Carregando

Cirurgia Torácica: saiba tudo sobre essa especialidade cirúrgica

Índice

Já pensou lidar, todos os dias, com uma parte do corpo que é repleta de órgãos vitais? Pois é, essa é a rotina de quem atua na área de Cirurgia Torácica. Essa subespecialidade envolve o tratamento cirúrgico na região que vai do pescoço ao diafragma e requer um grande conhecimento e preparo.

A boa notícia é que você pode se tornar um Cirurgião Torácico com a especialização certa. Assim, é possível aproveitar todas as oportunidades que essa área é capaz de oferecer.

Para não ter dúvidas na hora de tomar a decisão, venha conferir tudo sobre a Cirurgia Torácica.

Imagem ilustrativa de cirurgiões
Continue com a gente para saber tudo sobre o dia a dia da Cirurgia Torácica e seus profissionais!

O que é a Cirurgia Torácica?

A Cirurgia Torácica é uma subespecialidade da área de Cirurgia Geral e que envolve o cuidado especializado com a parte do tórax.

As cirurgias realizadas podem compreender, principalmente:

  •     pulmões;
  •     traqueia;
  •     mediastino;
  •     esôfago; e
  •     parede torácica.

Note que o coração não está incluído porque ele faz parte de outra subespecialidade: a Cirurgia Cardiovascular.

Como é a rotina de quem atua em Cirurgia Torácica?

A necessidade de uma Cirurgia Torácica pode se dar por uma doença crônica ou em evolução ou por uma emergência específica. No caso de a situação ser urgente, o cirurgião é chamado para realizar o procedimento e, mediante uma análise do quadro geral, define a melhor forma de seguir com o tratamento.

No caso das cirurgias eletivas ou que não são imediatas, é comum haver uma bateria de consultas e exames para o diagnóstico completo do problema. Com base nessas informações, o Cirurgião Torácico pode definir, junto ao paciente, a melhor forma de agir.

Depois do procedimento, ele é responsável por fazer o acompanhamento, tanto na unidade intensiva quanto após a alta.

Características do Cirurgião Torácico?

Bom, sempre batemos na tecla aqui de que um bom cirurgião deve conseguir manter uma boa relação interpessoal com os colegas, já que precisa se relacionar com outros das mais diversas especialidades médicas e multidisciplinares. No caso de quem atua em Cirurgia Torácica, é preciso sempre estar preparado para discutir sobre os casos com colegas cardiologias e pneumologistas. Ou seja, o cirurgião torácico deve ter capacidade de trabalhar bem em equipes.

Aplicar seus conhecimentos, controlar suas emoções, ter proatividade, capacidade de resolução de problemas, precisão… todas essas também são características que todo bom cirurgião deve ter e que nós já abordamos aqui no blog quando tivemos um bom papo com um cirurgião que contou tudo sobre a especialidade e o que é preciso pra ser um bom cirurgião, então sugiro dar uma boa olhada aqui!

Como é o mercado de trabalho em Cirurgia Torácica?

Para atuar nessa área, você pode escolher tanto o setor privado quanto o setor público. Também é possível trabalhar em hospitais de referência ou clínicas especializadas na atenção a certos pacientes.

Além de tudo, é possível trabalhar tanto em grandes cidades quanto em locais mais afastados, que costumam sofrer com a carência de profissionais especializados.

Na parte acadêmica, é possível atuar com a publicação de artigos e participação em eventos, como simpósios e convenções de especialistas.

Em quais áreas é possível atuar?

Dentro dessa subespecialidade, há outras áreas nas quais você pode focar o seu interesse profissional.

A Cirurgia Torácica Pediátrica, por exemplo, é realizada em recém-nascidos, bebês e crianças de diversas idades. Já a Cirurgia Torácica Oncológica envolve o tratamento cirúrgico de tumores nessa região do corpo.

Com o avanço da tecnologia, também vemos a abordagem robótica, com o uso de equipamentos de alta precisão e que são operados pelo especialista. Para você ter uma ideia, olha só alguns dos tipos de cirurgia que são comuns na prática desse cirurgião:

  • toracoscopia;
  • cirurgia torácica vídeo-assistida;
  • drenagem de cavidade pleural;
  • raqueostomia.

Há, ainda, outras áreas, como a cirurgia minimamente invasiva, atuação voltada aos transplantes e outras possibilidades.

Remuneração média: quanto ganha um cirurgião torácico

Segundo o site Salario.com.br, a remuneração média desse profissional é de R$ 6,3 mil mensais, por 16 horas semanais. O piso fica em torno de R$ 5,4 mil mensais e o teto pode chegar a R$ 10,8 mil.

Dependendo do local de atuação e do seu nível de experiência, é possível obter ganhos maiores.

Como se especializar: residência em cirurgia torácica?

Para atuar nessa profissão, você precisará fazer uma residência médica em Cirurgia Torácica. Como essa é uma alternativa de acesso indireto, com pré-requisito em área cirúrgica básica, você tem duas possibilidades.

A primeira é se tornar residente de Cirurgia Geral, programa que tem duração de 3 anos e já te confere o título de cirurgião geral. Depois disso, você pode buscar a especialização em Cirurgia Torácica.

A outra possibilidade é fazer uma residência em Cirurgia Básica, que tem duração de 2 anos, mas você não recebe título de especialista no final. Depois disso, é só correr atrás de uma vaga em um programa de residência em Cirurgia Torácica para concluir a sua formação e finalmente receber o título de cirurgião torácico.

Ou seja, são muitos anos de estudo pela frente e é fundamental escolher uma boa instituição já na hora de se especializar em cirurgia! Aqui no blog já falamos, por exemplo, da residência em Cirurgia Geral na USP-SP, na Unifesp, na Santa Casa e na USP-RP. Vale a pena dar uma olhada!

A Cirurgia Torácica é uma subespecialidade que envolve o tratamento de órgãos vitais, por meio dos seus conhecimentos específicos. Com a formação em uma boa residência médica em Cirurgia Torácica, você poderá ser um profissional de sucesso.

E se você vai começar a se preparar para encarar a prova de residência médica, sugiro dar uma olhada no nosso e-book gratuito Os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência para já começar com o pé direito, já vencendo os bloqueios mentais que atrapalham seus estudos e te impedem de ser aprovado na residência médica dos seus sonhos!

Enfim, é isso!

Curtiu? Se você ainda está pesquisando sobre diferentes programas de residência, engata aqui e aproveita pra ler tudo sobre a especialidade de Medicina e Segurança do Trabalho!

Mas antes de você ir embora, podemos te dar mais uma dica? Se quiser aumentar as suas chances de ser aprovado no programa de especialização, dá uma olhada na Academia Medway! Lá você encontra todos os nossos materiais gratuitos para dar um gás na sua preparação para a residência médica dos seus sonhos! Quer fazer Cirurgia Geral ou Área Cirúrgica Básica na USP, na Unifesp, na Unicamp, entre outras? Lá tem guias estatísticos gratuitos dessas instituições e vários minicursos com aulas grátis!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.