Carregando

Como conciliar o Intensivo São Paulo com outros cursos

Se você chegou aqui, provavelmente está com algumas dúvidas sobre como manter o ritmo do seu extensivo e, ainda assim, aproveitar tudo o que for importante do Intensivo São Paulo da Medway. E pode ficar calmo, porque isso é mais que possível. A ideia é que os dois tipos de curso possam se complementar e, juntos, aumentar a sua chance de chegar na instituição dos seus sonhos.

Desde já, um outro adendo: para fazer o Intensivo São Paulo entrar na sua rotina, você não precisa estar necessariamente cursando o Extensivo da Medway. A real é que também dá pra tirar proveito mesmo fazendo extensivos de outras empresas e a gente vai te explicar tudo isso aqui, beleza?

Agora, vamos ao que mais interessa. Bora fazer acontecer!

Definindo as prioridades

Se você está começando ou pensando em começar o Intensivo São Paulo, algo já deve estar bem consolidado na sua cabeça: quais são as suas prioridades e objetivos. Mas cuidado! Objetivo não quer dizer simplesmente “passar na residência” ou “ser aprovado em São Paulo”. Não, não. Para ter bons resultados, precisamos ser mais específicos ainda.

E o que queremos dizer com isso? Que, a essa altura, já é fundamental você saber quais são as suas instituições prioritárias e focar nelas — indicamos que sejam, no máximo, 5. Mas, especialmente agora, seus estudos deverão levar em conta também o tempo. Quanto mais conteúdo atrasado e menos tempo, indicamos que seu foco vá afunilando para uma quantidade menor de instituições.

Então, o papo reto pra continuarmos essa conversa é: instituição dos sonhos e principais conteúdos atrasados (caso existam) na cabeça. A partir disso, já fica bem mais fácil saber como conciliar o Intensivo São Paulo com qualquer curso extensivo. E não precisa de desespero, ok? O objetivo do Intensivo é prover o direcionamento por instituição, para que seja possível alinhar a visão construída no extensivo à das bancas. Então, estamos no caminho certo!

Principais dúvidas

Agora que já falamos como deve estar preparada a sua mentalidade na hora de começar ou dar prosseguimento ao Intensivo São Paulo, vamos ser um pouco mais específicos.

A gente sabe que existem vários cenários e ninguém vive no mundo ideal. Muitas vezes, estamos com a matéria do extensivo atrasada, perdemos o ritmo, deixamos os estudos de alguma área acumularem ou até mesmo colocamos uma das grandes áreas de lado. Isso não é o melhor, mas acontece.

Então, a partir disso, como proceder? Bom, antes de mais nada tenha em mente uma coisa: extensivo e intensivo são cursos com jornadas diferentes. No primeiro caso, a palavra-chave é constância; já no segundo, estamos muito mais focados em metas. Isso quer dizer que, no intensivo, você deve ter um olhar ainda mais específico para as instituições que deseja.

Independentemente de qual seja a sua situação, nós separamos, abaixo, alguns dos principais cenários para quem deseja aproveitar ao máximo o Intensivo São Paulo e fazer a união dele com o extensivo ser perfeita. Bora saber mais!

Como conciliar o Intensivo quando os conteúdos do Extensivo estão atrasados?

Como a gente disse, o ideal nem sempre é o que alcançamos. Nesses casos, o negócio é se adaptar. E para você conseguir ter uma boa noção de como administrar sua rotina de estudos para deixar tudo em dia, nós temos uma sugestão. Divida seus estudos da seguinte maneira:

  • 3 dias para o Extensivo: estude os conteúdos com a tag “prioritário”. Depois de concluídos, siga para a tag “alta”.
  • 3 dias para o Intensivo: sempre seguindo as orientações dadas na Bússola do Intensivo.
  • 1 dia para simulado (ou prova antiga na íntegra) e prova prática

Nesse esquema, fica mais fácil adequar seu cenário a diferentes rotinas de estudo. Se, por exemplo, você não estudou quase nada de uma das grandes áreas — suponhamos que seja Clínica Médica. Inevitavelmente, será necessário evoluir no conhecimento dessa área, certo? 

Uma possibilidade dentro desse modelo 3/3/1 é utilizar os 3 dias de Extensivo para solidificar as bases das matérias em que você já está atingindo 80% e, posteriormente, consumir o prioritário de Clínica Médica, formando um conhecimento estratégico nessa área que garanta um desempenho interessante.

Então, você segue utilizando os dias de Intensivo a partir da Bússola — com foco total em solidificação e desempenho. Ainda no dia reservado ao simulado, você pode focar especialmente em simulados e provas antigas, diminuindo a carga de estudos para a prova prática. Tudo isso, é claro, em um cenário no qual existe conteúdo atrasado.

Ah, e não se esqueça: foco na sua instituição de prioridade número 1! Não é hora de tentar inventar a roda.

Como conciliar o Intensivo com extensivos que não são da Medway?

Essa é uma dúvida que acomete alguns dos nossos alunos ou futuros alunos: afinal, o Intensivo da Medway só serve para quem já faz o nosso Extensivo? Olha, a resposta é não. Na verdade, você pode fazer o Intensivo São Paulo tranquilamente, mesmo se faz outros cursos.

