Carregando

Edital de residência médica FAMEMA: saiba mais!

Durante a preparação para as provas de residência médica, é importante estar atento às informações do edital das instituições. Ao ler este manual, você fica mais preparado e sabe dos detalhes sobre a avaliação. Por isso, preparamos um guia sobre o edital de residência médica da FAMEMA.

A Faculdade de Medicina de Marília tem um processo seletivo diferente da maioria das instituições. Assim como em 2021, a prova para residência continua sendo apenas teórica, sem a parte prática. O que a distingue em 2022 é a segunda etapa com uma análise de currículo com entrevista. Continue a leitura e saiba mais!

O que é o edital de residência médica?

O edital da FAMEMA é disponibilizado durante o mês de outubro, com dois meses de antecedência para a prova. Ele é um guia para os candidatos entenderem o processo seletivo e não perderem as datas importantes, como de inscrição, redução e isenção da taxa.  

De acordo com o documento, após o pagamento da taxa e a confirmação da inscrição, o acesso ao sistema é liberado. Na área do candidato, você pode enviar laudos para atestar deficiências, mobilidade reduzida e demonstrar que necessita de atendimento especializado no dia da prova. 

Outro ponto de destaque do edital de prova é a possibilidade de solicitar 10% de pontuação adicional no processo seletivo. Isso vale para aqueles que comprovarem um dos seguintes requisitos:

  • ter participado e cumprido integralmente o Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (PROVAB);
  • ter concluído ou concluir, até a data da matrícula, o programa de residência médica em Medicina de Família e Comunidade/Medicina Geral de Família e Comunidade;
  • ter atuado como supervisor de alunos participantes da Ação Estratégica “O Brasil Conta Comigo” (voltado ao enfrentamento da COVID-19).

Prova de residência da FAMEMA

Além desses detalhes, o edital de residência médica da Faculdade de Medicina de Marília apresenta informações sobre o dia da prova e a forma em que a avaliação teórica será realizada.

A prova objetiva para áreas básicas é composta por 100 questões baseadas em situações clínicas com dados de saúde e vida do paciente, explorando a integração das partes biológicas, psicológicas e sociais. O foco é desenvolver o raciocínio clínico, abordar e investigar o diagnóstico.

Para candidatos de residência em especialidades, com exigência de pré-requisitos, a prova dura cinco horas e tem 60 perguntas. Já para os candidatos das áreas de cirurgia de cabeça e pescoço ou angiorradiologia e cirurgia endovascular, serão 40 questões com temas específicos desses campos médicos. 

Processo de avaliação

Cada prova tem uma forma de ser avaliada porque o número de questões é diferente para as três segmentações acima. No caso das áreas básicas, o valor total da prova é 100, mas o peso é 90. Nas especialidades, vale 60 e tem o mesmo peso. Para quem é candidato para cirurgia, vale 40 e mantém o peso.

Os temas que caem em cada prova mostram o quão apto o candidato está para a residência. Por isso, na maioria das vezes, eles são abrangentes, como: clínica médica, cirurgia geral, pediatria, obstetrícia e ginecologia.

Análise e arguição de currículo

Depois de ser aprovado na primeira fase da prova para residência, você passa para a análise curricular. A arguição é realizada por videoconferência e vale dez pontos no processo seletivo. 

Tanto os candidatos gerais, quanto os de especialidades devem enviar previamente o currículo ao sistema. Caso o estudante não submeta o arquivo, será considerado como desistente do processo e desclassificado. 

As datas e os horários para as entrevistas em vídeo são divulgadas pelo site da Vunesp, instituição organizadora das provas. No site, também há orientações para participar dessa etapa. 

Classificação e resultados

Segundo o edital de residência médica da FAMEMA, a nota do candidato é a soma da prova teórica e da arguição, em que a primeira vale até 90, e a outra equivale até 10 pontos. O valor obtido nesse cálculo pode ser arredondado e facilitar a classificação. 

Em casos de empate nas notas finais dos estudantes, três critérios são adotados: maior nota na prova de conhecimentos específicos, maior nota na análise do currículo e mais velho entre os que têm menos de 50 anos. 

Após a liberação da lista de aprovados, é preciso declarar interesse na vaga pelo site. A matrícula é a última etapa para você finalmente chegar a tão sonhada residência. 

Preparação para a prova teórica

Estudar para a prova de residência médica representa um grande desafio na conciliação de tempo, sentimentos e quantidade de conteúdos. Isso porque é um momento em que muitos estudantes trabalham, fazem o internato e precisam estudar de uma forma direcionada para bons resultados. 

Devido à agitação da rotina dos candidatos, a organização, o planejamento e a metodologia são as chaves do sucesso nas provas. Quem conta com uma ajuda extra sabe como guiar os estudos com um cronograma pré-estabelecido e foca apenas no que precisa para os processos seletivos.

Intensivo São Paulo

O Intensivo São Paulo é um curso preparatório para as provas de residência. Feito para quem está no quinto ou no sexto ano da faculdade, ou já é médico formado, ele ajuda a otimizar os estudos. 

O curso possui sete pilares de uma metodologia que elenca os conteúdos recorrentes nos exames das instituições mais concorridas do estado, incluindo a FAMEMA. Assim, cada aluno só estuda o que realmente é importante, e tudo é comprovado por meio de estatísticas, aulas ao vivo e explicações pelos professores.

Tenha mais aproveitamento com a gente!

Agora que você já sabe o que é um edital de residência médica e como o processo seletivo da FAMEMA funciona, não deixe de se organizar com antecedência para as provas. Conte com a gente para se preparar e garantir um rendimento acima da média!

Veja uma foto do nosso Intensivo São Paulo no texto sobre o edital de residência médica da FAMEMA 2022!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.