Carregando

Especialidades clínicas menos concorridas: saiba quais são

E aí, moçada? Hoje a gente está aqui para falar um pouco mais sobre as especialidades clínicas menos concorridas em algumas das principais instituições do país. É isso mesmo! Depois do pré-requisito em Clínica Médica, muita gente quer se especializar ainda mais.

No entanto, nem todos os programas disponíveis têm aquela concorrência enorme e que tanto preocupa os candidatos na residência médica. O que não é motivo para relaxar na preparação, porque as estatísticas podem mudar quando chegar a sua vez de fazer a prova.

Mas é bom ficar por dentro dessas informações, para ter uma ideia do que você pode enfrentar nessa desculpa. E, de quebra, usar isso para impulsionar seu foco nos estudos. Agora, vamos ao que interessa!

Quais são as especialidades clínicas menos concorridas?
Quais são as especialidades clínicas menos concorridas?

As especialidades clínicas menos concorridas

Bom, para passar para vocês quais são as especialidades clínicas menos concorridas, quatro instituições renomadas e bastante procuradas pelos candidatos foram escolhidas. São elas USP, Unicamp, IAMSPE e Santa Casa. Confira mais detalhes a seguir.

USP

A USP oferece 54 especialidades, sendo que a maioria delas é realizada no Hospital das Clínicas da FMUSP. O espaço é considerado o maior complexo hospitalar acadêmico de toda a América Latina. Por lá, a Clínica Médica é uma especialidade bastante requisitada.

Como consequência, suas subespecialidades clínicas também. Muita gente que já concluiu o pré-requisito na instituição decide continuar a formação e a prática médica por lá. Ainda assim, alguns programas apresentam menor interesse por parte dos residentes, o que é o caso das seguintes:

Especialidade ClínicaRelação Candidato/Vaga
Alergia e Imunologia1.67
Reumatologia3.33
Pneumologia4.56
Cardiologia4.77

A Alergia e Imunologia lidera a lista, com menos de 2 candidatos por vaga. As demais apresentam um leve aumento, mas ainda assim, em comparação a outras, têm uma concorrência muito menor.

Isso significa que os programas são de menor qualidade? De forma alguma! Pelo contrário, a USP é referência em absolutamente tudo quando se trata de Medicina. Portanto, aproveite os números para se dedicar bastante e se consolidar acima da média na vaga de uma dessas opções.

Unicamp

O programa de Clínica Médica é também um dos mais concorridos na Unicamp. Suas subespecialidades são ministradas por profissionais renomados na área, e as atividades da residência médica acontecem no Hospital das Clínicas, que tem uma super infraestrutura.

Então, a expectativa da galera é alta para vivenciar experiências incríveis ao longo desse período. No entanto, a instituição também tem algumas especialidades clínicas menos concorridas. Confira!

Especialidade ClínicaRelação Candidato/Vaga
Alergia e Imunologia2.0
Cancerologia Clínica4.40
Reumatologia5.50
Pneumologia8.0

Bom, mais uma vez a Alergia e Imunologia aparece na lista, sem muita diferença no padrão da USP. A principal novidade na lista é a Cancerologia Clínica, que por vezes é também chamada de Oncologia Clínica.

Mesmo que os casos de câncer tenham índices altos em nosso país, a especialidade ainda está em crescimento. Contudo, apresenta excelentes oportunidades para quem quer entrar na área, o que pode ser um incentivo a mais se você estiver na dúvida sobre se decidir por ela.

IAMSPE

Outra instituição que não poderia ficar de fora desse apanhado é o IAMSPE, ou Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual. Os residentes atuam principalmente no Hospital do Servidor Público Estadual, que atende cerca de 1,3 milhão por ano.

E 30 mil exames de imagem realizados por mês. Ou seja, seja qual for a especialidade clínica que você escolher atuar, saiba que terá muito trabalho para fazer! Mas, entre aquelas que têm uma procura menor pelos candidatos, as que mais se destacam são:

Especialidade ClínicaRelação Candidato/Vaga
Alergia e Imunologia1.50
Cardiologia2.67
Nefrologia5.75
Geriatria5.80

É, pelo visto, a Alergia e Imunologia é a principal especialidade menos concorrida de todos os tempos, porque não para de aparecer nas listas. E depois da Cardiologia, a Nefrologia e a Geriatria aparecem quase empatadas.

No entanto, essas duas últimas em especial têm uma demanda grande por médicos. A primeira, porque é considerada relativamente nova, e a segunda, porque a população brasileira está envelhecendo rapidamente. Quem sabe você não aproveita a oportunidade para sair na frente da concorrência e ainda conseguir uma excelente chance de trabalho?

Santa Casa

As especialidades clínicas da Santa Casa de São Paulo também são um grande sucesso entre os residentes. Os programas são de qualidade ímpar, liderados por professores de grande experiência, e que acontecem em um complexo hospitalar muito completo, onde um número significativo de atendimentos é prestado.

Fica até difícil acreditar que algumas delas têm uma concorrência mais baixa, dada a excelência do conteúdo e das práticas. Mas, acontece, não é mesmo? E a lista dessa instituição fica da seguinte forma:

Especialidade ClínicaRelação Candidato/Vaga
Oncologia Clínica3.50
Pneumologia4.0
Geriatria6.00
Nefrologia e Reumatologiaambas com 7.0

É como se a Santa Casa reunisse as especialidades que mais se repetiram nas outras instituições. Porém, essa instituição, mesmo com estatísticas menores para esses programas, há uma concorrência mais acirrada em comparação às que já mostramos por aqui.

Portanto, se você quer ter a Santa Casa em seu currículo, não se deixe enganar pelos números. Ainda assim, é um tanto considerável de candidatos que você precisa ultrapassar, e pode ser que os números aumentem ainda mais quando chegar a sua vez de prestar a prova.

Pronto, agora você já sabe quais são as especialidades clínicas menos concorridas

Pra finalizar este texto, que tal só investir em um bom curso de R3 para turbinar sua preparação? Inscreva-se no Extensivo R3 de Clínica Médica para estudar com os melhores e ter acesso a materiais de qualidade ímpar que vão te ajudar a ter resultados incríveis nas provas!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
DjonMachado

Djon Machado

Catarinense e médico desde 2015, Djon é formado pela UFSC, fez residência em Clínica Médica na Unicamp e faz parte do time de Medicina Preventiva da Medway. É fissurado por didática e pela criação de novas formas de enxergar a medicina.