prática de residência médica da Unicamp tem peso 0,4. A pontuação é distribuída de 0 a 10, dentro de um checklist: é possível encontrar modelos e versões de provas passadas na internet para entender quais são os fatores cobrados dentro dessa pontuação.

Além disso, é muito importante reforçar que é fundamental tirar uma boa nota para equilibrar com a nota da prova teórica, mesmo que ela, sozinha, tenha sido alta. Do contrário, isso afetará sua média e você não terá chances de passar pela entrevista e análise de currículo, que tem um peso menor.

Cuidados para o dia da prova

No dia da prova, é fundamental ficar atento a todos os detalhes. Leia o edital com cuidado para conferir a data e o local do processo. É interessante acessar o site e o edital da instituição perto da data, pois se houver alguma mudança, você fica por dentro da retificação e não corre o risco de dar bobeira.

O edital também costuma citar acessórios e materiais que o candidato pode levar. Em alguns casos, nada é usado, mas por via das dúvidas é melhor levar. Se quiser, pode levar água ou algum lanche básico, mas preste atenção no momento certo em que poderá comer.

Como é o dia da prova

Antes da prova prática, os candidatos aguardam em um auditório. Em seguida, são chamados para uma divisão em grupos. Sempre que um grupo é chamado, embarca em um ônibus que vai até o Prédio dos Ambulatórios do Hospital de Clínicas da Unicamp.

A prova dura a manhã ou a tarde inteira, conforme o horário divulgado no edital. Ou seja, cerca de 4 horas corridas, sem intervalo. Quando um grupo termina a prova, aguarda em outra sala a chegada de mais um grupo. É preciso aguardar a liberação.

A prova prática de residência médica da Unicamp

É importante também se preparar para o passo a passo da prova prática de residência médica da Unicamp. Quando você já sabe o que esperar, fica mais fácil controlar o nervosismo e a ansiedade e se preparar melhor para as atividades nas estações. Veja como tudo funciona!

Como é composta a prova? Quantas estações são?

A prova prática da Unicamp é voltada para a análise de habilidades e competências. Saber a teoria é importante, mas você já comprovou essa questão na fase anterior. Aqui, ela deve ser transformada em aplicabilidade.

São 5 estações, cada uma destinada a uma grande área da Medicina: Clínica Médica, Pediatria, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia e Medicina da Família ou Saúde Coletiva.

Pode ser que eventualmente a instituição acrescente alguma estação interativa, que usa vídeos e demonstrações para pautar a prática do candidato, mas na Unicamp isso não é tão usual.

Quanto tempo dura cada estação?

Os candidatos ficam por até 10 minutos em cada estação, mesmo que a resposta seja dada antes que o prazo termine. Sendo que, à parte disso, ainda contam com mais 2 minutos para a leitura do caso clínico.

Sempre que o tempo acaba, uma campainha toca. Com isso, os candidatos têm a permissão de passar para a estação seguinte e iniciar o novo procedimento.

Como é o comportamento dos examinadores?

Os examinadores não interagem com os candidatos. Eles estão por perto simplesmente para a avaliação, concentrados no checklist e na performance de cada um.

Evite fazer perguntas, essa comunicação não é permitida e nem favorável em nenhuma instância. O que você precisa saber já estará listado nas instruções da avaliação, então foque nessas informações.

Como costumam ser as estações?

Em geral, as estações da Unicamp contam com atores e uma anamnese perfeita. Portanto, é importante ter uma história muito bem estruturada da doença atual, fazer perguntas a respeito de hábitos do paciente, entre outros detalhes importantes para colher informações. É uma atividade que requer muito preparo.

Normalmente, a Unicamp não cobra procedimentos. Mas pode acontecer (inclusive, aconteceu em 2019!) e para não ser pego de surpresa, vale a pena focar um pouco nessa parte na hora de estudar.

O que costuma ser mais valorizado?

A anamnese é, com certeza, a parte mais valorizada de toda a prova. No entanto, isso não significa que você pode deixar o restante de lado. Lembre-se de que sua performance, como um todo, é muito importante para uma boa nota.

Temas da prova prática da Unicamp

A gente fez um levantamento dos principais temas que caíram na prova prática de residência da Unicamp. Vale a pena se atender, principalmente, para os dois últimos anos de prova. Os tópicos são os seguintes:

ESPECIALIDADE20202019
Clínica MédicaEncefalopatia hepáticaParacoccidioidomicose
CirurgiaPneumotórax espontâneoAneurisma de aorta abdominal
Ginecologia e ObstetríciaPré-natalIrregularidade do ciclo menstrual
PediatriaAsmaIcterícia neonatal
Medicina PreventivaVisita domiciliar / PTSTranstorno do estresse pós-traumático

Se você quiser ir mais além, pode conferir os temas abordados desde 2016 em nosso e-book Como Brilhar nas Provas Práticas de Residência Médica! Por lá, ainda tem outras dicas para você se preparar e conseguir um bom resultado.

Dicas para mandar bem na prova

Mas e aí, o que fazer para mandar bem na prova? Como manter a tranquilidade e mostrar domínio na prática? Não existe um único segredo, mas se liga nessas dicas para colocar em prática o quanto antes!

Prepare-se com antecedência

Nada de deixar para focar na residência na última hora. O ideal é começar a se preparar entre o 4º e o 5º ano da graduação.

Mesmo que a sua rotina seja atribulada, reserve um período do dia para se dedicar exclusivamente a essa questão. Depois, aumente gradualmente até fazer um intensivo próximo à data da prova. Isso evita o acúmulo de responsabilidades, inclusive porque você tem que estudar também para a prova teórica, certo?

Estude do jeito certo para a prova

Foco é fundamental para estudar de verdade para essa prova. Você pode, por exemplo, montar grupos com colegas para fazer simulações.

Assista vídeos e simulações na internet e estude a possibilidade de fazer um cursinho com a gente. Assim, você terá o direcionamento certo para esse momento.

Treine com checklists

Cada estação tem exigências diferentes. Por isso, o checklist delas é bem diferente. Vale a pena ir atrás de alguns modelos para treinar com base nos protocolos pedidos.

Repita o procedimento até que fique mais natural fazê-lo. Na medida em que você treina, grava as tarefas e percebe que conseguiu zerar o checklist.

Pronto para mandar bem na prova prática de residência médica da Unicamp?

Ufa! Depois desse mergulho na prova prática de residência médica na Unicamp, você está preparado para encará-la? Não se deixe intimidar pela concorrência ou pela complexidade do processo seletivo, porque você é capaz de conquistar a vaga na especialidade dos seus sonhos!

nota final? É isso mesmo! Ela pode, inclusive, te colocar em várias posições à frente dos concorrentes! E nessa parte da prova, é o CRMedway que irá te dar o necessário para mandar bem. São mais de 300 checklists na íntegra e mais de 40 estações simuladas para você ficar por dentro de tudo que rola na prova prática, além de ter em mãos um Atlas Multimídia para estudar por meio da revisão de imagens e muito mais! Faça já sua inscrição no CRMedway Online ou no CRMedway Online+Presencial clicando AQUI!

Pra cima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
MicaelHamra

Micael Hamra

Nascido em 1991, médico desde 2015, formado pela Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA) e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) finalizada em 2018. "Nunca quis seguir o fluxo. Sempre acreditei que existe uma fórmula do sucesso para cada um de nós. Se puder conquistar sua mente, poderá conquistar o mundo."