Carregando

#MedTwitter: o que é falado sobre Medicina na rede social ao lado?

Fala, moçada! A gente sabe que todo mundo está bem focado nos estudos. Mas podem confessar: na hora do descanso, vocês correm para as redes sociais, não é mesmo? Então, não podem deixar de dar aquela espiadinha na rede social ao lado e conferir a hashtag #MedTwitter no… Twitter!

Por lá, ela é super bombada e, acredite, serve para ajudar um monte de médicos, residentes e estudantes em vários assuntos diferentes. Inclusive, nem todos os posts estão em português. Vocês vão encontrar quem fale espanhol e inglês também, além de outros idiomas.

Para ver o que rola nesses tweets, segue o fio deste artigo e divirta-se! Quem ainda não tem uma conta no Twitter, com certeza vai correr para fazer. Olha só o que tem lá!

Tem gente arrumando crush

É isso mesmo! A #MedTwitter ajuda na conquista daquele crush com uma abordagem bem peculiar. Dá para trocar ideia ou simplesmente stalkear o perfil daquela pessoa que atrai todos os olhares na faculdade.

Depois, quem sabe vocês se resolvem ali mesmo, pela DM? Vai que vocês terminam a faculdade ou a residência com o diploma na mão e o coração ocupado. Quer melhor? Aproveitem muito as oportunidades de puxar conversa, deixar aquela cantada esperta e marcar um encontro: é a estratégia perfeita para quebrar o gelo!

Tem informação sobre procedimentos no #MedTwitter

Mas nem só de paqueras vive a #MedTwitter! Pelo contrário, você também pode aprender um monte de coisas novas por lá. Os usuários compartilham informações valiosas sobre o procedimento, com direito a imagens.

Isso gera várias discussões de caso informais, e aquela troca de experiências essencial para a comunidade médica. Sempre é tempo de adquirir novos conhecimentos, não é verdade?

Além disso, vocês podem tirar dúvidas buscando por palavras-chaves na ferramenta de busca do Twitter, junto com a hashtag. Sempre vai ter alguém falando um pouco sobre o que você quer saber, pode ter certeza!

Tem compartilhamento de conhecimentos

E por falar em conhecimento, além daqueles que são mais específicos, ainda é possível encontrar várias outras dicas relacionadas ao dia a dia da prática profissional. Como, por exemplo, sugestões de leitura, informações sobre pesquisas, divulgação de eventos, e mais.

A comunidade também divide links, resumos, sites úteis e plataformas que facilitam os estudos. O que é ideal para quem procura algo diferente quando algum método muito tradicional não funciona mais.

Se vocês souberem aproveitar as possibilidades da rede, pode ter certeza de que conseguirão conferir em primeira mão várias coisas legais. E vale a pena mandar aquele RT para entrar na onda e fazer parte desse compartilhamento.

Tem o dia a dia da profissão

Na #MedTwitter tem muitos médicos e residentes que mostram o dia a dia da profissão. Nesse período de pandemia, é super legal acompanhar um pouco desse conteúdo por lá, para ver como tem sido a adaptação dos profissionais e dos hospitais.

Os posts ainda divulgam as conquistas de muitos profissionais, dicas de atendimentos e orientações úteis para melhorar cada vez mais a prática médica. Ajudar os colegas é tudo de bom, e essa comunidade virtual mostra que a concorrência pode ficar de lado depois que as provas passam.

E, além de tudo, isso serve como inspiração! Pode ser o gás que você precisa para pensar sobre o que quer para o futuro ou em qual instituição deseja estudar.

Tem pedidos de ajuda

Estudantes e médicos que precisam de uma mãozinha sobre algum assunto também recorrem à #MedTwitter. Vale pedir indicação, sugestão, dicas… O que o momento mandar!

Usar outras hashtags específicas no texto também ajuda a direcionar melhor a pesquisa. Se o desespero for grande, adicione aquele gif esperto para demonstrar sua situação atual. Ou alguma foto que mostre exatamente o que você precisa.

Sem contar que os usuários são muito prestativos. Então, nem é preciso esperar muito tempo pela resposta certa.

Tem gente que é fã da #MedTwitter

Sim, apesar de estar em uma rede social da qual qualquer um pode participar, a hashtag é considerada uma das mais confiáveis da internet. É incrível ver a comunidade médica crescendo e fornecendo sempre informações confiáveis.

Muitas coisas, inclusive, saem por lá primeiro, antes mesmo de relatórios oficiais. Então é bom ficar de olho para saber o que acontece no universo da Medicina em primeira mão, inclusive para se preparar melhor para sua atuação no mercado de trabalho.

Fazer parte dela, então, nem se fala! Não tenha medo de participar e interagir, porque isso rende ótimos frutos e inclusive algumas amizades a mais.

E, claro, tem memes no #MedTwitter

Não dá pra frequentar uma rede social que não tenha memes! Nem é preciso mencionar que a #MedTwitter rende os melhores. É impossível não se identificar com as situações mostradas e ainda dar muita risada com a criatividade do pessoal.

Se você faz parte do time dos criativos, pode contribuir com seus próprios memes e viralizar. Todo mundo curte um pouquinho de fama digital, não dá para negar!

Ainda existe uma corrente no Twitter com a Jô, conhecida como “a mulher da Medway da sorte”. Se você ainda não sabe do que se trata, está perdendo!

Tem que ter cuidado, também

É, galera. Nas redes sociais, existe de tudo! Então, é muito importante ter cuidado com o que você consome por lá. Na #MedTwitter vocês vão encontrar muita informação interessante, mas não se esqueça de checar a veracidade das fontes antes de repassar adiante, porque sempre tem um ou outro que aparece só para aloprar.

Outra dica é deixar para usar o Twitter e as plataformas que vocês curtem como forma de descontração. Mas não deixe que o excesso prejudique os demais aspectos da sua vida, como os estudos. Combinado? Reserve algumas horinhas, dê uma zapeada no intervalo, mas observe se você não está perdendo tempo demais com isso.

Então, depois que vocês terminarem de explorar a #MedTwitter, bora se dedicar de novo, sem moleza! Afinal, as provas, principalmente as da residência, continuam com aquele nível altíssimo de dificuldade, sem contar a concorrência. Não sabe por onde começar? Nossa sugestão é o e-book “Como se concentrar nos estudos para a residência médica“. Pra cima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
Ana KarolineBittencourt Alves

Ana Karoline Bittencourt Alves

Catarinense nascida em 1995, criada em Imbituba e apaixonada por uma praia. Formada pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2018, com residência em Clínica Médica pela Universidade de São Paulo (USP-SP 2019-2021) e professora de Clínica na Medway. "Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender" - Paulo Freire.