Carregando

Como decorar um conteúdo para a prova de residência?

Opa, galera, tudo bom? Esperamos que sim, pois hoje o papo é, mais uma vez, sobre algumas dicas que você pode adotar pra otimizar seus estudos. O foco, dessa vez, é em técnicas de memorização — afinal, quem nunca se pegou pensando em como decorar um conteúdo para a prova de residência? Às vezes aquele tópico importante só não fica na cabeça, e você fica se perguntando se está fazendo algo de errado.

Relaxa! Isso acontece com muita gente, e é exatamente por isso que estamos aqui. No entanto, se você nos acompanha há algum tempo, pode estar achando algo um pouco estranho. E tem mesmo! Se você é novo no blog, a gente explica.

A maioria dos estudantes já se perguntou como decorar um conteúdo para a prova, por isso vamos dar dicas para ajudar com isso, nesse post

Decorar não basta!

Nós sempre repetimos que o estudo “decoreba”, como a maioria das pessoas faz, não funciona — e não vamos contradizer isso agora, né? 

A razão para pensarmos dessa forma é simples: a não ser que você tenha uma memória excepcional, é praticamente impossível que você consiga decorar todos os conteúdos de todas as apostilas. É necessário fazer uma filtragem do que é prioritário e o que não é, senão acaba que você não aprende nada!

E não podemos nem te dizer, objetivamente, quais os conteúdos que você deve priorizar, pois isso depende da instituição para a qual você pretende prestar. Contudo, após identificar os conteúdos-chave a receberem maior atenção, aí sim você pode aplicar as técnicas de memorização de que queremos falar hoje.

Bora começar, então?

Técnicas de memorização

Todas as sugestões que vamos dar ao longo do texto são embasadas no conceito do estudo ativo, cuja adoção sempre incentivamos aqui no blog. Se você ainda não conhece essa técnica, recomendamos ler o post que publicamos sobre isso, para já ter uma noção do pressuposto de que vamos partir!

Agora sim, para a primeira das nossas dicas de como decorar um conteúdo para a prova de residência!

Leia em voz alta e se faça perguntas

Essa é uma dica bastante simples, mas que pode ter um impacto considerável. Ler é uma parte inerente do processo de estudo, mas ao ler em voz alta e fazer perguntas para si mesmo, você se força a refletir sobre o assunto, podendo anotar essas perguntas para, numa futura revisão, saber exatamente quais são as suas dúvidas sobre determinado tema.

Por sinal, uma outra técnica de memorização relacionada é a de se gravar falando de um conteúdo para ouvir depois, uma prática que pode ser adotada não só para o momento do estudo propriamente dito, mas também para momentos como, por exemplo, um congestionamento no trânsito.

Faça resumos!

Não tem como negar: resumos são uma ferramenta indispensável quando o assunto é como decorar um conteúdo para a prova — seja uma de residência médica ou uma de vestibular; resumos são quase que atemporais. Eles te permitem consultar conteúdos que você tenha esquecido, sem precisar folhear por livros e apostilas toda hora.

Nem todo mundo tem facilidade com a construção de bons resumos, claro. Mas não se preocupa com isso: nós já falamos aqui no blog sobre como fazer resumos para estudar para a residência, de forma bem completa!

De qualquer forma, se fôssemos resumir os pontos principais de um resumo, destacaríamos:

  • Foco: não adianta querer resumir tudo, senão os resumos vão se acumular e aí você vai acabar não consultando nenhum, perdendo todo o propósito inicial de um resumo. Nós recomendamos dar mais atenção, pelo menos no primeiro momento, a Preventiva, Pediatria e Ginecologia e Obstetrícia.
  • Comprimento: mantenha os resumos sempre curtos. É importante não perder tempo fazendo anotações desnecessárias e, de qualquer maneira, a ideia de um resumo é conter apenas o mais importante.

Use macetes

Nesse ponto é bom soltar a criatividade. Existem inúmeros macetes que podem te auxiliar caso você esteja se perguntando como decorar um conteúdo para a prova de residência. Seja um acrônimo, uma sigla, uma relação de conceito com imagem ou qualquer outra coisa, o importante é criar relações entre os assuntos estudados e alguma outra coisa que, para você, seja mais fácil lembrar. 

E aí, vale combinar várias dicas, né? Você pode repetir para si mesmo um acrônimo específico, anotá-lo em seu resumo para não precisar escrever sobre o tópico inteiro… enfim, traz muita praticidade para o estudo!

Faça (muitos) exercícios!

Provavelmente uma das melhores soluções para o dilema de como decorar um conteúdo para a prova. Isso porque a eficácia do estudo por questões vem, em parte, por conta da postura ativa que o aluno é levado a adotar nos estudos.Essa postura traz diversos benefícios, principalmente fixação e memorização do conteúdo. 

Mas não só isso, pois o estudante também passa a conhecer os formatos das provas, entende mais dos temas cobrados e pratica, em geral, o que aprendeu. Geralmente, recomendamos fazer algumas questões antes de estudar determinado conteúdo, para entender o que é cobrado. Depois de estudar, faça mais questões, até sentir que compreendeu o conteúdo.

Flashcards

Essa é um pouco controversa. A razão é muito simples: apesar de serem bons na hora da revisão, não são ideais como método principal de estudo.

