Carregando

Como é a prova prática de residência médica da Unesp

Você está preparado para realizar uma fase importantíssima na sua vida acadêmica? Falta pouco para que as grandes universidades disponibilizem os seus editais! Já é o momento de você focar no que interessa: as partes do sistema de seleção desse acontecimento muito relevante para a sua prosperidade na carreira médica. A etapa prática não é nada fácil! É fundamental que você tenha uma boa preparação, e para te ajudarmos nisso, hoje falaremos um pouco sobre a a prova prática de residência médica da UNESP.

Primeiramente, vale lembrar que essa é uma prova de altíssima concorrência! A Unesp oferece 24 programas e 187 vagas para residências médicas. Portanto, para que você faça parte desse grupo seleto, comece a se dedicar agora.

Tradicionalmente, o processo seletivo da Unesp tem prova prática. Porém, como aconteceu com vários outros processos seletivos de residência médica em 2020, a pandemia de Covid-19 afetou as etapas de seleção; e a Unesp acabou não realizando prova prática.

Por essa razão, não há definição sobre a realização de prova prática em 2022. Vale dizer, inclusive, que ainda não foi liberado o edital do processo seletivo 2022. É sempre bom, no entanto, entender melhor do que se trata para o caso de haver prova prática, no final das contas. Então, continue a leitura para saber como geralmente é a prova prática da Unesp e entender tudo sobre ela!

A segunda fase da prova de residência médica da Unesp

Primeiramente, é importante entender alguns detalhes sobre o processo seletivo de residência médica da Unesp. Dessa forma, você pode compreender bem algumas regras e demandas imprescindíveis para dar início aos estudos.

Quantos candidatos geralmente são aprovados para a segunda fase?

O número de vagas determina a aprovação dos candidatos. Como a concorrência é muito alta, os candidatos que têm as melhores colocações ficam com as vagas. Fique ligado nos números de vagas e candidatos para compreender melhor como funciona tudo.

É assustador pensar nos concorrentes, mas não tenha medo! Se você se preparar bem e estudar bastante, não há o que temer. O importante é se empenhar e dar o melhor de si. A prova é a mesma para todos e você é totalmente capaz de mandar bem.

Quando geralmente sai a lista com os aprovados para a segunda fase?

A divulgação dos aprovados, na maioria das vezes, é disponibilizada no mês posterior à prova. Nesse ínterim, é válido sempre estar verificando no portal da instituição de ensino se a lista de aprovados já está disponível para o acesso do participante.

Geralmente, todas as datas do processo seletivo estão no edital, mas podem ocorrer alterações. Por isso, fique esperto! Acompanhe e faça anotações para não esquecer e perder nada. Talvez a lista de aprovados possa ser publicada antecipadamente.

Qual é o peso da segunda fase e como ela é analisada?

Essa etapa é composta por uma análise do currículo do candidato. Não tem prova prática, nem entrevista! Essa fase vale 10% do valor total do processo. Nesse sentido, a primeira etapa vale 90% da nota total. É importante ter um currículo bem rico e ter uma boa nota na prova teórica.

Não pense que 10% é pouca coisa! Essa fase é a que define a sua aprovação. Portanto, apresente um currículo riquíssimo e repleto das qualidades que você possui. É primordial ser verdadeiro e mostrar as suas habilidades para a universidade saber que você é um profissional bem qualificado e que vai agregar muito para a instituição.

Cuidados para ir bem no processo seletivo

O mais importante é se atentar a todos os dados e indicações contidas no edital. Como não há uma prova prática de residência médica da Unesp, nem entrevista, o edital vai explicar tudo o que você precisa saber sobre a primeira e a segunda fase do processo seletivo.

Por essas razões, leia o edital com calma e cumpra todos os requisitos que a universidade exige. O edital vai indicar onde e quando você terá acesso a resultados e informações sobre a prova e você vai receber alguns e-mails informativos.

