Carregando

Curso online para residência médica: como se adaptar para aprender a distância

Fala, pessoal! Hoje o nosso assunto é curso online para residência médica. Sabemos que a graduação em Medicina não é nada fácil. A quantidade de disciplinas práticas é imensa, desde o ciclo básico (do 1º ao 4º semestre) até o ciclo clínico-cirúrgico (5º ao 8º semestre).

São diversas aulas no laboratório de Anatomia, até chegar nos últimos dois anos, em que a prática é ainda mais intensa no internato. É nesse momento em que o aluno normalmente começa a procurar um cursinho para estudar pra passar na residência médica dos seus sonhos.

Mas, com tantas horas na faculdade e no hospital, correndo atrás de aprender diversas práticas, discutir casos e acompanhar procedimentos, fica um tanto cansativo ter ainda mais horas de aula presenciais para estudar para as provas de residência, né? É aí que está o X da questão. Se você concorda com isso, talvez a melhor opção para otimizar seu tempo e tornar os estudos menos cansativos seja um curso online. Porém, manter a disciplina e o rendimento no ensino a distância ainda é um desafio que os alunos encontram na preparação para a residência. Então, se você quer dicas de como se adaptar para também aprender a distância no curso online para residência médica? Bora lá!

Imagem ilustrativa sobre curso online para residência médica
Quer conferir as dicas para aprender a distância no curso online para residência médica? Continue lendo!

Como funciona o curso online para residência médica?

Bom, existem vários tipos de cursos online para residência médica. O primeiro tipo é o Intensivo, que possui um tempo de duração menor e, normalmente, são semestrais. O Intensivo é mais indicado para os estudos na reta final, porque prioriza passar somente os conteúdos mais cobrados, e também serve como forma de revisão geral.

O outro tipo é o Extensivo, que é um curso com maior tempo de duração e, em geral, costuma ser anual. Com maior tempo para preparação, os conteúdos são mais aprofundados, normalmente mais completos e requer menos tempo de dedicação diária pelo aluno.

Há também o Extensivo Programado, com a duração de 2 anos para os alunos do 5o ano que já querem começar a se preparar para as provas de residência. Com o tempo ainda maior para a preparação. Nele, alguns conteúdos com menor incidência de cair nas provas de residência são estudados de forma mais aprofundada.

E, por último mas não menos importante, a Mentoria. Esse curso não é voltado para conhecimentos teóricos da Medicina, mas em técnicas de estudo e organização. Na Mentoria o aluno aprende a organizar seus estudos, fixar os conteúdos e otimizar seu tempo para atingir os melhores resultados. Esse tipo de cursinho é indicado para quem sente que está empacado nos estudos e quer aumentar seu rendimento.

Agora que você já sabe um pouco sobre cada tipo de curso online para residência médica, já pode começar a fazer sua auto-análise e pesquisas para ver qual se encaixa melhor com as suas necessidades. E se você quiser ainda mais dicas, dá uma conferida no nosso artigo Guia para escolher entre os melhores cursos online para residência médica.

A pandemia e os cursos online

Você já deve estar careca de saber, mas a pandemia da COVID-19 aumentou demais a procura por cursos online para residência médica. Com as aulas presenciais paralisadas, inclusive as aulas práticas da graduação em Medicina, a única opção para todos era o temido EAD. Agora, com a volta gradual e híbrida das aulas presenciais, a reposição das aulas práticas muitas vezes ocorre de forma acelerada.

O ensino a distância apresentou diversos novos desafios pros alunos de Medicina, como dificuldades com a Internet, o cancelamento das aulas nos laboratórios ou hospitais, e a inclusão dos estudos e das aulas remotas na rotina. Com todas essas adversidades em conta, como podemos conciliar os horários de aula com a preparação para a prova?

