Carregando

Como começar a estudar para prova do R3 de Clínica Médica?

Você está pensando em como começar a estudar para a prova do R3 de Clínica Médica? Sabemos que é um grande desafio, especialmente porque a maioria dos candidatos já vem de uma cansativa rotina de estudos e trabalho.

Exatamente por isso, a maioria dos estudantes não sabe por onde ou até mesmo como começar, já que são muitos conteúdos e às vezes falta motivação.

Pensando nisso, este artigo vai dar algumas dicas para solucionar esses problemas. Siga conosco que te ensinamos!

Como começar a estudar para prova do R3 de Clínica Médica?
Como começar a estudar para prova do R3 de Clínica Médica?

E então, como começar a estudar para a prova do R3 de Clínica Médica?

Se você quer saber como começar a estudar para a sua prova do R3, temos dicas matadoras a seguir. Preste atenção e confira!

Defina seus principais objetivos

Para começar a estudar para a prova do R3 de Clínica Médica, é preciso ter foco. Exatamente por isso, você vai começar a sua jornada de estudos definindo pelo o que você quer lutar. A partir desse ponto, tudo ficará mais fácil.

Desse modo, acordar cedinho pela manhã ou ficar acordado até um pouco mais tarde à noite estudando não vai ser tão penoso. Afinal, seus objetivos estão bem traçados.

Vale a pena até mesmo escrever o seu objetivo em uma folha de papel e deixar colada em um lugar que você olhe todos os dias. Pode ser um espelho ou o papel de parede do seu celular, por exemplo. Lembre-se de que o sofrimento é passageiro, mas a glória é para sempre.

Faça um cronograma de estudos que seja compatível com a sua rotina

Não é possível saber como começar a estudar sem um cronograma de estudos bem-feito e que se adeque a sua rotina. Se organizar é algo crucial para que você tenha tempo para tudo.

Especialmente se você trabalha, tem filhos ou tem outros compromissos durante o dia (o que é muito provável). Por isso, crie um cronograma e coloque nele todas as matérias que você precisa estudar para a sua prova.

Organize a sua programação já de acordo com sua importância e dificuldade. As mais difíceis devem ser estudadas com mais frequência, assim como as que são mais importantes para sua prova.

Também é uma boa ideia deixar no seu cronograma momentos reservados para as suas tarefas diárias. Desse modo, você adequa o seu cronograma ao seu dia a dia.

Leia o edital das provas que irá fazer e se familiarize com o modelo de questões

Aqui vale a mesma dica: comece pelo começo. Antes mesmo de começar a estudar, ler o edital é fundamental. O edital tem informações importantes sobre o modelo de prova, o tempo de prova, entre outras.

É essencial saber tais informações. Ao estudar, você deve adaptar o seu tempo de simulado, por exemplo, para ficar dentro do mesmo tempo disponível para a prova.

Da mesma forma, é necessário saber o modelo de questões cobrado, e entender como começar a estudar para aquela instituição em particular.

São questões discursivas? Objetivas? Apesar de ser uma dica simples e básica, muitos candidatos deixam para fazer isso na semana da prova, o que prejudica todo o direcionamento do estudo.

Encontre um método de estudos que seja eficaz para você

Não menos importante é estudar em si. Existem diversas formas de estudar. Há quem prefira fazer resumos, revisar por questões, utilizar métodos como o Pomodoro, mapas mentais, mnemônicos… O importante é saber o que funciona para você.

Se você já era um aluno estudioso na faculdade de Medicina, é mais provável que tenha uma forma favorita de estudar. No entanto, nada impede que você teste outros métodos para ver se são mais eficazes!

O que você não pode deixar de fazer, seja qual for o método, é ter disciplina, foco e uma boa dose de persistência. Afinal, esse é o caminho que vai te levar à aprovação.

Tire um tempo para se divertir

Apesar de parecer uma dica um tanto quanto fora da caixinha, quem já fez provas de residência sabe como funciona. A rotina pode se tornar exaustiva, solitária e isso induz o candidato a uma estafa mental. O que não é nada bom para quem deseja estudar.

Por isso, saia de casa uma vez por semana ou pelo menos algumas vezes por mês. Faça algo de que goste! Saia com amigos, veja um filme (até mesmo em casa), jante algo diferente, entre outras atividades possíveis para cuidar de sua saúde mental.

Você só não pode deixar esse tempo de diversão se tornar a regra. A regra é estudar com foco e disciplina. A exceção, no entanto, é sair e relaxar um pouco. Seu rendimento melhora e seu cérebro agradece. Combinado?

Pronto, agora você já sabe como começar a estudar para prova do R3 de Clínica Médica

É momento de esquecer o R1! O momento de sua prova do R3 de Clínica Médica se aproxima. Para saber como começar a estudar de forma direcionada, nada melhor que o Extensivo R3 de Clínica Médica da Medway.

O curso para o R3 que vai te aprovar é esse. Aqui, a preparação é específica para o R3 de Clínica Médica, focando no conhecimento que você vai precisar para ser aprovado.

Apesar de irmos direto ao ponto, nossos médicos especialistas ministram as videoaulas com riqueza de detalhes. Nosso corpo docente é composto por especialistas egressos das grandes universidades do país.

Além disso, um diferencial de nosso Extensivo é a presença de Radiologia no conteúdo programático, para que você esteja preparado inclusive para as provas multimídia de grandes serviços.

O Extensivo R3 de Clínica Médica vai te ajudar a chegar à aprovação na residência que você tanto almeja! Conte conosco e venha ser mais um aprovado Medway!

Além de ter a motivação para estudar, é preciso saber como começar a estudar com estratégia e foco no seu objetivo. Com toda a certeza, a prova do R3 de Clínica Médica vai ser sua!

A melhor estratégia para saber como começar a estudar para prova do R3 de Clínica Médica é investir no Extensivo R3 de Clínica Médica. Acesse o site e veja mais informações sobre o nosso Extensivo, além de conferir nosso corpo docente.

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.