Carregando

Como fazer um cronograma de estudos para prova de residência médica

Fala, moçada! Com a liberação de alguns editais, as provas de residência médica vêm se aproximando cada vez mais. Pensando nisso, recentemente publicamos um post sobre como revisar para os exames nessa reta final, e hoje vamos te falar um pouco sobre um bloqueio famoso que surge na hora de estudar, além de dar algumas dicas sobre como fazer um cronograma de estudos.

Talvez você tenha olhado meio torto pra essa parte do cronograma, pois é bem possível que você já tenha um, fornecido pelo cursinho que está fazendo. E em relação a isso, a gente já te adianta: você NÃO deve seguir o cronograma do cursinho às cegas! Quer saber por que pensamos assim? Então vem com a gente!

Uma imagem da nossa Masterclass no texto sobre modelo de cronograma de estudos para residência médica

Mas antes de continuar, tenho um convite bem interessante para te fazer! É o seguinte: você é um daqueles que não está conseguindo alavancar a sua nota nas provas de residência médica? Calma! Essa é a situação de bastante gente. Por isso, entre os dias 17 e 23/01 você pode acompanhar a nossa Masterclass de como passar na residência médica. Além de 3 aulas, você ainda conta com plantões de dúvidas para sentir e testar a Medway Mentoria. Com isso, você dará os primeiros passos para a sua evolução até chegar aos 80% de aproveitamento na Residência. Não vai perder, certo? Então se inscreva agora mesmo por aqui!

Agora, vamos pra cima!

Por que você não deve seguir o cronograma do cursinho

É muito comum que cheguem alunos pra gente que contam casos quase sempre assim: o ano começou, o gás tava lá no alto, e o cara, depois de se inscrever no cursinho, ganha todo um estoque de apostilas. Umas apostilas tão bonitas, tão cheias de conteúdo, que alguns chegam a pensar que vão até aprender por osmose!

Imagem ilustrativa de cadernos

Daí o aluno vai lendo as apostilas, seguindo o cronograma montado pelo cursinho sem questionar, mas ao começar a fazer simulados, percebe que os resultados não estão sendo tão bons quanto o esperado. Nesse momento, muita gente acaba concluindo que o problema não é o cronograma, e sim eles mesmos, pois talvez não estejam se dedicando tanto ou algo do tipo.

O ponto onde a gente quer chegar é que essa conclusão tá errada! Esse método de estudo para as provas de residência médica não funciona porque seguir o cronograma do cursinho às cegas é uma estratégia ruim! Então quais estratégias de preparação são realmente úteis e que vão me levar à aprovação? Aí que nós podemos te ajudar! A partir do dia 4 de outubro, vamos promover a Jornada da Aprovação na Residência Médica, um evento gratuito com aulas ao vivo sobre os seguintes temas:

  • Os erros que você comete na sua preparação
  • A metodologia e as técnicas de estudo de quem é aprovado em todas
  • A forma correta de revisar o conteúdo
  • Estruturando o seu cronograma de estudos

Para participar, acesse o site da Jornada da Aprovação e se inscreva. Vem com a gente para aumentar suas chances de passar em uma residência médica que vai fazer toda diferença na sua carreira!

Voltando, agora vamos falar do cronograma de estudos personalizado. Mas antes de abordar a questão de como fazer um cronograma de estudos pra você mesmo, precisamos falar de por que não vemos, aqui na Medway, eficácia na estratégia que mencionamos aí em cima.

Pra isso, precisamos falar do bloqueio da boiada.

Bloqueio da boiada: a importância de um cronograma de estudos personalizado

Nós falamos um pouco mais sobre ele e tocamos em outros bloqueios no nosso e-book 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência médica mas, de maneira geral, o bloqueio da boiada quer dizer “seguir tudo que os outros falam sem questionar”. Ser um “maria vai com as outras”. Nesse caso, se refere a seguir ferrenhamente o cronograma do cursinho como se ele tivesse sido feito especialmente pra você – o que não é o caso.

Imagem ilustrativa "Eu só estou fazendo o que os outros estão fazendo"
“Eu só estou fazendo o que os outros estão fazendo”

Tenha isso em mente: se serve pra todo mundo, não serve pra você. Cronogramas de cursinho são projetados para uma porção de pessoas completamente diferentes, e é impossível que eles funcionem pra todo mundo – na verdade, é muito comum não funcionarem nem pra quem se dedica bastante.

