Carregando

O que é gastroenterologia: saiba tudo sobre essa especialidade

Você sabe o que é gastroenterologia? Essa é uma especialidade muito requisitada entre os residentes de Medicina e, se você já pensou em seguir esse caminho, precisa ir mais a fundo para descobrir todas as possibilidades que ele oferece.

Afinal, a rotina tem suas especificidades, assim como o mercado de trabalho, e estar preparado é fundamental! Para completar, dentro dessa especialidade você ainda tem diversas subespecialidades e áreas de atuação, podendo escolher aquela que mais tem a ver com você.

Então, vamos lá? Continue a leitura deste artigo para saber em definitivo o que é gastroenterologia e outros detalhes da profissão!

O que é gastroenterologia: saiba tudo sobre essa especialidade
Quer saber tudo sobre o que é gastroenterologia? Continue lendo!

O que é gastroenterologia

Primeiro, vamos para a parte mais teórica sobre o que é gastroenterologia. Essa nada mais é do que a especialidade que trata distúrbios voltados para a região gastrointestinal. Dessa forma, qualquer doença que atinja o aparelho digestivo, da boca até o ânus, é diagnosticada e cuidada pelo profissional que atua nesta área médica.

O principal objetivo do especialista é detectar os incômodos que tiram a qualidade de vida do paciente, ou seja, que o atrapalham a comer e a fazer a digestão corretamente. Por meio de exames físicos ou laborais, o diagnóstico é realizado e, em seguida, a orientação é dada conforme o melhor tratamento para sanar de vez qualquer problema de saúde e resgatar o bem-estar do indivíduo.

A diferença entre gastroenterologia e proctologia

Há ainda quem não saiba exatamente a diferença entre gastroenterologia e proctologia. Como você viu, a gastroenterologia é a especialidade que destina cuidados para todo o trato gastrointestinal.

A proctologia, por sua vez, se especializa unicamente no intestino. O proctologista tem uma abordagem mais cirúrgica, enquanto o gastroenterologista tem uma abordagem mais clínica, além de visar também o tratamento de glândulas anexas como o pâncreas e o fígado.

Como é a rotina do gastroenterologista

A rotina do gastroenterologista costuma ter três partes diferentes. As consultas de ambulatório, o acompanhamento de pacientes internados e a realização de procedimentos. Em geral, hemorragias digestivas e dores abdominais são avaliadas pelo médico presente na emergência.

Por isso, o gastroenterologista geralmente não atua em plantões. Ele assume a frente de trabalho no dia seguinte ao procedimento a que o paciente é submetido. No entanto, ele pode se tornar plantonista de endoscopia.

Assim, estará presente nesse contato inicial de emergência com o paciente. O volume da jornada do profissional da área varia bastante: alguns dias são mais tranquilos e outros mais agitados.

Alguns médicos gastroenterologistas têm jornada dupla em instituição particular e instituição pública. Para atuação em consultório, vale lembrar que é interessante ter um conhecimento de psicofarmacologia e de nutrição, além da estrutura utilizada no exame anorretal simples.

Em hospitais públicos, por sua vez, grande parte das ocorrências são graves. Como a gastroenterologia é considerada uma especialidade intervencionista, ter habilidade manual é indispensável. Entre os procedimentos que você poderá desempenhar estão:

  • endoscopia digestiva alta;
  • colonoscopia;
  • manometria anorretal e biofeedback;
  • pHmetria e impedanciometria esofágica de 24h;
  • ultrassonografia de abdome superior;
  • biópsia hepática transparietal, e mais.

Como é o mercado de trabalho

Agora que você já se aprofundou mais sobre o que é gastroenterologia, é hora de falar sobre um tópico que interessa a todo futuro médico: o mercado de trabalho! De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), hoje o Brasil conta com quase 5.000 gastroenterologistas. Metade deles atua na região Sudeste, enquanto apenas 3% estão na região Norte do país.

O que mostra que o mercado de trabalho pode trazer oportunidades bem atrativas quando há pouca oferta de médicos da especialidade. No entanto, em regiões mais movimentadas, ainda assim há espaço para o trabalho clínico, em especial para profissionais que se especializam em doenças e casos mais graves.

Em geral, o gastroenterologista começa sua carreira em algum hospital, privado ou público. Depois de algum tempo, se ele decidir ter um consultório próprio, seja em hospitais ou clínicas, terá uma clientela bem estabelecida. É importante também investir em conhecimento para exames, especialmente endoscopia.

A remuneração do gastroenterologista pode chegar até R$ 7.043,68 por 16 horas de trabalho semanais, em uma média feita pelo site Salario.com.br. Mas esses valores variam de região para região e também com o nível de experiência do profissional. Por isso, lembre-se de nunca parar de estudar e se aperfeiçoar!

A residência médica em gastroenterologia

Ficou interessado em fazer a residência médica em gastroenterologia? Boa escolha! Saiba, porém, que essa é uma área que exige bastante dedicação desde o começo do curso. Por exemplo, é preciso dois anos de residência em Clínica Médica como pré-requisito para se especializar em gastroenterologia.

O processo seletivo varia de instituição para instituição. No entanto, contém etapas como prova escrita, prova prática e entrevista. A concorrência é acirrada, como na maioria das especialidades médicas, mas com muita concentração e estudo, você com certeza conseguirá a sua vaga.

A residência na área também dura dois anos. No primeiro ano, a formação é principalmente hospitalar. Você terá experiência com muitas atividades de enfermaria, e terá que lidar com pacientes com doenças inflamatórias, casos cirróticos e casos investigativos. Receberá preparo para a colonoscopia e alguns outros procedimentos.

No segundo ano, por sua vez, você terá novas competências e responsabilidades. Além das atividades de enfermaria, você também se formará nos cenários ambulatorial e propedêutico. A endoscopia se tornará um procedimento recorrente, em especial para pacientes com maior complexidade.

Além disso, você contará sempre com a presença e orientação constantes de médicos com uma carga enorme de experiência médica. Para completar a tutoria, terá que cumprir cargas teóricas de estudo e poderá começar a desenvolver pesquisas e se aproximar também da carreira acadêmica, caso esse seja um objetivo profissional.

E aí, curtiu saber um pouco mais sobre o que é gastroenterologia? 

Além de saber o que é gastroenterologia, agora você já sabe que a atuação demanda muita responsabilidade e se você ouviu o chamado para essa área, não há dúvidas de que poderá ter muito sucesso! Mas é preciso começar a se preparar o quanto antes.

Que tal dar uma olhada em um dos nossos materiais 100% gratuitos que oferecemos na Academia Medway? Fica a dica: comece pelo Guia Definitivo da Residência Médica na USP-SP

E para arrasar na prova de residência, se jogue no Intensivo Medway! A gente tem 40 aulas exclusivas e de qualidade, com base nas maiores instituições de SP. Sem contar que você terá acesso a um app com milhares de questões para estudar!

Esperamos por você!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.