Se você pretende prestar para um exame que exija menos raciocínio crítico, os flashcards podem ser uma boa alternativa, mas caso se decida por uma prova que exija um processo de pensamento mais elaborado, os flashcards perdem a eficácia, pois não são feitos pra que você anote conteúdos longos. 

Além disso — e a principal razão para não recomendarmos esse método —, é que a montagem das flashcards têm um consumo de tempo consideravelmente grande. Para você, estudante de Medicina, o tempo é um recurso precioso e bastante limitado, então não dá para ficar gastando assim, né?

Use músicas a seu favor!

Música, principalmente música clássica, pode ser uma ótima ajuda na hora de decorar um conteúdo para a prova de residência. Por conta de sua natureza harmônica, baseada em escalas de notas e divisão de tempo, esse estilo de música causa relaxamento e tranquilidade no ouvinte. 

É importante tomar cuidado com o uso de músicas no estudo exatamente por conta da questão do gênero musical: não adianta colocar um Megadeth pra tentar estudar, né? É receita pra dar errado! 

E pra achar uma musiquinha relaxante é fácil! O YouTube e o Spotify estão repletos de playlists de música clássica, lo-fi ou o que quer que te tranquilize.

Busque apps para te auxiliar

Estudar em casa, à distância, se tornou algo comum a praticamente todos os estudantes do país. Com a pandemia de covid-19, essa modalidade alcançou uma dimensão nunca vista antes, e agora milhares de alunos estão tendo que se adaptar a essa nova realidade.

Claro que, mesmo considerando a origem triste dessa adaptação, é possível tirar alguns aprendizados da experiência. Um deles é a utilidade de diferentes aplicativos que podem te ajudar a aumentar seu desempenho nas provas de residência médica.

Em termos de como decorar um conteúdo para a prova, mais especificamente, há alguns apps que se destacam, utilizando diferentes técnicas de memorização. Um bom exemplo é o Anki.

O Anki, para quem não conhece, é um app baseado na memorização por repetição espaçada, com uma proposta similar à dos flashcards, mas de maneira um pouco mais automatizada — embora ainda tenha o contra de você precisar montar os cards. É um aplicativo vastamente utilizado no aprendizado de idiomas, mas que pode ser adaptado para o estudo para as provas de residência médica.

De forma geral, ele te oferece pequenos testes, que funcionam da seguinte forma: se você responde corretamente, ele separa esse teste para que ele seja enviado a você novamente dentro de um período grande de tempo. Caso você erre, no entanto, o teste reaparece mais cedo, para que você seja levado a exercitar com mais intensidade apenas os conhecimentos em que você tem dificuldade, sem perder tempo com conteúdos já aprendidos.

Para que você faça bom uso do Anki, é importante que cada carta seja o mais simples e direta possível, mas que contenha informações que auxiliem na memorização. Além disso, não vai ficar fazendo carta daquele assunto complexo, mas que foi cobrado só em uma prova de 8 anos atrás, né?

Cuidado com o bloqueio mental da firula

Um ponto em que nós sempre insistimos aqui é a questão dos bloqueios mentais. Pode ser que, por mais que você se empenhe nos seus estudos, ainda esteja tendo dificuldades para alcançar um desempenho considerável e aqui nós identificamos é que, às vezes, faltam muito mais do que simplesmente técnicas de estudo ou planejamento – é preciso vencer os bloqueios mentais também!

Um desses bloqueios é o da firula, o bloqueio das pessoas que ainda não viraram a chave e não notaram que o estudo para as provas de residência é bem diferente do estudo para as provas da faculdade. Na faculdade você podia se dar ao luxo de fazer desenhos e mapas mentais para aprender melhor a matéria, fazer resumos da aula para poder decorar melhor… enfim, firula! É claro que esses recursos podem te ajudar a memorizar conteúdos, mas quando o assunto é preparação para a residência médica, a história é outra: estamos falando de uma infinidade de conteúdos e pouco tempo para dar conta de tudo, exigindo muito mais foco.

Sugiro fortemente que você dê uma olhada no nosso ebook 15 Bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência para saber mais sobre esse e os outros 14 bloqueios que podem estar te impedindo de fazer seu estudo render, mas, já te adiantando: pare de perder tempo olhando mapas mentais no Instagram e qualquer outra firula do tipo. Eles são lindos, sem dúvida, mas são extremamente contraprodutivos em termos de retenção de conhecimento. Ou seja, não faça!

Além disso, seja objetivo nas suas anotações, ok? Sem essa de ter uma caneta de cor diferente para cada coisa. Uma normal e uma para dar destaque nas anotações já bastam. Diga não à firula!

Enfim, por hoje é isso! Essas são nossas dicas de como decorar um conteúdo para a prova de residência!

Sabemos que não é fácil, mas esperamos ter conseguido te ajudar a memorizar melhor os conteúdos que você estuda para as provas. No entanto, se você sente que ainda falta algo, temos uma dica extra que pode vir a te interessar: a Medway Mentoria!

A Mentoria da Medway é o nosso curso online de preparação para as provas teóricas de residência médica! Nele, você aprende técnicas avançadas de preparação e organização dos estudos para superar bloqueios, ganhar confiança e conquistar a tão sonhada aprovação! Corre lá pra conhecer!

Pra cima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.