Carregando

Modelo de cronograma de estudos para a residência médica

Fala, pessoal! Já fizemos um post aqui no blog com algumas dicas gerais de como fazer um cronograma de estudos para as provas de residência médica, no qual ressaltamos a importância de ter um cronograma próprio, ao invés de simplesmente seguir o proposto  pelo cursinho. Agora, vamos te mostrar o bê-a-bá do modelo de cronograma de estudos: um passo a passo para você montar um cronograma personalizado, que seja realista e eficaz para você conquistar a aprovação na sua residência dos sonhos!

Agora, bora lá?

Escolha como vai fazer seu modelo de cronograma de estudos

O modelo de cronograma de estudos normalmente segue o padrão de um calendário semanal, mensal e/ou anual, dividido entre seus horários de aula e outras atividades como resolução de exercícios, provas antigas, revisões e horários de refeição ou descanso. Esse calendário pode ser feito por meio de diversas plataformas. Aqui vão algumas sugestões de ferramentas para criar seu cronograma:

  • Excel: Você pode fazer um da maneira clássica, pelo Excel, e imprimi-lo ou apenas checá-lo no computador ou aplicativo quando necessário. O seu ponto forte é a simplicidade para os que já estão habituados com o programa. Mas, em contrapartida, para os que nunca usaram podem surgir algumas dificuldades. Além disso, os programas do pacote Office são pagos.
  • Cronograma impresso: essa é uma maneira ainda mais clássica: imprimir um cronograma em branco já pronto na internet e escrever a mão todos os seus horários. O ponto forte é que não é necessário baixar nenhum programa ou aplicativo e a maneira de fazer é bem simples. O ponto baixo é que algumas pessoas podem não ter acesso tão fácil a uma impressora.
  • Google Agenda: o Google Agenda ou Calendar é um programa gratuito do Google, em que você pode adicionar tarefas semanais, mensais, anuais ou pontuais. É um programa bem intuitivo e com poucas complicações para o usuário. Além disso, ele também envia notificações como lembretes dos seus horários e compromissos.

Ainda há outros aplicativos como Evernote e Trello, que funcionam como uma planilha de notas mais elaborada. No Evernote é possível fazer anotações e lembretes e no Trello quadros com tarefas a serem cumpridas. Eles funcionam de maneira parecida, mas talvez as outras três opções acima sejam mais simples e objetivas para criar um modelo de cronograma de estudos para a residência médica.

Sendo assim, quais são as melhores dicas para estruturar o seu cronograma de estudos? Bom, na Jornada de Aprovação na Residência Médica, um evento único que vai rolar entre os dias 04 e 07 de outubro, você vai aprender em uma de 4 aulas online e ao vivo a melhor forma de estruturar um cronograma, então, de cara, já indico que você faça já sua inscrição clicando AQUI. Mas fica tranquilo, pois algumas dicas a gente já mostra a seguir!

Defina horários

Agora que você já escolheu a plataforma mais adequada pra montar seu cronograma, vamos te mostrar como dividir e definir os seus horários de estudo para preenchê-lo. Vamos lá?

  1. Por ordem de prioridade

Divida seus estudos por ordem de prioridade. Já explicamos mais detalhadamente em outro post como você pode fazer essa divisão através do método da Matriz de Eisenhower, mas basicamente funciona assim: separe entre seus afazeres o que é

  • importante e urgente (prioritário)
  • importante não urgente (alta prioridade)
  • urgente não importante (prioridade intermediária)
  • não urgente nem importante (prioridade baixa)

Para ter certeza de quais assuntos são ou não importantes, confira os Guias Estatísticos das Instituições que você vai prestar a prova. Assim, com a Matriz de Eisenhower + os Guias Estatísticos, você vai saber exatamente quais assuntos priorizar. O que cai pouco e o que você já sabe, desapegue. Lembre-se que não tem como estudar absolutamente todos os conteúdos da apostila. Foque nos resultados!

