Carregando

Planejamento de estudos para Residência Médica

As provas de residência médica exigem tantos conhecimentos que é até difícil saber por onde começar, não é mesmo? O problema é que, se não há organização, a produtividade não é suficiente. A solução para essa situação é montar e utilizar um consistente planejamento de estudos.

Essa ferramenta ajuda a definir o que, quando e como aprender corretamente. Assim, ao planejar os estudos, é possível aproveitar o tempo da melhor forma, sem deixar nada importante de fora da preparação.

Que tal começar a montar a sua planilha de estudos agora? A seguir, confira o que pode ser feito para acertar nas leituras com um adequado planejamento de estudos e melhorar a qualidade da preparação das provas de residência médica!

Mapeie todos os seus horários e adicione-os ao planejamento de estudos

O primeiro passo da organização de estudos é entender qual é a sua disponibilidade. Afinal, não adianta criar uma planilha com dezenas de horários ao longo da semana se você não estiver livre. Para facilitar, crie uma planilha.

Preencha-a da seguinte maneira: em uma coluna, registre os horários, de hora em hora (00:00-01:00) ou a cada meia hora (00:00-00:30). Ocupe esses espaços com as atividades definidas para o dia em questão. Um espaço ficou vazio? Bingo! Você acaba de encontrar um horário livre para aproveitar como preferir.

Faça isso com todos os dias da semana e veja quais são os horários disponíveis. Então, passe essas informações para a planilha. Pode ser que a sua quinta-feira tenha apenas duas horas livres, enquanto o domingo tenha seis horas disponíveis. O importante é aproveitar as oportunidades, pois cada minuto conta.

Crie metas que possam ser alcançadas pelo planejamento de estudos

Vamos falar a verdade: é humanamente impossível estudar tudo para as provas de residência médica. Aceitar isso é um passo relevante para mudar seu mindset e, principalmente, garantir uma organização que realmente funcione. Com esse pensamento, é hora de elaborar metas para a planilha de planejamento de estudos.

Defina quanto você pretende estudar para a residência médica ao longo da semana, em relação a cada assunto. Não foque somente em número de páginas lidas, mas na compreensão de certos temas. Assim, você sabe quanto rendimento de aprendizado será necessário ao longo dos dias.

Isso é essencial para entender quais assuntos são mais densos e difíceis de aprender e quais são mais rápidos. Dessa forma, a distribuição de tempo é mais assertiva, e os temas podem ser equilibrados na planilha. 

Distribua os conteúdos relevantes ao longo das semanas

Com as metas especificadas, chega o momento de distribuir os conteúdos entre os horários, os dias e as semanas da sua planilha de estudos. É essencial dar prioridade ao que tiver mais impacto — sem negligenciar temas como Pediatria e Medicina Preventiva.

Fazer isso é indispensável para entender o que deve estar no foco do seu aprendizado e quais temas merecem mais atenção. Se algum assunto ficar para trás em uma semana, tenha paciência e reposicione-o nos próximos dias. 

Nem sempre é possível estudar tudo, e é isso não diminui suas chances de conquistar a vaga na residência. Foque em criar boas bases e mantenha o foco nos objetivos da semana para ter rendimento máximo.

Reserve tempo para os exercícios e as revisões

Agora, você já sabe como fazer um cronograma de estudos e pode ter melhores resultados na preparação para as provas. Apesar disso, se você sente que seu desempenho não está melhorando, talvez esteja na hora de avaliar se os bloqueios mentais estão atrapalhando os seus estudos. 

Para isso, uma sugestão é compreender o que são os bloqueios mentais e identificá-los. Assim, fica mais fácil enfrentá-los no dia a dia e encontrar soluções para eles não atrapalharem a rotina. 

Também é essencial que o seu planejamento de estudos não abarque apenas a parte teórica. Assistir às aulas e conferir as apostilas é importante, mas não é suficiente. Por isso, separe alguns horários para resolver questões e fazer revisões do que já foi estudado. 

Lembre-se que exercícios são a parte mais importante da preparação para as provas e o estudo ativo deve ser a sua prioridade. Portanto, o melhor é intercalar teoria, prática e reforço, pois isso diminui o nível de cansaço. Conforme você for aprendendo, vai perceber qual é a proporção certa desses “ingredientes” e pode ajustar os horários.

Tenha uma preparação completa para as provas com a gente!

Montar um planejamento de estudos é uma das melhores técnicas para levar seu aprendizado a um novo nível. Porém, esse é apenas um dos passos para uma preparação padrão-ouro para as provas de residência médica.

Além de contar com nossos materiais gratuitos, você pode ter ajuda da nossa Mentoria. Com ela, você aprende técnicas avançadas de preparação e organização dos estudos para superar bloqueios, ganhar confiança e conquistar a tão sonhada aprovação, chegando ao fim do ano com desempenho superior a 80%!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.