Carregando

Quanto ganha um cirurgião nas diferentes subespecialidades?

Muito se questiona sobre quanto ganha um cirurgião. No Brasil, a área médica de cirurgia é a terceira com maior número de médicos titulados. Complexa, ela exige que o profissional estude bastante e esteja sempre atualizado – por outro lado, também oferece muitas possibilidades de atuação. Suas subespecialidades são variadas e permitem atividades pré, per e pós-operatório. Ou seja, a carga de trabalho é bem intensa, não é mesmo? Sendo assim, quanto ganha um cirurgião com base em tudo o que é realizado em sua rotina? Dependendo da subespecialização, esse profissional pode chegar aos salários mais bem pagos da Medicina. Confira a seguir!

Leia o texto abaixo para saber quanto ganha um cirurgião no Brasil!
Quer saber quanto ganha um cirurgião em cada uma das subespecialidades cirúrgicas? Continue lendo!

Antes de saber quanto ganha um cirurgião, veja quais as suas principais funções

O cirurgião geral atende em hospitais e, normalmente, é solicitado para dar pareceres em casos de dúvidas diagnósticas. Por isso, precisa de formação básica em clínica cirúrgica e ter excelentes conhecimentos em semiologia médica e fisiopatologia.

Além disso, esse profissional também trabalha em atendimentos ambulatoriais, emergências e cirurgias eletivas. Ele precisa do auxílio de uma equipe multidisciplinar para executar suas atividades, e do apoio de outras áreas, como a radiologia e a anestesia.

Durante a residência, o cirurgião ainda se aprofunda em técnicas operatórias e exerce sua habilidade manual. Em resumo, suas funções são de grande responsabilidade e é preciso muitas horas de estudo para aperfeiçoá-las.

Quanto ganha um cirurgião geral?

O cirurgião geral tem uma faixa salarial entre R$6.492,50 e R$17.015,83 mensais. É o que aponta o site Salario.com.br junto a dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web com base nas informações de 586 salários. É claro que esse valor varia de acordo com a cidade onde o profissional atua, com as atividades que realiza, com os cursos de atualização que faz, entre outros fatores. Varia, também, caso ele opte por atuar com uma subespecialidade. É sobre elas que vamos fala no próximo tópico.

Saiba quanto ganha o cirurgião em cada subespecialidade.
Descubra a seguir quanto ganha um cirurgião em cada subespecialidade: média e teto salarial.

Quais são as diferentes subespecialidades cirúrgicas e quanto ganha um cirurgião em cada uma delas?

Para responder a essa pergunta, coletamos dados de salários divulgados pelo site Trabalha Brasil, que fez a pesquisa tendo como fonte currículos cadastrados no Banco Nacional de Empregos e contribuições salariais do Salário BR nos últimos doze meses. É bom lembrar que os valores podem ser muito maiores do que esses se você trabalhar com pacientes particulares ou com tecnologias mais modernas, como é o caso da cirurgia robótica, por exemplo!

Para detalhar quanto ganha um cirurgião, é preciso falar um pouco a respeito das diferentes subespecialidades cirúrgicas. Primeiro, é preciso fazer uma residência em Área Cirúrgica Básica, com a duração de dois anos, ou em Cirurgia Geral, com duração de três anos. Fica de olho na diferença entre elas:

Qual a diferença entre Cirurgia Geral e Área Cirúrgica Básica

Bom, a resposta para isso não é tão complexa. A grande diferença entre as duas especialidades está no que o estudante deseja para o próprio futuro. A Área Cirúrgica Básica é uma residência de 2 anos com acesso direto que garante ao médico as bases para fazer uma subespecialização em qualquer área cirúrgica com pré-requisito. Já a Cirurgia Geral é uma especialidade médica para quem deseja se aprofundar mais na própria área, criando um conhecimento mais amplo sobre a Cirurgia Geral. O curso tem duração de 3 anos e também garante o acesso às áreas cirúrgicas com pré-requisito.

Então, depois dos dois casos você pode se especializar em:

Urologia

A residência em Urologia dura três anos. Um cirurgião urologista trabalhando em uma instituição de grande porte pode ganhar, em média, R$7.333,97 no início de carreira. Um profissional bem estabelecido e experiente pode receber até R$17.905,20.

Mastologia

Na Mastologia, a residência é de dois anos. A média salarial de um profissional no início da carreira trabalhando em uma instituição de grande porte é de R$3.709,24, mas um profissional já bem estabelecido pode receber até, em média, R$9.055,76.

