Carregando

Descubra o que é e como consultar CRM médico pela internet

A maioria das áreas, incluindo a Medicina, possui um registro específico, que identifica cada profissional. A utilização dessa numeração é indispensável para a atuação. Apesar disso, muitas pessoas ainda não sabem o que é, como obter e como consultar CRM médico.

Devido à relevância desse assunto, preparamos um guia para quem quer garantir o CRM após a conclusão da graduação em Medicina. Confira, a seguir!

O que é CRM?

O Conselho Regional de Medicina (CRM) é o sistema de registro responsável por cadastrar os médicos que concluíram a graduação. Mais que isso, ele funciona como uma autorização para cada profissional trabalhar, estando sempre visível aos pacientes. 

Geralmente, o CRM médico é apresentado no carimbo utilizado nos receituários, acompanhado do nome completo, da assinatura e da especialidade do profissional. Também é comum identificar o CRM na placa de entrada de consultórios particulares, junto ao nome do especialista. 

No caso de médicos especialistas, além do CRM, há o número do registro de qualificação de especialista (RQE). Ele é indispensável para quem concluiu uma residência e vai atuar em subespecialidades, como dermatologia, cardiologia e outras. Feito como um registro à parte, ele atesta a experiência na área.

O CRM possui seis números acompanhados da sigla do estado em que o médico foi registrado. Por exemplo, se o profissional é de São Paulo, o código será 000000/SP. 

Qual é a utilidade?

Mais que identificar cada médico, ele permite a atuação na área da saúde. Por mais que o profissional tenha a formação concluída, sem o CRM, ele atua infringindo a lei, visto que essa documentação é exigida em todo o território nacional. 

O CRM do médico também é utilizado para vinculações e desvinculações às instituições, transferências entre os locais de trabalho (hospitais e clínicas) em outro estado. Como o código varia entre as diferentes regiões do país, é necessário fazer uma inscrição secundária ou uma transferência definitiva para outro local. 

Essa identificação também é indispensável para as atividades do conselho de medicina de cada localidade. O órgão a utiliza para analisar irregularidades, fiscalizar a atuação dos médicos e realizar vistorias em clínicas e hospitais, que podem levar a processos de cassação da licença médica.

Além disso, o CRM pode ser utilizado pelo paciente para notificar o conselho quando surgem complicações em atendimentos, tratamentos e cirurgias. Assim, cada negligência é notificada, e o médico pode ser investigado.  

Como obtê-lo?

Antes de saber como consultar CRM médico, é importante saber o que é necessário para o cadastro. Para isso, o médico recém-formado precisa entrar no site do conselho regional do estado em que irá trabalhar, preencher a ficha cadastral e efetuar o pagamento das taxas de inscrição e anuidade. 

Com a inscrição e os pagamentos realizados, o médico deve comparecer presencialmente em uma das delegacias do conselho e entregar os documentos listados no site. Entre eles, estão:

  • diploma original e uma cópia simples frente e verso;
  • cópia simples do RG, do CPF e do Título de Eleitor;
  • cópia simples do Documento Militar com prova de regularidade;
  • cópia simples da Certidão de Casamento;
  • 3 fotos 3×4 recentes com fundo branco.

Após a inscrição presencial, o CRM digital fica disponível em 30 dias e pode ser utilizado a partir de então. A Carteira Profissional Médica (CPM) é entregue em sessão solene, agendada na solicitação. 

Como consultar o CRM médico?

A consulta do CRM médico é feita pelo site do Conselho Federal de Medicina (CFM). Ao acessar o portal, basta clicar na categoria “serviços” e em “busca por médicos”.

Nessa parte, é preciso preencher o máximo de informações possíveis para ampliar os resultados da busca. Os dados solicitados são o nome do médico, o estado em que atua ou foi cadastrado, o município, a especialidade, a área de atuação e o tipo de inscrição (principal, secundária, provisória).

O site ainda esclarece o tipo de CRM que os médicos podem. Quando os números terminam em P, por exemplo, trata-se de uma inscrição provisória. Se forem seguidos de EME, identificam um estudante de medicina estrangeiro. Caso finalizem em 300, correspondem a um médico estrangeiro com visto provisório. 

Outra opção ainda mais simples para quem não sabe como consultar CRM médico é buscar diretamente no site do conselho regional onde o profissional foi cadastrado.  

Quais são os benefícios do CRM?

Agora que você já sabe como consultar CRM médico, pode entender os benefícios de obter a documentação. O primeiro deles é a permissão para atuar na área. De forma legal, essa medida é obrigatória para praticar medicina no país, já que garante uma regulamentação. 

Assim, outra vantagem é ter um órgão que delibera para a melhoria das condições de trabalho e garante a atuação segura diante dos pacientes, visto que as análises de cada CRM identificam negligências e promovem mudanças no comportamento dos profissionais. 

Por fim, o Conselho Regional de Medicina reúne conteúdos de alta qualidade para estudo dos médicos, como artigos científicos atualizados. Ele também promove a conexão dos profissionais da área da saúde por meio de eventos exclusivos.  

Saiba mais sobre o universo médico com a gente

Gostou de saber como consultar CRM médico? Então, continue acompanhando os conteúdos sobre residência médica e mais detalhes sobre a área aqui, no nosso blog! Caso ainda não tenha realizado a tão sonhada residência, aproveite para conferir nossos cursos!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
DjonMachado

Djon Machado

Catarinense e médico desde 2015, Djon é formado pela UFSC, fez residência em Clínica Médica na Unicamp e faz parte do time de Medicina Preventiva da Medway. É fissurado por didática e pela criação de novas formas de enxergar a medicina.