  1. Por conteúdos atrasados

Caso você esteja com alguns estudos atrasados, não se desespere! Na hora de fazer o seu modelo de cronograma de estudos, considere o que ainda é possível de ser estudado, o que vale a pena e, é claro, como correr atrás do atraso no menor tempo possível. Os assuntos que você não pode abandonar são Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria e Medicina Preventiva. A partir disso, tente encaixar outros temas prioritários atrasados no seu cronograma.

  1. Por diferentes atividades

Também se atente a não ficar preso no mesmo assunto ou atividade por horas. Quando montar sua grade de horários, não separe muito tempo para fazer a mesma coisa, como horas lendo apostilas. Sempre intercale atividades diferentes. Vá alternando!

  1. Por tempo estimado

Agora que você já sabe quais tarefas priorizar, como inserir as matérias atrasadas no seu cronograma de estudos e a importância da alternância, vamos pro penúltimo passo! Estime quanto tempo levará para completar cada tarefa. Assim se tornará muito mais fácil preencher o modelo de cronograma de estudos para residência médica de acordo com o seu ritmo pessoal. Seja realista, mas também não se esqueça de se esforçar para otimizar seu tempo.

  1. Horários de descanso

Por último, mas não menos importante, vamos ressaltar a importância da saúde mental neste período de estudos para a residência. Claro que a rotina não vai ser a mesma, mas manter alguns horários para fazer pausas e para exercícios físicos é importante, pois o fator físico e psicológico também conta muito na hora de fazer provas. Estude muito, mas não se esqueça que você não é de ferro, tá ok?

Dica extra: não se esqueça de anotar no cronograma as datas das provas! Confira os editais das instituições que você pretende concorrer e já deixe todas as datas marcadas. Isso vale para as provas, mas também para outras datas importantes. O início e o fim das inscrições são um exemplo. Não corra o risco de perder as datas mais importantes nessa sua jornada de estudos!

Metrifique seus resultados!

Não siga cegamente o seu cronograma de estudos para a residência médica! Metrificar os seus resultados é a melhor maneira de saber como melhorar a sua performance. E a melhor maneira de metrificar os seus resultados é através da resolução de questões. Resolver questões, seja por conteúdo separado ou por provas antigas e simulados, além de ser o método de estudo mais ativo e eficaz na hora de fixar os conteúdos, é também perfeito para saber como você está se saindo. 

É imprescindível saber exatamente em quais áreas você precisa melhorar, assim aumentando seu tempo de estudo nelas, ou quais áreas você já se tornou um expert, podendo abrir espaço para aprender outras coisas! Na hora da correção, pergunte-se: “Onde errei? Por que errei? Onde posso melhorar?” Desse jeito, quando você souber quais conteúdos precisa dar mais atenção, pode aumentar o tempo de estudo deles no seu cronograma. Não valorizamos o esforço, valorizamos o resultado! Fechou?

E aí, já está pronto para montar seu modelo de cronograma de estudos?

Esperamos que você tenha gostado e esteja preparado pra fazer um modelo de cronograma de estudos para a residência médica que vai te colocar na frente da concorrência! Se você curtiu esse conteúdo, aposto que você vai adorar o nosso Podcast Projeto R1 São Paulo! Nele, entrevistamos residentes de diversas instituições e especialidades. Lá, você vai ouvir histórias e aprender dicas que também podem te ajudar na preparação. 

Agora, eu tenho um convite para você, aluno de Medicina que está estudando bastante para a prova de residência médica: estamos com tudo pronto para a Masterclass deste ano! Na Masterclass, o maior evento de Mentoria em residência médica do Brasil, você vai aprender o caminho para chegar aos 80% e ser aprovado em todas as provas de residência que você prestar. E a edição 2022 está cheia de novidades! Entre os dias 17 e 23/01, além de 3 aulas grátis, você vai ter plantões de dúvidas com o time de mentores da Medway e até a oportunidade de testar a Medway Mentoria gratuitamente! Inscreva-se!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.