Essa pode ser uma boa alternativa, inclusive, para direcionar o seu estudo para as instituições de São Paulo. Geralmente, os cursinhos preparatórios para residência tem abrangência nacional e não são elaborados visando as instituições do estado. Já na Medway é um pouco diferente. O nosso foco é São Paulo! Por isso, é possível que seja até uma ótima opção para você, caso esteja procurando uma residência por aqui.

Agora, como isso funcionaria? Olha, não é lá tão difícil assim. Antes de tudo, vamos entender que um curso Extensivo sempre será mais abrangente na abordagem do conteúdo. A partir dele é possível formar bases sólidas de conhecimento macro nas 5 grandes áreas da prova de residência. Então, no Intensivo São Paulo você terá contato com uma abordagem completamente direcionada, com a análise dos temas exatamente como eles são cobrados nas questões de cada instituição. Partimos de uma visão macro para uma micro.

Mas existe uma situação particular que pode te deixar um pouco curioso. Você pode estar pensando: “e se o conteúdo do Intensivo ainda não tiver sido ensinado no meu curso?”. Bom, aí é preciso avaliar cada caso. Mas tenha sempre em mente que no Intensivo você terá contato com um conteúdo 100% focado nas instituições que você deseja e, dessa forma, é fundamental consumir a todas as aulas referentes a elas.

Como utilizá-lo da melhor forma possível?

Até aqui, já deu pra ter uma ideia geral de como otimizar o conteúdo do Intensivo, certo? Mas vamos deixar isso ainda mais claro. Fique atento às 4 dicas a seguir!

  • Tempo aplicado ao curso: como falamos nas dicas anteriores, o tempo que você destina ao Intensivo deve ser preferencialmente igual ao do seu extensivo — o que significa 3 dias para cada uma das jornadas. Vale sempre lembrar que o Intensivo ocorre durante um período de tempo menor — as provas geralmente são em novembro e o Intensivo é lançado, aproximadamente, no fim de julho.
  • Use os Guias Estatísticos: a partir deles é possível criar suas trilhas personalizadas de questões com base na instituição que deseja ingressar. Se para você questões de apenas uma instituição não forem suficientes, você pode incluir todas as suas escolhas prioritárias (no máximo 5) e mais algumas das similares (no máximo 3).
  • Assistir aulas com apoio de outros materiais: sempre veja as aulas do Intensivo com material de apoio ao lado. No nosso caso, existe um desses para cada aula, fazendo com que você possa acompanhar a aula e ler o capítulo vinculado a ela ao mesmo tempo. Tudo isso você pode fazer pela versão web do Intensivo! O conteúdo é completamente direto ao ponto, só com aquilo que é mais importante para a aula. Junto a ele, também disponibilizamos um guia do que você precisa para dominá-lo.
  • Utilize o aplicativo: o app da Medway com certeza vai te poupar muito tempo e facilitar a conciliação do Intensivo com outros cursos. Como ele oferece um banco de questões gigante e opções de filtro variadas, sua única tarefa vai ser definir suas trilhas e escolher suas questões com base nas instituições prioritárias. Aí, vale lembrar que você pode criar quantas trilhas quiser e quantas forem necessárias.

Problemas com o cronograma

Um cenário recorrente é aquele em que a distribuição 3/3/1 parece não estar funcionando para você. Afinal, essa é a maneira ideal para equilibrar estudos e revisão. Quando esse for o caso, é necessário primeiro avaliar se você não está errando alguma etapa. Veja só: é bem possível estudar cada um dos cursos em 3 dias, desde que isso seja feito da maneira correta.

Primeiro, vamos lembrar que não existe uma quantidade exata de questões para fazer ou horas para estudar por dia — o que não significa estudar pouco, ok? Isso quer dizer que, dentro dos seus 3 dias, é importante conseguir identificar suas lacunas de conhecimento e fazer as trilhas de questões baseadas nelas. Além disso, a revisão de conteúdos também deve estar incluída nesse período, tudo isso sempre buscando o maior aproveitamento do seu tempo disponível com estudo de qualidade. Novamente: isso não significa estudar pouco, em!

Mais uma vez nós reforçamos: a essa altura do campeonato você não precisa estudar tudo do extensivo. Seu foco deve estar nos conteúdos prioritários ou de alta prioridade. Já no intensivo, estude tudo das instituições que irá prestar!

Mas se ainda assim as coisas não estiverem funcionando, talvez seja melhor adaptar um pouco. Se o atraso chegar a esse ponto, não precisamos nem dizer que você precisa focar nas instituições prioritárias, certo? Então, em último caso, você pode transformar o seu dia de simulado e prova prática em mais um dia de estudo de base do extensivo. Essa é uma dica que vale especialmente para aquelas instituições que não possuem provas práticas.

Não perca o ritmo!

E se você ainda não pegou o embalo do Intensivo, a gente reitera: ele é muito importante para o seu objetivo. E não acredite só na nossa palavra. Dá uma olhada no que a Louise, ex-aluna do Intensivo aprovada em Neurologia na USP-RP e na Unifesp.

Essa é a reta final dos seus estudos e extrair o máximo de todas as ferramentas possíveis pode ser o que vai te colocar nas melhores instituições de São Paulo. Depois da leitura desse texto, esperamos que você já esteja pronto para isso e conquiste os sonhados 80%. Vem com a gente; te esperamos na aula!

Bora lá!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.