A prova prática de residência médica da Unesp

imagem ilustrativa de prova prática unesp residência médica
Confira como funciona a prova prática de residência médica da Unesp

No passado, antes da pandemia, a Unesp costumava ter a prova prática. Mas, como sabemos, a universidade se adaptou aos novos padrões de normalidade e, atualmente, não tem mais entrevista ou prova prática. A segunda fase é uma análise curricular do candidato.

Mesmo assim, é bom observar como uma prova prática de residência médica tradicional costuma ser. Pois, talvez, quando tudo voltar ao normal, até mesmo a Unesp pode voltar a aplicar a prova prática como era antes.

Além do mais, ver o modelo antigo pode ajudar bastante a se preparar para as provas de residência de instituições que ainda fazem questão de ter uma prova prática presencial.

Como era composta a prova? Quantas estações tinha?

Como já sabemos, a prova prática de residência médica da Unesp sofreu algumas mudanças com o decorrer dos anos. Contudo, normalmente, as provas práticas tradicionais têm cinco estações para cada especialidade médica.

Na Unesp a prova prática era dividida em duas partes. A primeira era as grandes estações que costumavam ser bem curtas. Depois, na segunda parte, era uma prova com conteúdo multimídia com casos clínicos sequenciais.

Além disso, a Unesp é muito acolhedora! No confinamento antes da prova tinha uma recepção para os candidatos. Os médicos ouviam um discurso motivacional antes de fazer a prova e ganhavam um lanche.

Quanto tempo durava cada estação?

Na Unesp o tempo de duração de cada estação era bem breve, só cinco minutos para cada especialidade. Quando terminava o tempo, os alunos partiam para a próxima estação para cumprir as outras atividades.

Como o tempo era pouco, era fundamental treinar bastante como se pode aproveitar bem esses minutos. Era importantíssimo estar atento à leitura das instruções e fazer uma boa apresentação das respostas.

Como era o comportamento dos examinadores?

Os examinadores eram imparciais e não costumavam se comunicar com os alunos. Estavam ali simplesmente para cumprir a sua determinada função. Portanto, não era de bom tom tentar falar com eles durante a realização da prova.

O foco deles era cumprir os checklists de acordo com a desenvoltura do candidato no decurso da avaliação. Usualmente, existia uma pessoa que direcionava o grupo e o orientava. Assim, se houvesse alguma dúvida, o médico poderia se comunicar com o auxiliar antes que começasse os afazeres.

Como costumavam ser as estações?

As estações eram compostas por afazeres não tão difíceis. O candidato participava de situações simuladas com um manequim ou uma pessoa atuando. Além disso, no edital eram especificados os materiais e instrumentos que o candidato tinha que levar para a prova.

O importante era não extrapolar o limite de tempo de cada estação e pensar rápido! Por esse motivo, o treino era uma ferramenta indispensável para o médico que fazia a prova prática de residência médica da Unesp.

Antes de fazer uma prova prática, deve-se praticar todos os dias nos meses anteriores ao exame, porque só assim é possível desenvolver as habilidades cognitivas e manuais para ter agilidade na hora da prova.

O que costuma ser mais valorizado?

Atualmente, a Unesp valoriza as boas qualidades do currículo do candidato. A avaliação curricular é uma maneira da universidade selecionar os melhores profissionais para integrar a sua equipe de residentes.

Se o aluno tem boas habilidades, apresenta excelentes referências, participou de diversos projetos de investigação e se graduou em uma boa instituição de ensino, é certo que vai ter sucesso em sua candidatura para a residência médica.

Por isso, é essencial se dedicar e ser produtivo durante e depois da graduação. Também é interessante que o aluno domine idiomas estrangeiros. Principalmente, antes dos demais idiomas, a Língua Inglesa.

