Carregando

Exercícios físicos são importantes para quem presta a prova de residência médica?

Fala, pessoal! Hoje vamos abordar a temática dos exercícios físicos para quem presta a prova de residência médica. Todos sabem que o período pré-residência é super complicado para qualquer estudante. Ansiedade, pressão, dedicação, determinação… são muitos sentimentos que se misturam e podem acabar atrapalhando a rotina e o rendimento. E, de quebra, ainda interferem de forma negativa na sua vida pessoal.

Mas sabia que a prática de exercícios físicos pode ajudar a enfrentar essa etapa com mais saúde física e mental? É isso mesmo! Pode deixar a vida sedentária de lado e organizar a semana para inserir esse hábito em seu tempo livre. Você vai ver o quanto o seu desempenho e bem-estar vão melhorar!

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Então continue a leitura que trazemos mais motivos e dicas para você não ficar de fora dessa.

Os exercícios físicos exercem alguma influência sobre nosso cérebro?

A resposta para essa pergunta é: sim! Por isso, a prática de exercícios físicos para quem presta prova de residência médica é tão importante.

Quando você aprende coisas novas, cria hábitos e adquire habilidades diferentes, como quando faz uma atividade física, seu cérebro fica com reflexos mais apurados. Com isso, você passa a estudar com mais foco e joga a procrastinação para escanteio.

Para completar, você ainda intensifica o trabalho com a memória, que é diretamente impactada pela concentração. E, com certeza, essa é a principal capacidade que você precisa usar na hora da prova, não é mesmo?

Longe de “decorebas”, ter uma boa memória é sinônimo de dominar disciplinas e conteúdos, o que é indispensável nos processos seletivos de residência. Tudo isso acontece porque os exercícios liberam hormônios neurotransmissores, que afetam o cérebro e ainda garantem aquela sensação maravilhosa de bem-estar.

Quais são os benefícios da prática de exercícios físicos para quem presta prova de residência médica?

Mas, afinal, quais são os benefícios da prática de exercícios físicos para quem presta prova de residência médica? Aqui está uma lista com os principais!

Melhoram a memória e a concentração

Exercícios físicos para quem presta a prova de residência médica: melhora da memória e concentração
Os exercícios físicos podem melhorar sua memória e concentração

Os esportes e exercícios físicos se relacionam de maneira próxima às funções cognitivas, de raciocínio e, é claro, de memória e concentração. Isso porque você precisa prestar atenção na execução e na repetição de seus movimentos, para que a atividade seja feita corretamente e gere resultados físicos.

Sendo assim, seu cérebro recebe estímulos diretos para orientar tudo o que o corpo faz e atingir o melhor desempenho. A partir disso, você desenvolve algo chamado “consciência corporal”, que envolve coordenação e esforço.

Praticando exercícios físicos, você fica mais resistente, inclusive para passar mais horas se dedicando aos estudos. Mas, para conseguir esse resultado, não se esqueça de que o exercício físico deve ser constante, com uma intensidade moderada a leve.

Diminuem a ansiedade

Como você viu, o exercício libera hormônios ligados ao prazer e ao bem-estar. Assim, você começa a se sentir mais à vontade durante a prática e tem melhorias de humor, o que também é essencial para maneirar na ansiedade. Para completar, a prática de exercícios envolve a interação com outras pessoas, em geral.

Sejam professores ou colegas, essa integração é muito importante para que você desenvolva relacionamentos sociais e viva novas experiências. A partir disso, é possível deixar os pensamentos ansiosos e nervosos para trás e começar a enxergar seu futuro com muito mais otimismo.

Diminuem o estresse

O período que antecede a prova de residência é mega estressante. É preciso ficar de olho nos detalhes do edital, acompanhar datas e informações e ainda manter os estudos em dia.

Fazer exercícios é uma maneira de não deixar que esse momento fique muito pesado para você. A intenção não é apenas se movimentar, mas também distrair a cabeça.

Intercale esses momentos com algumas horas em família ou com os amigos, assista a um filme ou faça algo que goste muito. Do contrário, esse sentimento só trará prejuízos para seu desempenho.

Melhoram a saúde física e mental

A prática regular de atividades físicas ainda é ideal para prevenir problemas de saúde física, como a obesidade, a hipertensão e a diabetes.

Você ainda é muito jovem para enfrentar esses problemas, e há tempo suficiente para preveni-los. Além disso, você também melhora condições de enxaqueca e indisposição ao se movimentar.

Os hormônios liberados pelos exercícios, por liberarem uma sensação de prazer no organismo, ainda contribuem muito para a sua saúde mental. Isso é fundamental para que você enfrente as provas com mais confiança e tranquilidade.

Aliviam as dores causadas pelas longas horas de estudo

Não é segredo para ninguém que muitas horas na frente do computador ou sentado à mesa de estudos causam dores nas costas e nos músculos. A circulação também pode ficar prejudicada, já que a tendência é passar muito tempo sem se movimentar.

