Carregando

Concorrência das especialidades clínicas na USP 2022: relação candidato/vaga

E aí, moçada? Está no ar tudo sobre a concorrência das especialidades clínicas na USP 2022! A gente preparou esse conteúdo especial para falar um pouco mais sobre a relação candidato/vaga do último processo seletivo e ainda deixar algumas dicas para você.

Concorrência das especialidades clínicas na USP 2022
Concorrência das especialidades clínicas na USP 2022: confira a relação candidato/vaga

Afinal, a USP é a universidade mais concorrida do país quando o assunto é Medicina, sendo que seus programas de residência são referência nacional e internacional, tanto em atendimento quanto em pesquisa. Então, seja qual for o seu objetivo, é muito importante se preparar bem e saber o que te espera no futuro.

Ainda que os números mudem um pouquinho, como costuma acontecer. Mas enfim, a seguir, você confere os detalhes sobre o assunto e dá mais um passo rumo a essa conquista.

Concorrência das especialidades clínicas na USP 2022

Para começar, vamos à tabela com os números da concorrência das especialidades clínicas na USP 2022! Como existem mais hospitais associados à USP, o número de vagas disponíveis é maior. Mas isso não quer dizer que rola dar mole, viu? Dá só uma olhada em como ficou a relação completa!

Especialidade ClínicaVagasCandidatosCandidato/Vaga
Alergia e Imunologia531,67
Cardiologia522484,77
Endocrinologia10939,30
Gastroenterologia8779,63
Geriatria161026,38
Hematologia e Hemoterapia12746,17
Nefrologia12897,42
Oncologia Clínica14976,93
Pneumologia9414,56
Reumatologia12403,33

Por meio desses dados, a gente pode ver que a especialidade com maior procura foi a Geriatria. No entanto, a que ofereceu mais vagas foi a Cardiologia. A Alergia e Imunologia ficou lá atrás nos dois quesitos. Mas lembre-se: mesmo que a sua especialidade a princípio não pareça tão competitiva, é preciso passar por uma prova daquelas.

Nesse ano, os candidatos encararam 100 questões de múltipla escolha, com peso 9. Em uma primeira versão do edital a prova prática faria parte do processo seletivo, mas depois ela foi excluída em uma retificação oficial.

Assim, o peso 1 restante ficou por conta da análise de currículo. Quem caprichou nas experiências conseguiu turbinar a nota e alcançar a tão desejada classificação.

Quem tem medo da concorrência?

Por aqui, a gente sempre fala da USP. Já contou como é a residência médica na instituição, detalhou os pormenores do edital e comentou a prova e o gabarito dessa última edição. Por isso, quem quer passar, pode aproveitar todos esses materiais para conhecer melhor como será o desafio.

E sem ficar com medo da concorrência das especialidades clínicas na USP, certo? Esses números, embora expressivos, devem agir como um estímulo para você focar e estudar bastante. Algo que você sabe fazer muito bem, afinal, já passou na primeira parte de uma residência médica.

Então, deixe as inseguranças de lado e aproveite ao máximo o que a gente oferece. Assim, sua preparação será potencializada e você alcançará mais esse objetivo em sua jornada profissional.

Inclusive, aqui vai outra dica preciosa para você! Matricule-se no CRMedway Online ou no CRMedway Online+Presencial para ter acesso a aulas e conteúdos exclusivos que vão te guiar por esse caminho. Bora!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
Ana KarolineBittencourt Alves

Ana Karoline Bittencourt Alves

Catarinense nascida em 1995, criada em Imbituba e apaixonada por uma praia. Formada pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2018, com residência em Clínica Médica pela Universidade de São Paulo (USP-SP 2019-2021) e professora de Clínica na Medway. "Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender" - Paulo Freire.