Carregando

O que não pode e o que pode levar na prova de residência da USP?

O dia de fazer uma prova de residência médica é sempre repleto de ansiedade e tensão. E, nesses casos, não é incomum que a nossa cabeça deixe algumas coisas passarem, por isso é importante saber o que pode levar na prova de residência da USP. Sobre isso, o primeiro ponto é: você pode até estar um pouco aéreo antes da prova, mas quando entrar, deixe tudo pra trás e dê o seu melhor.

Agora, o segundo ponto: é absolutamente normal que no pré-prova algumas pessoas não lembrem de cada detalhe. São diversas provas e ainda mais detalhes para recordar. Então, para aliviar um pouco esse peso das suas costas, nós vamos trazer aqui o que você não pode esquecer na hora da prova de residência médica da USP-SP. Vem com a gente!

O que pode e o que não pode levar na prova de residência médica da USP

Prova teórica

Esse será o primeiro momento dos candidatos na sala de provas para o processo seletivo de residência médica da USP. Mas, ao que você deve ficar atento antes de ir para o local de prova? Bom, já te contamos!

Em primeiro lugar, a caneta! Sim, esse objeto tão pequeno muitas vezes causa uma dor de cabeça para quem vai prestar um processo seletivo. Então já vamos deixar conversado: só estão permitidas as canetas esferográficas de tinta azul ou preta, sempre feitas em material transparente.

Além disso, o edital também indica quais documentos originais podem ser apresentados na hora de fazer a prova. Esta é a lista (você deve apresentar ao menos um deles):

  • Cédula de identidade – RG
  • Carteira Nacional de Habilitação com foto
  • Passaporte
  • Carteira do Registro no Conselho Regional de Medicina

Agora, também é importante ficar ligado no que você não deve levar no dia da sua prova. Apesar de itens como celular serem até que óbvios, existem alguns que podem gerar confusão. Se liga em quais objetos estão proibidos:

  • Máquina calculadora
  • Agenda eletrônica ou similar
  • Telefone celular
  • Qualquer tipo de relógio ou qualquer material que não seja o estritamente necessário para a realização da prova
  • Boné ou chapéu de qualquer espécie
  • Roupa ou adereço que identifiquem a escola de origem

Prova multimídia

Na segunda fase, as regras são similares. O que muda um pouco mais é a lista de itens que não são permitidos. Nessa fase, o estudante não pode portar:

  • Boné ou chapéu de qualquer espécie
  • Roupa ou adereço que identifique a escola de origem
  • Não há necessidade de usar jaleco ou avental ou portar qualquer tipo de material para realização da prova. 
  • Bolsa
  • Mochila
  • Mala
  • Guarda-chuva
  • Caneta
  • Telefone celular
  • Relógio (nas estações das provas existem relógios para consulta do candidato)
  • Agenda eletrônica
  • Notebook
  • Smartphone
  • Tablet
  • Smartwatch
  • Receptor
  • Gravador ou outros equipamentos similares
  • Protetores auriculares

Como pode ser que os candidatos precisem chegar ao local de prova com esses itens, haverá um espaço restrito, segundo o edital, para guardar eventuais pertences. Tanto o COREME quanto a TEKYOU se isentam de responsabilidade sobre estes bens.

Avaliação curricular

Novamente, as regras são similares. Aqui, vale se atentar que cada especialidade decide se fará a arguição presencialmente ou não. Portanto, nos casos presenciais não vale:

  • Qualquer tipo de equipamento eletrônico ou de comunicação (telefones celulares, agenda eletrônica, notebook, smartphone, tablet, smartwatch, receptor, gravador ou outros equipamentos similares)
  • Protetores auriculares

Os mesmos documentos da primeira e segunda fase podem ser apresentados na avaliação curricular.

E se você quiser ter um currículo padrão-ouro para apresentar para a banca, acesse já o nosso e-book gratuito com todas as dicas sobre o que realmente vale na hora da arguição. É só acessar aqui!

Normas de proteção na pandemia

Em todos os momentos do processo seletivo que ocorrerem de forma presencial será necessário comparecer de máscara, protegendo totalmente nariz e boca. A recomendação é que levem também máscaras adicionais, bem como álcool 70%. Tudo isso é de exclusiva responsabilidade do candidato. Além disso, a recomendação é que levem garrafas de água. Não será permitido utilizar o bebedouro a não ser para carregá-la. Então, não vai esquecer, certo?

Se preparando para a residência?

Caso você ainda esteja firme na preparação para a residência médica, que tal acompanhar todas as informações dessa reta final com a Medway? Por aqui, estamos cobrindo as principais provas do Brasil. Por este link, você consegue acompanhar nossas lives de dicas, apostas e correções de instituições de dentro e fora do estado de São Paulo.

Mas se ainda não é o suficiente, você sempre tem a opção de começar o Intensivo São Paulo, nosso curso completamente focado para quem está de olho na preparação para a reta final das provas do estado. Para cada uma das instituições do curso, são 40 aulas exclusivas para afinar seu conhecimento e ter direcionamento no fim da preparação. Clique aqui e conheça!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.