Carregando

Como fazer o registro no CRM: tudo que você precisa saber

Passados os seis longos anos da faculdade de Medicina e depois de muitas provas, estágios, internato e além da formatura, você tem outra preocupação, né? Entrar no mercado de trabalho e cumprir sua missão! Mas antes disso, você precisa obter o registro no CRM (Conselho Regional de Medicina) pois é ele que vai te dar a permissão para exercer sua profissão.

O registro no CRM é o primeiro passo — e também indispensável — para atuar legalmente na Medicina no Brasil! E ter só o diploma não basta! Mas como é isso? Vem aqui que a gente te conta tudo! 

O que é o CRM e por que o registro é necessário?

O CRM é um órgão que tem a função de fiscalizar o exercício da medicina, regulamentar a prática profissional de todos os médicos e defender os interesses da sociedade no que diz respeito à assistência à saúde. Isso porque se acontecer alguma coisa grave causada pelo profissional, ele pode até perder seu CRM e ser impedido de exercer a profissão.

O registro no CRM é necessário e está na Lei Federal nº 3.268/57- Art. 17 que diz que os médicos só poderão exercer legalmente a medicina, em qualquer de seus ramos ou especialidades, após o prévio registro de seus títulos, diplomas, certificados ou cartas no Ministério da Educação e Cultura e de sua inscrição no Conselho Regional de Medicina, sob cuja jurisdição se achar o local de sua atividade. Então, outra coisa que você tem que observar é a região do país onde vai exercer sua profissão pra fazer o registro certinho. 

Pra requerer sua primeira inscrição, logo depois da formatura é só procurar o Conselho Regional de Medicina da Unidade da Federação onde pretende atuar e se credenciar. Na maioria dos casos, a pré-inscrição é feita em um formulário online. E a gente vai te contar passo a passo como fazer tudo, tá bom?

Passo a passo para fazer inscrição de médicos recém-formados no CRM

Terminada a sua graduação em Medicina, você, médico recém-formado, vai precisar procurar o Conselho Regional de Medicina no seu estado e realizar a inscrição presencialmente ou fazer a pré-inscrição no site. Mas isso vai depender da região. Alguns Conselhos Regionais de Medicina exigem que as inscrições sejam feitas apenas presencialmente e pelo próprio médico. Então, vale a pena conferir tudo direitinho, verificando no site ou mesmo ligando para o órgão. 

 Feito isso, é necessário quitar cadastral disponível no site do CRM do seu estado e providenciar as cópias de comprovante de residência, CPF, identidade, diploma de graduação e fotos 3×4 recente. Depois, é só aguardar a sua emissão e se preparar para pagar a anuidade de registro no CRM!

Documentos necessários para tirar o CRM

  • RG atualizado; 
  • CPF em dia;
  • Título de Eleitor e Certidão de Quitação Eleitoral;
  • Certificado Militar com prova de quitação;
  • Diploma ou Certidão de Colação de Grau;
  • 03 fotografias coloridas, tamanho 3×4, tiradas de frente, com fundo branco e com roupas que não sem não brancas, sem reflexos ou sombras, olhos abertos, sem óculos ou qualquer adereço no cabelo, bem como itens de chapelaria;
  • Boleto com taxas quitadas, que giram em torno de R$635,80 para fechar todo o processo no CRM, por exemplo no CREMESP em São Paulo.. Elas podem ser impressas no site do CRM da sua região, previamente. 
  • A anuidade integral, em média, tem o valor de R$826, 04 em 2021, mas o valor proporcional é calculado no ato da inscrição, caso seja feita no meio do ano, por exemplo. 

Previsão de liberação do CRM

Em média, após a entrega dos documentos, o prazo de entrega é de 25 dias, mas em alguns locais ele pode ser menor. É importante ressaltar que a entrega é feita pessoalmente, no mesmo lugar onde foi realizada a solicitação. Se por acaso, os documentos forem analisados e houver alguma nota de devolução, aí o prazo muda, e vai passar a contar tudo de novo, até a regularização. 

Para os recém-formados, enquanto se aguarda o envio do CRM, ainda há uma oportunidade de receber antecipadamente o número do CRM – e a data prevista para sua emissão, enquanto os documentos não são liberados, para que o médico já possa exercer, com legalidade, sua profissão, já que ficar quase trinta dias aguardando pode ser problema pra muitos. 

Residência médica: o próximo passo 

Todo mundo quer construir uma carreira de sucesso, não é mesmo? Com os profissionais médicos não é diferente. Reconhecida no Brasil, desde o final dos anos 70, a residência médica é, atualmente, a principal — e também a mais procurada — forma de especializar médicos em todo o país, permitindo assim que médicos recém-formados possam complementar e especificar sua formação. Essa qualificação é relevante para a carreira e é uma excelente oportunidade de vivenciar as condições de trabalho e rotina hospitalar, na prática e sob supervisão, do dia a dia da atuação de determinadas especialidades médicas.

O prazo de duração de uma residência médica pode variar bastante, dependendo da especialidade, mas em geral, é de 2 a 3 anos. Em alguns casos, como a Neurocirurgia e a Cirurgia Cardiovascular, podem chegar até a 5 anos! Saber escolher com cuidado, identificando suas preferências e seu perfil profissional e pessoal, é o primeiro passo para te ajudar nessa jornada. 

Agora, vou te falar mais uma coisa, concluiu a residência? Tem que se cadastrar de novo no CRM e fazer a inclusão da especialidade, sabia? Pra poder ter a autorização legal pra atuar na área escolhida. 

Como fazer o registro no CRM?

É quase que a mesma coisa pra se fazer o primeiro registro. Os médicos interessados podem solicitar registro de seus certificados ou títulos emitidos pela Associação Médica Brasileira – AMB e/ou certificados de residência médica credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM. É legal saber que todos os detalhes do procedimento podem ser encontrados no site do Conselho Regional de Medicina de cada estado, mas basicamente é preencher o Requerimento de Serviços Diversos está disponível no site e, depois de preenchido direitinho, levar presencialmente ao Conselho Regional de Medicina do seu estado a cópia autenticada frente e verso do Certificado do Título de Especialista e/ou Certificado de Residência Médica. A gente tem um artigo detalhando o passo a passo desse processo aqui. Mas você pode conferir aqui os sites dos Conselhos Regionais de Medicina de todo o Brasil: 

Como estão seus estudos para a residência? 

Uma boa preparação é fundamental e a Medway pode ajudar nisso. Quer saber como? Que tal se preparar do jeito certo para as provas de residência médica de todo o Brasil? Pois então, saiba que ainda dá tempo de se preparar com qualidade pra realizar seu sonho Se o que você quer é dar aquele gás na preparação, basta se inscrever no Intensivo São Paulo – um curso com videoaulas ao vivo e gravadas com os temas que você realmente precisa saber para ingressar nas principais instituições do país. E pra treinar muito, você ainda tem acesso a um app com milhares de questões comentadasSe o que você busca é mais conteúdo e de graça, claro que a gente tem! Na Academia Medway, você encontra dezenas de conteúdos completamente gratuitos que vão te ajudar a entender melhor como são as provas das principais instituições, confere só esse e-book que é o Guia Definitivo do SUS-SP . É pra turbinar os estudos e te ajudar nas provas de residência! Bora pra cima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.