Cirurgia Plástica

A residência médica em cirurgia plástica é de três anos. E quanto ganha um cirurgião plástico? No início da carreira, trabalhando em uma grande instituição, um médico cirurgião plástico pode receber, em média, R$9.605,30. Ao longo da carreira, pode ganhar até, em média, R$23.450,43. Há alguns anos, o site de empregos Catho publicou uma pesquisa em que mostrava que a Cirurgia Plástica era a especialidade médica mais bem paga do Brasil. Apesar de esse dado ser de 2014, é notável que a área se encontra em crescimento até hoje.

Cirurgia Torácica

Na Cirurgia Torácica, o profissional faz a residência por dois anos. Seu salário é cerca de R$7.198,51 no início da carreira, trabalhando em uma grande instituição. Um médico cirurgião torácico pode ganhar até, em média, R$17.574,49 ao longo da carreira.

Cirurgia Vascular

A residência em Cirurgia Vascular dura dois anos. Um médico cirurgião vascular pode ganhar, em média, R$7.760,48, no início da carreira, trabalhando em uma grande instituição, mas um profissional com mais experiência pode receber até, em média, R$18.946,49.

Cirurgia Pediátrica

Na Cirurgia Pediátrica, a residência médica dura três anos. O salário do médico cirurgião pediátrico no início da carreira é de, em média, R$7.178,05, trabalhando em uma grande instituição, mas seu salário pode chegar até R$17.524,54, em média, ao adquirir mais experiência.

Cirurgia Cardiovascular

Para a Cirurgia Cardiovascular, a residência médica é de acesso direto e dura cinco anos. Um cirurgião cardiovascular pode ganhar, em média, R$7.760,48 no início da carreira, trabalhando em uma grande instituição. Ao longo da carreira, esse profissional pode receber até R$18.946,49, em média.

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Para Cirurgia do Aparelho Digestivo, a residência médica dura 2 anos. Um médico cirurgião desta subespecialidade pode receber por volta de R$6.381,44 no início de carreira trabalhando em uma grande instituição, mas, ao longo da sua carreira, pode receber até R$15.579,69, em média.

Quanto ganha um cirurgião nas diferentes subespecialidades?

Agora, confira nossa tabela elencando os possíveis salários de um cirurgião nas diferentes subespecialidades cirúrgicas:

CargoMédia SalarialTeto Salarial
Cirurgião plásticoR$9.605,30R$23.450,43
Cirurgião mastologistaR$3.709,24R$9.055,76
Cirurgião urologistaR$7.333,97R$17.905,20
Cirurgião torácicoR$7.198,51R$17.574,49
Cirurgião vascularR$7.760,48R$18.946,49
Cirurgião pediátricoR$7.178,05R$17.524,54
Cirurgião cardiovascularR$7.760,48R$18.946,49
Cirurgião do aparelho digestivoR$6.381,44R$15.579,69
Tabela sobre quanto ganha um cirurgião nas diferentes subespecialidades.

Gostou de saber mais sobre quanto ganha um cirurgião nas diferentes subespecialidades cirúrgicas?

Agora que você já sabe quanto ganha um cirurgião nas diferentes subespecialidades cirúrgicas e o que é preciso fazer para começar a atuar em cada uma, pode começar a planejar seu futuro. E, é claro, aperfeiçoar conhecimentos e habilidades!

Como se tornar cirurgião?

Como já falamos, a residência em Área Cirúrgica Básica (também chamada de Programa de Pré-requisito em Área Cirúrgica Básica em algumas instituições), com duração de dois anos, é o primeiro passo para se tornar especialista em alguma dessas subespecialidades, mas você também tem a opção de se tornar um cirurgião geral primeiro — é só optar pela residência em Cirurgia Geral, que dura três anos.

E não importa se você escolheu fazer residência em Área Cirúrgica Básica ou Cirurgia Geral: nada como se especializar em uma instituição de renome como USP, Unifesp, ISCMSP, IAMSPE, Unicamp não é? Para isso é preciso se preparar do jeito certo para esses processos seletivos, e a jornada é longa! Se você vai começar a se preparar para encarar a prova de residência médica, sugiro dar uma olhada no nosso e-book gratuito Os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência para já começar com o pé direito, já vencendo os bloqueios mentais que atrapalham seus estudos e te impedem de ser aprovado na residência médica dos seus sonhos!

Na Academia Medway temos vários outros materiais gratuitos pra você se preparar do jeito certo: guias estatísticos, ebooks, aulas grátis… é só começar!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.