Loading

Residência Médica: Aumente sua Produtividade nos Estudos

Desde o terceiro ano de faculdade eu já tinha o sonho de prestar Residência Médica em um grande centro. Meu padrinho, único médico da família, sempre me incentivou a seguir seus passos e fazer a melhor formação possível em São Paulo. Fiz deste o meu objetivo.

Assim, tomei a decisão de iniciar os estudos pra valer no meu 5º ano, com dois anos de antecedência à Prova de Residência Médica.

E com tranquilidade eu estudava, sem me preocupar em sacrificar minhas horas de lazer, as festas da universidade e o tempo em família.

Afinal, pensava eu, teria “um ano a mais de estudos” que a concorrência. Não precisaria me “matar de estudar” para conseguir os resultados de quem estuda um ano só.

A realidade não tardou a me dar uns belos tapas na cara: à medida em que saíam os resultados dos “simulados” eu via que meu desempenho estava muito aquém do desejado.

Naquele momento eu tinha muitos caminhos possíveis a serem pensados para melhorar.

No entanto, o medo da falha me fez tomar a decisão mais fácil: parei de realizar simulados.

Sacada de Gênio
Sem simulados = Sem falha!

Para evitar a sensação de ser incapaz de ir atrás do meu sonho, eu me enganava, e assim estudava apenas as matérias que gostava. No fim, o ano passou quase que “em branco” em relação aos resultados na maioria das matérias.

Esse é o exemplo clássico do “Bloqueio do fracasso”, apenas um dos 9 bloqueios que te impedem de alcançar a residência médica que você realmente quer. 

Se você quiser baixar o ebook gratuito, basta clicar AQUI!

Por sorte, as coisas foram mudando…

No ano seguinte, decidido a passar custe o que custasse, comecei a me esforçar em todos os assuntos e retomei os simulados.

Logo notei uma melhora no rendimento, mas o meu estresse na busca por resultadosera enorme e estava afetando todas as outras áreas da minha vida, inclusive o desempenho no Internato Médico.

Além disso, os resultados haviam melhorado, mas ainda não era o bastante (ainda estava abaixo dos 75% de aproveitamento). 

Por muitas vezes criei planos B e C para o meu sonho de passar na residência médica, já que o medo era grande pela falha ser uma possibilidade real naquele momento.

O sonho do qual um ano antes eu falava com o peito estufado para meus colegas começou a ser substituído por um silêncio cada vez mais presente nas rodas de conversa.

Provas Para a Residência Médica: As Técnicas de Produtividade

Foi aí que, por acaso, tive contato com as técnicas de estudo de concurseiros por meio de uma querida amiga.

Dentre todas elas, uma me chamou muito a atenção: o Estudo por Horas Líquidas.

Sabe aquela hora em que você, ouvindo o conselho, pensa: “é muito legal, mas não é pra mim…”? Me senti assim nos dias seguintes. Mas, conversando com essa mesma amiga, acabei me convencendo de ter a disciplina para tentar.

Hoje posso dizer que o aprendizado dessa técnica tão simples mudou minha vida naquele ano e impactou muito positivamente na produtividade dos meus estudos para a residência médica.

O efeito foi tamanho que consegui manter um emprego a 30 horas/semana logo após a minha formatura em julho/2015, fazer viagens todo mês à minha cidade e ainda passar em todas as provas de residência médica que eu fiz naquele ano.

Ao longo do tempo fui descobrindo outras técnicas e hábitos que teriam me ajudado ainda mais naquela fase.

Pretendo que você seja capaz de muito mais, aprendendo a importância de ser produtivocom a antecedência que eu gostaria de ter tido.

Despertei seu interesse?

Continue lendo e saiba mais sobre essas técnicas de produtividade:

  1. P.V.R.
  2. Técnica Pomodoro
  3. Estudo por Horas Líquidas
  4. V.S.C.

1. P.V.R. – Pare de Viajar pelas Redes

Smartphone assassino de produtividade
Só aquela olhadinha pra ver se o crush mandou uma mensagem…

É fato: as redes sociais são verdadeiras assassinas de produtividade. Com celulares a mão disponíveis o tempo todo, não há como essa distração não te afetar.

