Carregando

Perícia médica: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

É bem capaz que você já assistiu a algum filme em que ocorre um crime, e o corpo da vítima é levado para os médicos descobrirem exatamente o que aconteceu. Bom, na vida real, quem cuida disso é a perícia médica

Se você tem curiosidade sobre o que é perícia médica, basta lembrar que, embora ela se pareça bastante com uma consulta normal, tem um detalhe que faz a diferença: o objetivo é exclusivamente legal, ou seja, o médico que realiza a atividade não está em busca de indicar um tratamento. 

Outra diferença é que, durante a perícia médica, algumas nomenclaturas são alteradas. Quem a recebe é chamado de periciando, enquanto o médico responsável por ela ganha o título de perito ou médico legista.

Vale destacar que, mesmo durante a perícia médica, ainda é feito o procedimento padrão de uma consulta: anamnese, exame físico e solicitação de exames (quando for necessário).

Para que serve a perícia médica?

Na hora de cogitar para que serve a perícia médica, considere que existem muitos motivos para ela ser solicitada: desde resoluções de crimes, com a vítima ainda viva ou morta, até a solicitação de benefícios no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

Isso porque a avaliação de um perito é necessária para atestar que o solicitante do benefício do INSS está realmente impossibilitado de trabalhar e apto a receber o auxílio.

O laudo médico

Após o fim da consulta, o profissional deve preparar o Laudo Médico, ou seja, o resultado da perícia médica. Nele, estão todas as informações coletadas pelo perito, assim como a conclusão a que ele chegou. 

Inclusive, por meio desse Laudo, as autoridades fazem uma análise e tomam a decisão judicial que pode mudar a vida das outras pessoas. Por isso, o profissional que trabalha na perícia médica precisa prestar atenção aos detalhes e ter muita ética.

É preciso de uma especialização em perícia médica?

É indicado que a pessoa interessada na área faça uma especialização em perícia médica, afinal, o cargo conta com grandes responsabilidades. Conforme explicamos, o perito ajuda a resolver questões judiciais e criminais.

Além disso, certas áreas requerem concursos, como a de aprovação de benefícios para o INSS. Logo, uma especialização em perícia médica prepara o interessado para esse tipo de prova. 

Na maioria dos cursos, além de Química e Biologia, há matérias como Direito e Sociologia, justamente para que o profissional esteja apto a auxiliar no campo jurídico.

Onde o profissional de perícia médica atua?

O perito pode atuar no Instituto Médico Legal (IML), para descobrir e atestar a causa da morte de uma vítima, por exemplo. Nesse ambiente, o profissional faz autópsias, visando identificar o que levou ao óbito.

Além disso, existe a possibilidade de trabalhar em empresas privadas, para realizar consultorias em questões jurídicas, bem como se aliar a organizações relacionadas à Medicina do Trabalho.

Por fim, o médico também pode seguir na carreira acadêmica, dando aula não apenas no curso de Medicina e em pós-graduações, mas até no curso de Direito, justamente por conta da possibilidade de solucionar crimes. 

Quanto ao salário, o valor tem uma média de R$ 13.500, mas pode variar levando em consideração a região, o concurso passado e as funções desempenhadas. Caso o interessado opte pela área acadêmica, pode ganhar ainda mais.

A perícia tem relação com a Psiquiatria Forense?

Apesar de serem áreas diferentes, ambas atuam fazendo avaliações para a Justiça tomar a decisão mais acertada. Na Psiquiatria Forense, por exemplo, é traçado um perfil psicológico de um procurado. 

Dessa forma, as avaliações psicológicas ajudam o profissional a identificar o nível de consciência ou inimputabilidade do indivíduo sobre as suas ações, o que pode mudar a decisão da Justiça.

Enquanto isso, a perícia médica foca mais na parte física. A análise busca saber se o paciente está fisicamente incapacitado para o trabalho ou se o crime deixou marcas no corpo.

Porém, em ambas as áreas, o especialista atua motivado por ordem judicial ou por requerimento do próprio suspeito, algo que faz parte da estratégia de defesa do indivíduo em alguns casos. 

Melhore seu desempenho com a gente!

Agora que você já sabe tudo sobre perícia médica, curtiu a ideia de fazer essa especialização? Aproveite o tema e dê uma olhada no nosso artigo sobre Traumatologia Forense. Dessa forma, você sabe mais sobre o assunto e melhora seu desempenho para garantir a aprovação. 

Vale destacar que, além dos nossos cursos preparatórios, temos materiais gratuitos, com conteúdos para estudos, como e-books e minicursos. Não perca tempo e confira todo o nosso material.

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
MarcosMarangoni Junior

Marcos Marangoni Junior

Paulistano nato, criado nas ruas do Ipiranga, médico ginecologista e obstetra formado na UNICAMP, mestrando em Saúde Reprodutiva pela UNICAMP, e professor da Gineco-Obstetrícia da Medway. Só nasce grande filhote de monstro.