3 passos para mudar o mindset

O desejo de entrar para a residência médica está presente, mas será que você quer o suficiente? Principalmente, será que realmente se sente capaz de conquistar o que deseja? Se tiver dúvidas na hora de responder, é o momento para mudar o mindset.

Afinal, a forma como você “lê” as situações e como se enxerga tem total influência nos seus resultados. Então, a mentalidade incorreta pode afastar o sucesso — e não é o que queremos, certo?

Por isso, veja quais são os 3 passos básicos para mudar o mindset e entenda como colocá-los em prática!

Mas o que é mindset?

Antes de considerar a mudança, é essencial saber o que o mindset representa, de fato. Se você for traduzir do inglês, quase de forma literal, vai chegar à expressão “configuração da mente”. Só que não parece dizer muita coisa, né?

É por isso que vale entender esse termo como “a maneira como cada um enxerga o mundo”. Tudo que está ao seu redor é visto e interpretado de um jeito que depende desse seu mindset.

Então, isso vai afetar o modo que você “interpreta” os fatos e as situações e, é claro, como toma atitudes sobre tais questões.

Quais são os tipos de mindset?

Ao mesmo tempo em que cada pessoa é única e tem a própria percepção, podemos dizer que são dois os tipos principais de mindset. Vamos explicar um pouquinho de cada um. Veja!

Mindset fixo

Você é o tipo de pessoa que acha que “as coisas são como são”? Ou que “algumas pessoas são mais talentosas, inteligentes ou sortudas que outras”? Ou mesmo que “cada um nasce com um conjunto de ‘ferramentas’ e habilidades”?

Se tiver respondido “sim” para qualquer uma das questões, então você tem o mindset fixo. Na prática, a sua visão do mundo é estática e tem pouco (ou nenhum) espaço para a mudança.

O problema é que é algo que leva ao conformismo, inclusive com resultados que não são nada além de mediano. Afinal, “cada um nasce de um jeito”, né? Só que não!

Mindset de crescimento

Isso nos leva diretamente para o outro tipo, que é o mindset de crescimento. Quem tem essa mentalidade crê que as habilidades podem, sim, ser desenvolvidas. Para tanto, é preciso unir esforços e estratégias em busca de resultados.

Quem tem o mindset de crescimento, portanto, não se conforma com a situação atual porque sabe que é possível transformar, melhorar e atingir novos patamares.

E tem como mudar o mindset?

Seria, no mínimo, contraditório falar sobre o mindset de crescimento e dizer que a forma como vemos o mundo não é passível de mudança. O que acontece é justamente o contrário!

Nada impede (bem, talvez apenas nós mesmos) que possamos trocar de ideia e de visão sobre o mundo. É viável mudar o mindset fixo e fazê-lo evoluir para uma interpretação de crescimento. Portanto, o diagnóstico é claro: existe espaço para a transformação!

Por que investir nessa mudança?

Tudo bem, você já está por dentro desses conceitos todos, mas ainda não tem um bom motivo para começar a mudar o mindset. A boa notícia é que há muitas razões para dar esse passo rumo à alteração. Quer ver?

Executar essa alteração é uma forma de vencer as suas “crenças limitantes”, como são conhecidas. Sabe aquela voz que, lá no fundo, diz “não vou fazer isso porque não conseguir”? É uma crença limitante que está falando.

Caso se deixe vencer por ela, vai viver para sempre uma realidade mediana — ou mesmo medíocre. Mudar o mindset, por outro lado, abre um mundo de novas possibilidades.

Você poderá explorar o próprio potencial e terá a chance de alcançar o que realmente deseja. Isso só será viável porque vai unir propósito, esforço e dedicação para desenvolver as habilidades mais importantes — e é o que transformará a sua vida.

O que isso tem a ver com residência médica?

Tudo, basicamente. Estudar para a residência médica, ser aprovado e chegar à conclusão são alguns dos grandes desafios que você terá em sua carreira. Se não estiver realmente preparado, não conseguirá atingir os resultados esperados.

Quando você trabalha para mudar o mindset, por outro lado, consegue “desbloquear” e usar todo o seu potencial. Isso ajudará a alcançar seus objetivos de curto e médio prazo (como passar na residência) e as metas de longo prazo (que é ser um médico de qualidade e com destaque).

Como mudar o mindset em 3 passos?

Está tudo muito bem, mas, até agora, você não sabe como realizar essa etapa, né? Afinal, se tiver visto o mundo por uma óptica desde sempre, trocá-la não ocorre de forma imediata, apenas por saber que é importante.

Foi pensando nisso que separamos 3 passos que ajudam a atingir esse resultado da melhor maneira. Veja o que fazer!

1. Aumente seus conhecimentos

Para mudar o mindset, o ideal é saber cada vez mais sobre o processo. É assim que você vai descobrir os segredos, as técnicas e os métodos — e poderá selecionar o que funciona para a sua realidade.

Um livro que ajudou a nossa jornada foi o título “Mindset: A nova psicologia do sucesso”, de Carol Dweck. Se puder, leia. Será melhor ainda se você se aprofundar em outros títulos para colocar os conceitos em prática.

2. Saiba que um resultado não te define

Um dos segredos do desenvolvimento de habilidades está na consistência. É o “famoso superpoder de fazer um pouco todos os dias”. Então, é hora de perceber que um resultado não é o que o define.

Não mandou bem em algum semestre da faculdade? Não foi tão bem naquela prova de residência? Isso é passado e o certo é pensar daqui para frente. Comece a focar no que é possível fazer para alcançar um desempenho diferente, em vez de se prender ao que já aconteceu.

3. Não dê mais desculpas

Um mecanismo do nosso cérebro costuma dar desculpas por aquilo que não fazemos ou que erramos. Sabe quando você diz que “poderia ter ido bem se tivesse estudado”? Ou que começa a se justificar sobre por que não se preparou direito?

Então, é essencial eliminar esse hábito. Não adianta procurar desculpas, pois elas não ajudam a evoluir. Novamente, deixe para trás o que passou e foque em como é possível melhorar e fazer diferente.

Assista à resenha do livro Mindset – A Nova Psicologia do Sucesso, de Carol Dweck:

Mudar o mindset é indispensável para a sua residência médica e, honestamente, para o restante da sua vida. Com esses passos aplicados corretamente, você terá a chance de destravar e usar todo o seu potencial!

Quer colocar em prática o esforço necessário para desenvolver habilidades? Com a Medway Mentoria, você aprende técnicas avançadas de preparação e organização dos estudos para superar bloqueios, ganhar confiança e conquistar a tão sonhada aprovação, chegando ao fim do ano com desempenho superior a 80%!

Se você quiser aumentar o seu desempenho nos estudos e aumentar as suas chances de aprovação nas provas de residência, inscreva-se já na lista de espera da Medway Mentoria 2021 para ser avisado sobre as novas vagas, que devem chegar em janeiroCLIQUE AQUI!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.