Isso não é pra dizer que os materiais de cursinho são ruins, pois muitas vezes não são. A questão é que é necessário saber usá-los, e utilizar uma estratégia projetada pra todo mundo não é um caminho que nós recomendamos. E aí vai mais um mantra pra você: se você quer ter resultados diferentes da média, você tem que ter comportamentos diferentes da média

O que queremos dizer com isso? Ora, que você deve começar a pensar em como fazer um cronograma de estudos próprio! Ninguém pode te dar um cronograma pronto, pois você tem especificidades que só você conhece. Isso diz respeito não só à maneira de estudar, mas a questões de rotina também.

O que a gente pode fazer, no entanto, é te dar algumas dicas pra quando você for montar seu próprio cronograma.

Dicas de como fazer um cronograma de estudos para as provas de residência médica próprio

Antes de tudo, é importante que você se faça uma série de perguntas: como você vai montar o cronograma? O que você precisa colocar? Qual o balanço ideal do tempo entre estudos e outras atividades? Quais os conteúdos aos quais você vai dar prioridade? Como você vai medir os resultados?

Como montar? O que colocar? Como balancear o tempo?

Uma forma de divisão do tempo que recomendamos é a Matriz de Eisenhower. Basicamente, ela consiste em separar seus afazeres entre o que é:

  • importante e urgente – o que te vai levar ao seu objetivo;
  • importante não urgente – que vão te levar ao seu objetivo, mas não têm prazo;
  • urgente não importante – que têm prazo, mas não necessariamente vão te levar ao objetivo;
  • não urgente nem importante – não irão te ajudar.

Ter essa noção de o que fazer primeiro e o que delegar para depois – pois nem tudo que você precisa fazer é necessariamente ligado à residência médica – é muito importante pra se fazer uma boa distribuição de tempo no cronograma, e a Matriz de Eisenhower auxilia muito bem nessa questão.

Quais conteúdos priorizar? Como medir os resultados?

Sempre recomendamos priorizar conteúdos de Preventiva, GO e Pediatria, pois eles tendem a ter o melhor custo-benefício entre as grandes áreas. Conteúdos como Clínica Médica e Cirurgia Geral, apesar de importantes, são mais difíceis e extensos, algo que, especialmente nessa reta final, com as provas de residência virando a esquina, não é benéfico pra você.

Em relação a métricas de resultado, outra técnica que recomendamos são as Horas Líquidas Produtivas (HLP), um método de estudos que consiste em cronometrar o tempo em que você está efetivamente focado e fazendo suas tarefas, pra que saiba o quanto realmente estudou ao fim do dia ou da semana. Caso o rendimento não esteja sendo tão satisfatório, talvez seja um indicador de que é necessário alterar pontos do cronograma e se fazer, novamente, as perguntas que mencionamos sobre como fazer um cronograma de estudos.

Além disso, claro: questões, questões e mais questões – além de simulados e, eventualmente, provas na íntegra! Sempre comentamos isso, mas a resolução de questões é um dos melhores métodos na hora de medir os resultados.

Recapitulando

Temos, então, que evitar cair no bloqueio da boiada, e nos lembrar que, para obter resultados diferentes da média, é necessário ter comportamentos diferentes da média. Ninguém pode nos dar algo pronto, pois o que é feito pra todo mundo não foi feito pra você. Por conta disso, é importante se fazer as perguntas sobre como fazer um cronograma de estudos, e montá-lo a partir das suas próprias especificidades, com o auxílio de técnicas de estudo.

Pode parecer muito chato e trabalhoso ter de aplicar várias técnicas de organização de estudos e “engessar” a sua rotina. Você talvez ache isso agora. Mas eu garanto: montando um bom cronograma de estudos próprio e seguindo ele, tenho certeza que você vai conseguir melhorar muito seus resultados.

Se quiser uma mão para brilhar nesses estudos e nas provas de residência médica, a Medway pode te ajudar! A Mentoria 2021 é a oportunidade perfeita para quem precisa de orientação sobre rotinas e metodologias de estudo, transmitindo a confiança necessária pra que você conquiste a aprovação na residência dos seus sonhos! Inscreva-se agora!

Fora isso, te convido mais uma vez a baixar nosso e-book com os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência médica, pois o bloqueio da boiada é só um deles. Pode ser que você descubra que seu problema na verdade é outro, e aí fica muito mais fácil seguir a caminho da residência que você quer. Confere lá!

Até a próxima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.