Carregando

Curativo para queimadura: tudo que você precisa saber

E aí, pessoal! Fala a verdade: pode jogar a primeira pedra se você nunca se queimou, seja em uma panela quente, ou com algum acidente com um líquido aquecido. Claro que temos que evitar ao máximo que esse tipo de situação aconteça, sempre usando equipamentos de proteção adequados — mas, infelizmente, essas coisas acontecem, e temos que saber cuidar corretamente de queimaduras, seja em casa ou no hospital. Então se você é da saúde ou não, pode continuar lendo que vai aprender bastante a fazer um curativo para queimadura e evitar cicatrizes.

A forma de tratar queimaduras podem variar de um hospital para outro. O ponto fundamental é sabermos se estamos diante de uma queimadura de primeiro, segundo ou terceiro grau. Temos artigos falando especificamente sobre cada uma delas aqui no blog! Outros detalhes como condições clínicas do paciente também mudam um pouco a conduta. 

Em linhas gerais, você pode interpretar da seguinte forma: queimaduras de 1º e 2º graus podem ser tratadas em casa. Queimaduras de 3º Grau e Elétricas, por outro lado, sempre devem ser tratadas em hospitais. Vamos ver uma por uma.

Curativo de para queimaduras de 1º Grau

Essas queimaduras que deixam a pele vermelhinha sem formar bolhas são os tipos mais fáceis de serem cuidados! O importante é manter uma boa higiene local, lavando com água fria e sabão neutro. Feito isso, vamos ao pilar do tratamento: 

É isso aí pessoal, vamos aplicar loções hidratantes comuns nesses machucados, de acordo com o tipo de pele (mais ou menos sensível), evitando aqueles hidratantes cheios de perfumes, considerando que eles podem irritar a pele.

Se a queimadura for em área de atrito, como face medial de coxas ou antebraço, podemos aplicar um filme plástico protetor, para fazer justamente isso, proteger a pele de novos machucados e manter o hidratante por mais tempo!

Ah! e não se esqueçam de usar protetor solar sempre! Isso vale para todos os machucados hein, seja queimadura que estamos falando aqui ou outras lesões de pele! Protetor solar sempre!

Curativo de para queimaduras de 2º Grau

Galera, aqui já fica um pouco mais complicado. Vamos ter aquelas lesões com bolha, que precisam de cuidado redobrado na hora de escolher como cuidar!

Como fazer curativo de queimadura de 2° grau
  • Minhas bolhas são pequenas, o que eu faço?

Se as bolhas forem pequenas (geralmente menores que a polpa de um dedo polegar), elas não devem ser estouradas e podemos cuidar do ferimento muito parecido como falamos ali em cima.

Limpeza local + Hidratação + Curativo + Atadura

Esse curativo pode ser feito com Sulfadiazina de prata 1%, que vai desbridar (fazer a retirada) química de tecidos desvitalizados e ainda por cima proteger contra infecções bacterianas.

  • Minhas bolhas são grandes, o que eu faço?

Se as bolhas forem muito grandes, tiverem se rompido ou ainda acometerem regiões nobres como face e mãos, é muito importante buscar ajuda médica para indicação do melhor tratamento possível.

O provável tratamento será com desbridamento cirúrgico das bolhas, melhor avaliação da lesão subjacente e proposta com curativo com Sulfadiziana de prata como conversamos ali no tópico de cima!

Mas nada de furar as bolhas em casa hein pessoal! Isso tem que ser feito no hospital, com antissepsia adequada para não infeccionar!

Curativo de para queimaduras de 3º Grau

Curativo de queimadura de 3° grau

Pessoal, aqui a queimadura é profunda… Essa não tem jeito, vai ter que ser cuidada em hospital e por equipe específica de cirurgia plástica. Esse tecido vai ser avaliado quanto a viabilidade, algumas partes serão removidas e necessitarão de enxertos de pele!

Depois que as lesões estiverem bem encaminhadas cirurgicamente, com possibilidade de cicatrização, aí vamos pensar no curativo, muito parecido com o que vimos ali em cima, sendo o pilar sempre hidratação e aqui muita proteção do sol!

É isso!

Agora que você sabe melhor como fazer um curativo para queimadura, quer ver conteúdos 100% gratuitos de medicina de emergência? Confira a Academia Medway! Por lá, disponibilizamos diversos e-books e minicursos. Enquanto isso, que tal dar uma olhada no nosso Guia de Prescrições? Com ele, você vai estar muito mais preparado para atuar em qualquer sala de emergência do Brasil!

Pra quem quer acumular mais conhecimento ainda sobre a área, o PSMedway, nosso curso de Medicina de Emergência, pode ser uma boa opção. Lá, vamos te mostrar exatamente como é a atuação médica dentro da Sala de Emergência, então não perde tempo!

Até mais!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram

É médico e quer contribuir para o blog da Medway?

Cadastre-se
AnuarSaleh

Anuar Saleh

Nascido em 1993, em Maringá, se formou em Medicina pela UEM (Universidade Estadual de Maringá) e hoje é residente em Medicina de Emergência pelo Hospital Israelita Albert Einstein e também editor e professor do PSMedway.