Se você quiser ter um estudo de alto rendimento, terá que parar de gastar horas na linha do tempo do Facebook, Instagram e olhadas frequentes no WhatsApp.

Pode não parecer um problema tão grande, mas de 15 em 15 minutos passados a esmo rolando por stories, vídeos e textões na rede, você facilmente perde mais de uma hora por dia que poderia estar sendo dedicada aos estudos para a residência médica ou a algo mais produtivo.

Se te parece pouco, pense de outra forma: 7 horas por semana, ou 28 horas por mês. Fora a mudança de contexto o tempo todo, que te impedirá de focar naqueles poucos minutos que você fica fora da tela.

Pior que isso, frequentemente as redes sociais te fazem perder a atenção durante as horas mais produtivas do dia.

Beleza, o negócio então é deletar minhas redes sociais?

Não! Isso não significa que você tem que parar totalmente de usar as redes sociais ou deletar seu Facebook e WhatsApp.

Acabar com sua vida social é um preço muito alto a se pagar para passar na prova – não vale a pena! Há outros modos de lidar com essa questão.

Um deles é desligar todas as notificações de redes sociais no celular. Isso já diminuirá sobremaneira suas distrações.

O outro modo – que julgamos ser o ideal – é simplesmente retirar o celular do seu ambiente de estudos. Você vai ficar impressionado com o aumento da sua produtividade com essa simples ação.

Por fim, você pode usar alguns apps que podem te ajudar. Basta digitar no Google que você encontrará uma série de aplicativos que “bloqueiam” o seu acesso as redes sociais e te “obrigam” a ter disciplina.

2. Técnica Pomodoro

  Aumente sua produtividade: Técnica pomodoro

Esta é uma técnica de produtividade que foi inventada nos anos 80 e ainda é muito usada hoje em dia.

Não há grande mistério. Você só precisa de duas coisas antes de colocá-la em prática:

  • Um cronômetro
  • Sua lista de tarefas do dia

A técnica consiste de dividir sua produtividade do dia em blocos de 25 minutos (os chamados Pomodoros – nome dado devido ao cronômetro em forma de tomate que inspirou a técnica).

Durante cada bloco de produtividade de 25 minutos você deve estar com a atenção total focada na tarefa em questão (ex: estudar para a residência médica).

Para fazer o proposto pela técnica, durante esses minutos você irá estudar sem nenhuma distração, ou seja, celular em modo avião fora do seu campo de visão, porta do quarto fechada e fora das redes sociais.

Após cada Pomodoro, você irá tirar uma pausa de 5 minutos para relaxar a cabeça, se alongar, pegar um café. Passados 4 ciclos desses, a pausa aumenta para 15-30 minutos.

Se houver alguma interrupção no seu bloco de 25 minutos (por exemplo, uma ligação aos 12 minutos que você precisa atender), você terá que “anular” o seu Pomodoro atual e retornará o cronômetro do zero após voltar à atividade em questão.

Parece rigoroso demais?

Todo esse rigor serve para que você consiga identificar tudo o que te distrai. Assim, conseguirá trabalhar cada vez de forma mais produtiva, minimizando interrupções e mantendo foco total sempre que se dispõe a trabalhar/estudar para as provas de residência médica durante um Pomodoro de tempo.

Enfim, é uma técnica que funciona muito bem para muita gente. Mas, para ser bem sincero, já ouvi de muita gente a questão da dificuldade de aplicá-la pelo tanto de restrições impostas.

Por isso, a seguir te apresento uma outra técnica que é de certa forma uma adaptação da Técnica Pomodoro, mas que eu julgo ser muito mais prática.

3. Estudo por Horas Líquidas Produtivas

Aumente sua Produtividade: Horas Líquidas Produtivas

Ela é muito semelhante ao Método Pomodoro, porém com diferenças nos objetivos e no modo como é realizada.

De modo semelhante, você irá cronometrar o seu estudo, com foco total, porém sem rigidez no limite de tempo. A diferença aqui é que você irá aguardar o cansaço mental e a distração virem, e então vai  anotar o tempo de atenção total que você obteve

A maioria das pessoas consegue manter esse foco total no estudo para as provas de residência médica por volta de 1 hora (algumas menos). Quero muito conhecê-lo se você conseguir mais que 2 horas.

