Carregando

Projeto R1 SP: um gostinho do que aconteceu na T02E02

Se você já vinha acompanhando a primeira temporada do podcast Projeto R1 SP, sabe que nunca faltaram por lá dicas e relatos sobre como tocar a preparação para a prova de residência, certo? Mas, com os processos seletivos cada vez mais próximos, a gente caiu de cabeça na sua preparação na segunda temporada.

Agora, se ainda não conhece o Projeto R1, você não sabe o que está perdendo. Nossos episódios saem todas as quintas-feiras e você pode acompanhar um tema diferente por semana, nessa temporada, sempre tratando sobre a preparação para a reta final. Dá pra ouvir tudo isso na nossa página ou nos seus streamings de áudio favoritos.

No nosso primeiro episódio, fizemos a troca de bastão entre nossos hosts da nossa temporada de estreia, além de uma radiografia da prova da USP. Agora, no nosso segundo episódio, foi a vez de falar sobre a prova da Unicamp!

Ah, eu já estava me esquecendo. Na temporada passada, nossos hosts foram os professores Micael Hamra e Alexandre Remor, certo? Agora, quem está à frente do Projeto R1 SP são o Marcos Marangoni e a Ana Karoline, também professores aqui da Medway.

E isso só deixa as coisas mais legais para esses dois primeiros episódios, sabe por que? Porque tanto a Ana quanto o Marcos se formaram na USP e na Unicamp, respectivamente. Então, você já deve imaginar que os dois sabiam muito bem do que estavam falando sobre as provas dessas instituições, não é? Então não vai perder!

Um gostinho do que rolou por lá

Ok, você já entendeu como esse episódio vai ser uma baita colher de chá para quem está se preparando para a prova de residência da Unicamp. Mas, para você ter um gostinho de como foi esse papo, dá só uma olhada para o que o Marcos falou durante o episódio!

“A prova da Unicamp é única mesmo. O pessoal curte muito os mesmos temas dentro das especialidades, como a gente já comentou. A prova é feita pelos próprios docentes. O que os docentes estão estudando, o que eles estão publicando, é o que vai cair nas provas, certo? As bancas têm essa linearidade, esse direcionamento muito claro que a gente consegue ter nas provas da Unicamp. E é uma prova de raciocínio, uma prova que não cobra tanto aquela coisa “decoreba”. Eles querem saber se você entende mesmo do assunto, que você teve contato com aquele assunto. Saber manejar os pacientes, geralmente várias das questões são casos clínicos. Então trazer, rememorar esse contato que a gente tem durante a nossa formação ou até durante o nosso trabalho com as pacientes”.

E aí, vai perder tempo ou vai dar play no Projeto R1 SP?

Pintou um tempinho entre as aulas ou os plantões? Então a dica já está dada! Acesse agora mesmo o episódio no nosso site. Você também pode aproveitar o Projeto R1 SP nas plataformas de streaming, como o Spotify. Não faltam opções, certo? Agora, bora lá!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.