Por isso, os exercícios regulares trazem mais alívio para os incômodos: praticá-los pelo menos 3 vezes por semana fortalece a estrutura do organismo e afasta a possibilidade de que esses problemas se agravem.

Outra dica é fazer pelo menos 5 ou 10 minutos de intervalo a cada 2 horas estudadas. Faça um alongamento ou uma rápida caminhada e estique-se um pouco, mesmo se já tiver o hábito de fazer atividades físicas.

Sugestões de exercícios físicos para quem presta prova de residência médica

Não existe regra sobre quais exercícios são melhores para quem estuda para a residência médica. Isso varia de pessoa para pessoa, de acordo com interesses e habilidades. O importante mesmo é gostar do que faz! Porém, a seguir você confere algumas sugestões, que são as nossas preferidas e que atendem a todo perfil de estudante.

Dança

Os movimentos da dança têm um papel fundamental para o desenvolvimento da memória e da aprendizagem. Também estimulam a postura, o alongamento corporal, tonificam a musculatura e ajudam a manter um peso saudável.

É possível dançar ao som de diversos tipos de música, então você pode escolher aquela que mais te deixa feliz. E assim, dá pra deixar de lado a tristeza e o desânimo. Na hora de estudar, também vai aparecer mais motivação para cumprir seu cronograma.

Bicicleta

Pedalar é um exercício completo. Na bicicleta, você precisa ter controle total do seu corpo, equilíbrio e boa postura.

Ainda é indispensável ter atenção a tudo o que está em volta e nos movimentos do próprio corpo. É uma das atividades que mais trabalha a concentração e o foco, duas características importantíssimas para quem quer passar na residência médica.

Yoga

O objetivo da prática de yoga é relaxar a mente e destinar toda a sua energia para os momentos de estudo. O foco do exercício está na capacidade de concentração e no aprimoramento da consciência corporal.

Ele ajuda a melhorar seu sono, o que é ótimo para garantir momentos de descanso efetivo, reduz a ansiedade, aumenta o tônus muscular e melhora todo o sistema imunológico.

Como conciliar os estudos com os exercícios físicos?

Em meio a uma rotina tão atribulada, você deve se perguntar: mas como vou conciliar os estudos com os exercícios físicos?

A resposta é muito simples: por meio de uma rotina com cronograma de estudos. Separe pelo menos 1 hora nos dias em que você deseja se exercitar e distribua o restante dos seus compromissos de acordo com o horário escolhido.

Lembre-se de que depois da prática, você precisa tomar um banho, fazer uma refeição saudável e descansar por alguns minutos. Então, calcule esse tempo e inclua em sua rotina.

No começo, pode parecer difícil de se acostumar. Ou então, ainda vai permanecer aquela impressão de que você deveria estar estudando nesse tempo. Mas tenha calma e insista!

Para não procrastinar e acabar ignorando os exercícios quando o cansaço bater, procure praticá-los em horários que se sente mais disposto. Ou então, logo pela manhã, após acordar, para começar o dia mais acelerado e sem preguiça, cumprindo de vez essa proposta.

Em pouco tempo você perceberá excelentes resultados durante o período de estudos e isso não será mais um fardo para você. Pelo contrário, será um verdadeiro ganho, com direito a todos os benefícios que você já conheceu por aqui. Estudar é importante, mas cuidar de você, ainda mais!

Por fim, não se esqueça: você não vai e nem precisa estudar todo o conteúdo que se aplica a um processo seletivo de residência médica. Será preciso priorizar e da mesma forma que você fará isso com as disciplinas, também conseguirá fazer com a sua vida pessoal e seus cuidados com a saúde, certo? Esse é o segredo do sucesso.

Pronto, agora você já sabe os benefícios dos exercícios físicos para quem presta prova de residência médica

É isso aí! Agora que você está por dentro de tudo de bom que os exercícios físicos para quem presta prova de residência médica pode trazer, nada de adiar a adoção desse hábito tão simples.

Escolha a atividade física de sua preferência, organize sua agenda e mande ver! Mas se você ainda está com dificuldades na sua preparação para as provas, a gente tem mais uma dica para você.Agora que você já sabe a importância dos exercícios físicos para quem presta a prova de residência médica, que tal conhecer a nossa Mentoria? Essa é uma forma de alcançar sua melhor performance nos estudos com uma metodologia padrão-ouro. Bora?

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
MarcosMarangoni Junior

Marcos Marangoni Junior

Paulistano nato, criado nas ruas do Ipiranga, médico ginecologista e obstetra formado na UNICAMP, mestrando em Saúde Reprodutiva pela UNICAMP, e professor da Gineco-Obstetrícia da Medway. Só nasce grande filhote de monstro.