Como aprender à distância com curso online para residência médica

Com várias horas de aulas práticas que estão sendo repostas às pressas ou voltando ao ritmo normal, somadas às aulas teóricas na faculdade, nem sempre sobra tempo e energia pra se deslocar pro cursinho e ficar mais tempo fora de casa, além de ainda não ser 100% seguro, né?

Com tudo isso que já falamos em mente, os cursos de residência médica online são uma boa alternativa para conciliar os horários de aula com a preparação para a prova, especialmente para os alunos do 5º e 6º ano. Agora, vamos ver como mudar a chave entre a rotina de aulas presenciais e aulas online, além de se organizar para vencer o medo do EAD e conseguir aprender a distância!

Rotina

Bom, a primeira dica essencial é algo que você já deve ter ouvido muitas vezes, mas que nós não podemos deixar de mencionar: crie uma rotina! Não estamos falando só de estudos, mas uma rotina diária. É importante a seguir religiosamente. Um dos maiores problemas no EAD para muitos alunos é a falta de um dia a dia regrado, mas não caia nessa armadilha. Há uma grande diferença entre acordar na hora da aula e acordar mais cedo para chegar mais preparado, entre assistir as aulas gravadas no seu horário determinado e assistir quando der na telha, etc. Somente um dia sem seguir a sua rotina pode fazer todo o seu estudo desandar. A força do hábito é muito importante, então, se empenhe para criar uma rotina produtiva e não quebrá-la.

Disciplina

Outro erro muito comum dos estudantes em ensino a distância é agir como se estivesse em casa, e não em um ambiente de estudos. Se você estivesse numa sala de aula, com um professor e outros alunos, provavelmente você não ficaria mexendo no celular, comendo ou fazendo outras atividades ao invés de prestar atenção e fazer anotações, correto? Portanto, aja no seu local de estudos em casa como se estivesse na sala de aula ou na sala de estudos do cursinho. Resista à tentação de assistir à aula na cama, mantenha a postura de um curso presencial. Além disso, se tem distrações ao seu redor, como celular ou televisão ligada, procure desligá-los ou afastá-los até que chegue seu momento de descanso.

Estrutura

Sabemos que nem sempre essa dica é factível, ainda mais quando não moramos sozinhos. Mas, se possível, estude em um local separado do seu local de descanso. Separar os ambientes é uma maneira muito boa de ensinar ao cérebro onde devemos focar e onde devemos descansar. Por isso, estudar no quarto, só como última opção. Além disso, investir em uma internet rápida e com uma boa conexão é uma boa também, se você puder.

E aí, curtiu as dicas para estudar em curso online para residência médica?

Agora você já está preparado para fazer seus estudos online renderem muito mais! Ah, e para mais dicas, confira nosso artigo 5 dicas de como estudar online para a residência médica. Caso você queira turbinar ainda mais os seus estudos, dê uma olhada no Extensivo Medway, nosso curso com videoaulas ao vivo e gravadas sobre os temas que você realmente precisa saber para ingressar nas principais instituições de SP

Nós também oferecemos um app com milhares de questões comentadas e acesso ao curso Intensivo São Paulo a partir do meio do ano. Ah, além disso, temos outra dica que também pode te interessar. 

E se você quer ainda mais conteúdo, na Academia Medway disponibilizamos vários conteúdos completamente gratuitos, como minicursos e e-books, como o e-book 20 Questões Comentadas de Cirurgia UNIFESP

Ah, e se você estar prestes a entrar no Internato, saca só essa dica: todos sabem que o internato prepara para a vida, mas você também tem que estar preparado para ele! E é por isso que nós, sabendo que essa é uma etapa que causa insegurança em muitos alunos, criamos o Curso Gratuito de Internato! Com 16 aulas em um só módulo, ele vai aprimorar os seus conhecimentos e você estará pronto para enfrentar todos os desafios que aparecerem pela frente ao longo dessa jornada. Clique AQUI e se inscreva já!

Por hoje é só, galera. Pra cima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.