De modo semelhante ao método Pomodoro, faça o estudo em ciclos, com pausas entre eles, mas com a diferença de que sempre irá aumentar as pausas a cada ciclo. O tempo de atenção ininterrupta inevitavelmente cairá ao longo do dia e o aumento das pausas contrabalanceia isso.

Neste momento, você deve estar se perguntando: quais as diferenças e vantagens desse método em relação ao Pomodoro?

Você irá usar uma tabela para organizar todas as suas horas líquidas de estudo para as provas de residência médica (as horas cronometradas) e quais atividades conseguiu terminar com aquele tanto de horas, como no exemplo abaixo.

Template de HLP para aumentar sua produtividade
Tabela de HLP

Baixe aqui nosso Template de Horas Líquidas de Estudo para que você consiga começar a aplicar essa técnica hoje mesmo!

Desse modo você conseguirá avaliar:

  • A sua Produtividade (quantas horas líquidas de estudo por semana);
  • A sua Eficiência (quanto tempo é necessário para terminar um conteúdo);
  • Os seus Déficits (perceberá que não estudava o tanto que achava estudar);

Aproveite pra baixar também o nosso infográfico que mostra exatamente como você deve utilizar a técnica HLP. É só clicar AQUI!

As Metas: Aumentando a Produtividade

Com essas informações em mãos ficará muito mais fácil planejar suas Metas de Estudopara as provas de residência médica, além de conseguir ser realista quanto a elas.

Almejando essas metas, você não ficará mais angustiado em sair com os amigos ou realizar outras atividades com a culpa e o peso na consciência de que “deveria estar estudando”. Afinal, você estará dentro da meta.

Também, servirá para saber o quanto mais é possível estudar para a residência médica – ou até, o quanto menos – para conseguir manter a sanidade mental e ao mesmo tempo a qualidade do estudo.

Antes de aplicar essa técnica, eu achava que estudava 8 horas por dia.

Afinal, eu chegava em casa de meu trabalho em uma UBS às 14:00 e estudava quase ininterruptamente até a meia-noite.

A verdade que os números mostrava, no entanto, era outra: mesmo em fins de semana em que eu nem saía de casa eu raramente conseguia rendimento maior que 5 horas.

Conhecer os meus limites foi crucial para que eu conseguisse manter outras atividades durante o meu ano de estudos sem peso na consciência de que eu não estaria fazendo o meu máximo.

Saber os seus limites é crucial para tentar superá-los, dia após dia, semana após semana e assim conseguir o seu máximo rendimento.

4. V.S.C. – Video Speed Controller

Esta é uma extensão para o Google Chrome extremamente útil.

Por diversas vezes no seu ano, durante seus estudos para residência médica, você acabará assistindo a aulas de revisão, vídeos explicando imagens de Radiologia ou outros assuntos médicos do seu interesse.

Muitas vezes essas aulas têm introduções enormes, demoram para chegar ao ponto ou mesmo falam de coisas que você já tem domínio.

Ou mesmo, outras vezes você está assistindo aquele vídeo só pelo “Vai Que”. “Vai que algo que está nesse vídeo cai na prova”; “Parece assunto que eu já conheço, mas vai que ele fala de algum detalhe que eu não sei”; etc.

Seja o que for, o Video Speed Controller vai te ajudar. Com a ferramenta ativa, basta usar atalhos no teclado para acelerar ou reduzir a velocidade (teclas “D” e “S”, respectivamente) de qualquer vídeo que você assistir no Chrome.

Assim, para não arriscar perder aquele detalhe que você está esperando ao ficar pulando partes do vídeo, você simplesmente acelera o vídeo em 2x e espera o importante chegar.

Até cerca de 1,7-2,2x de aceleração dá para entender tudo o que se fala (dependendo do interlocutor, claro).

Parece pouco, mas imagine o quanto de tempo você ganha assistindo aulas na metade do tempo durante um ano inteiro. E quanto foco você terá a mais nessas mesmas aulas ao diminui-las!

Agora é com você!

Aplicando as técnicas acima nós temos certeza que você conseguirá ser ainda mais produtivo em seus estudos para residência médica.

AlexandreRemor

Alexandre Remor

27 anos, nascido em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.

Optimized with PageSpeed Ninja