O que mais cai na SCMBH? Confira os assuntos mais cobrados!

Conteúdo / Residência Médica / O que mais cai na SCMBH? Confira os assuntos mais cobrados!

A Santa Casa e Misericórdia de Belo Horizonte é uma das mais antigas instituições de Minas Gerais. Atende pelo SUS e é conhecida por ter uma infraestrutura enorme e muito completa, com UTIs e enfermarias para atendimentos de média e alta complexidade. Se você vai fazer a prova de residência, já sabe o que mais cai na SCMBH?

É para falar sobre esse assunto que estamos aqui! Com tanto reconhecimento, nem é preciso dizer que a concorrência é alta, não é verdade? Por isso, é essencial que a sua preparação seja direcionada para os conteúdos certos. Até porque é bem complicado cobrir tudo, então nada melhor do que ter o foco certo para dominar o mais importante.

Então, vamos lá? A seguir, você confere uma análise com temas e assuntos recorrentes e baseados nas provas do hospital dos últimos 5 anos, feita cuidadosamente por nossa equipe. Partiu?

Confira o que mais cai na SCMBH por especialidade

A gente dividiu o que mais cai na SCMBH por especialidade. Não só porque fica mais fácil entender, mas porque a prova objetiva da instituição é bem dividida entre elas. São 75 questões, sendo 15 de cada grande área, com peso 90 e 4 horas para resolução.

Para completar, essa análise é super importante para quem gosta da metodologia do estudo ativo. Além de fazer muitas questões, ele envolve justamente se direcionar com precisão para a sua instituição dos sonhos.

E ainda evita que você fique estudando e revisando aqueles assuntos que já conhece bem. O melhor mesmo é ir para temas específicos, aqueles que a banca adora e não abre mão de cobrar. Veja os conteúdos em detalhes agora!

Clínica Médica

Na Clínica Médica, a Cardiologia é o tema mais cobrado. Há quem diga que a prova é praticamente voltada exclusivamente para essa especialidade, então, é muito importante mergulhar de cabeça nela.

No entanto, ainda é preciso prestar atenção também na Infectologia, que tem ganhado um espaço cada vez maior nos últimos anos. Acrescente à lista a Endocrinologia, a Terapia Intensiva e a Toxicologia, ainda que elas apareçam em menor frequência.

Entre os assuntos mais cobrados, é interessante saber sobre HIV, tuberculose e doença renal crônica. No entanto, o top 5 que realmente domina a prova envolve:

  • diabetes;
  • toxicologia;
  • insuficiência cardíaca;
  • taquiarritmias;
  • sistema circulatório.

Cirurgia Geral

A parte de Cirurgia Geral é considerada como uma das mais difíceis na SCMBH. Os enunciados são curtos e as questões, repletas de conceitos. É difícil aparecer um caso clínico, mas pode acontecer.

A prova é desenvolvida dessa maneira justamente para se alinhar ao perfil do cirurgião: direto ao ponto. Entre os temas que mais caem, foque em Cirurgia Geral, Gastroenterologia, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Trauma e Hepatologia.

A clínica cirúrgica também cai, então, estude ASA e classificação de choque. O restante dos assuntos mais abordados pela banca são:

  • tumores gastrointestinais;
  • cuidados pré-operatórios;
  • hérnia;
  • abdome agudo inflamatório;
  • técnica operatória.

Ginecologia e Obstetrícia

A Ginecologia e Obstetrícia, por sua vez, é considerada como a prova mais clássica. Isso significa que não dá para escapar de assuntos como parto e pré-natal.

O partograma é recorrente, embora não se utilize de imagens nas questões. Sendo assim, é preciso conferir as provas mais antigas para conseguir entender como os enunciados funcionam e interpretá-los corretamente.

Entre os temas de questões mais comuns, estão Ginecologia Endócrina, doenças clínicas na gestação, sangramento na gestação e puerpério, sangramento uterino anormal e Uroginecologia. Já os 5 assuntos mais cobrados são os seguintes:

  • Palm-Coein;
  • sangramento da primeira metade da gestação;
  • prolapsos de órgãos pélvicos;
  • distúrbios hipertensivos na gravidez;
  • climatério.

Pediatria

É provável que a Pediatria esteja entre as provas mais compridas da SCMBH. Os enunciados tendem a ser maiores, e as alternativas planejadas para gerar uma certa dúvida. Portanto, é essencial fazer a prova com calma.

Essa é uma prova pautada, principalmente, em casos clínicos. Sendo assim, você precisa acertar tanto o diagnóstico quanto a conduta. Como não poderia ser diferente, o tema que mais cai é a Infectologia, com cerca de 30,66% de recorrência nas questões.

Os outros temas mais cobrados incluem Puericultura, Hematologia, Otorrinolaringologia e Gastroenterologia. E os top 5 assuntos dentro desses temas são:

  • crescimento e desenvolvimento na infância;
  • síndromes febris;
  • nariz, ouvido e laringe;
  • tuberculose;
  • pneumonias.

Preventiva

Não adianta, na Preventiva, o tema que é sempre mais cobrado é o Sistema Único de Saúde, que é especialmente importante no contexto da SCMBH, uma vez que o atendimento do hospital é público. Então, tenha na ponta da língua todos os princípios e diretrizes do SUS, além de focar bastante na atenção básica.

E sim, mesmo que nem todo mundo curta, os cálculos e estatísticas estarão presentes. Mas tente não ver essa parte como uma vilã na prova, porque o enunciado costuma trazer as descrições completas para facilitar sua resposta.

Além do SUS, os temas mais recorrentes são Epidemiologia, Vigilância Epidemiológica, medidas de saúde coletiva e atuação médica. E os principais assuntos frequentes, além da atenção básica, são:

  • estudos epidemiológicos (análise estatística e aplicação);
  • vigilância em saúde do trabalhador;
  • aspectos históricos do SUS;
  • notificação.

Tá pronto pra estudar o que mais cai na SCMBH?

Para continuar a se preparar, não se esqueça de que a gente já falou muito sobre a instituição por aqui. Tanto mostrando tudo sobre a residência médica por lá, quanto destrinchando o edital 2023 para quem vai fazer a prova. Não deixe de conferir!

Também não se esqueça de começar a se organizar com antecedência. Não deixe os estudos para última hora, porque muitas vezes esse descuido é responsável por fazer uma grande oportunidade se perder. Então, revise documentos e conteúdos com cuidado para ter certeza de que está no caminho certo.

Assim, você fica pronto para estudar o que mais cai na SCMBH, e por dentro de todos os detalhes, como prazos, programas, inscrição, entre outros. Mas, se ainda precisar de um empurrãozinho, estamos aqui para ajudar.

Que tal acessar nosso Guia Estatístico da SCMBH para ver mais sobre a prova?

AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração. Siga no Instagram: @alexandre.remor