Temas da prova prática de residência médica da Unesp

Fizemos um levantamento de quais foram os temas que caíram na prova prática de residência da Unesp entre 2016 e 2020 e, também, fizemos uma tabela com os temas que caíram em 2020 e 2019. Confira:

ESPECIALIDADE20202019
Clínica MédicaGotaHipernatremia
CirurgiaDerrame PleuralMontagem de mesa cirúrgica
Ginecologia e ObstetríciaPré- eclâmpsiaDescarga papilar
PediatriaPuericulturaReanimação neonatal
Medicina PreventivaSífilisHanseníase

Você pode conferir quais foram todos os temas desde 2016 baixando o e-book “Como Brilhar nas Provas Práticas de Residência Médica”. Nele, você vai aprender tudo o que você precisa fazer para ter bons resultados na prova.

Dicas para mandar bem na prova

Agora vamos falar sobre algumas coisas que você precisa saber para mandar super bem na prova de residência médica. É mais fácil e tranquilo se concentrar nos estudos, agora que você já está inteirado sobre tudo o que acontece nessa prova. Então, se ligue na seguintes dicas! 

Quando começar a se preparar para a prova prática de residência médica?

Não existe um momento padronizado para dar início ao seu processo de preparação para a prova de residência. É uma escolha individual de cada médico! Afinal, desde a graduação, você já construiu o seu método de estudo.

A melhor opção é estudar da forma que é mais confortável para você e quando for adequado para você. O desespero e o desconforto não ajudam nessa hora, porque são sentimentos improdutivos para o avanço do seu treinamento. Logo, siga o caminho que você já conhece, e, se necessário, adote práticas novas para otimizar seu tempo e evite acumular conteúdo.

Como estudar para uma prova prática de residência médica

Antes de tudo, mantenha a calma! O estresse atrapalha a elaboração de pensamentos e impede que você tenha raciocínio lógico. É pertinente que você busque formas saudáveis para relaxar e se concentrar nos seus objetivos.

Analogamente, treine diariamente simulando os padrões e o regulamento da prova. A prática diária ajuda você a se adaptar e entender quais são os seus pontos fortes e fracos para melhorar o que for necessário.

Também é interessante cronometrar as suas ações de forma idêntica a prova. O tempo não é seu aliado! Você precisa se adequar ao limite de tempo que é exigido na prova para que não haja falhas. Lembrando que o tempo é um fator eliminatório.

Saiba tudo sobre a prova prática de residência médica

Uma ótima dica é que você faça download de provas antigas e procure saber como é cada parte da prova. Na internet há muitos modelos de cada prova prática de residência médica da Unesp que aconteceram nos anos anteriores.

Assim como há muitos vídeos no YouTube de pessoas que contam sobre as suas respectivas experiências com a prova de residência. Você pode usar as informações contidas no vídeo para entender melhor como você vai proceder.

Caso você conheça algum, é completamente válido bater um papo com um residente sobre esse assunto e extrair dessa conversa as informações relevantes que ele pode oferecer. Se possível, você pode perguntar se essa pessoa ainda tem alguns conteúdos da prova.

Dicas para os checklists

Como você sabe, as estações são diferentes umas das outras. Logo, cada uma exige um atributo específico do candidato. É impossível saber os desafios que você vai enfrentar nas estações.

Por essas razões, é válido listar todos os seus afazeres. Ou seja, você vai fazer uma checklist parecida com a utilizada na prova. De acordo com os seus acertos e realizações, você vai dar um check na tarefa efetuada.

De começo, é normal esquecer de algumas coisas. Depois, você vai ficar craque e não vai errar ou esquecer de nada. Se você treinar todos os dias, essas práticas vão se tornar rotina e tudo vai fluir naturalmente.

Pronto para mandar bem na prova prática de residência médica da Unesp?

Agora, pra finalizar, você sabia que a segunda fase faz toda a diferença na sua nota final? É isso mesmo! Ela pode, inclusive, te colocar em várias posições à frente dos concorrentes! E nessa parte da prova, é o CRMedway que irá te dar o necessário para mandar bem. São mais de 300 checklists na íntegra e mais de 40 estações simuladas para você ficar por dentro de tudo que rola na prova prática, além de ter em mãos um Atlas Multimídia para estudar por meio da revisão de imagens e muito mais! Faça já sua inscrição no CRMedway Online ou no CRMedway Online+Presencial clicando AQUI!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.