Carregando

O que é e como um plantão médico funciona?

A carreira médica pode apresentar uma série de desafios para os recém-formados ou aqueles que já atuam em uma área específica. Alguns procedimentos são extremamente importantes para entender como a rotina do local e os atendimentos prestados funcionam. Pensando nisso, você sabe o que é um plantão médico?

O plantão é visto como uma prática de muito aprendizado por diversos profissionais de medicina, sendo considerado uma etapa essencial para obter experiência, devido à duração do expediente e aos diferentes tipos de atendimentos da unidade em que o serviço será prestado.

Para você entender como o plantão médico funciona na prática, preparamos um artigo especial explicando a duração dos plantões e quem é habilitado para realizá-lo. Continue a leitura para compreender melhor como exercer a profissão.

Como um plantão médico funciona?

Você sabia que os plantões não são realizados apenas em hospitais? Por esse motivo, eles podem ocorrer em diversas ocasiões, como atendimentos ambulatoriais, ambulâncias, pronto-socorro, eventos e outras situações específicas. Sendo assim, eles podem ter uma duração de, pelo menos, 12 horas.

Com o intuito de prestar pronto-atendimento de urgência ou emergência a pacientes em unidades de saúde, o médico de plantão possui uma série de responsabilidades, especialmente se a atuação é feita em hospital, uma vez que possivelmente será responsável pelos atendimentos de uma ala inteira no período do plantão.

Por isso, o profissional de medicina deve realizar uma preparação física e psicológica intensa para lidar com os diferentes tipos de plantões, sejam mais calmos, sejam mais turbulentos. Dessa forma, o profissional estará apto para checar os quadros clínicos de pacientes e prestar a assistência adequada.

Qualquer pessoa com formação em medicina é apta para realizar um plantão, desde que  contenha o CRM, necessário para exercer a função. O CRM é o registro que permite que um médico atue de forma autônoma em hospitais, clínicas e outras unidades de saúde.

Quais são os tipos de plantões médicos?

Enquanto alguns médicos plantonistas são contratados para atuar informalmente, como pessoa jurídica, outros podem atuar como profissionais CLT, geralmente quando são aprovados em concursos públicos ou outros tipos de processos seletivos. Entretanto, quais tipos de plantões um médico pode realizar?

Pronto-socorro

O médico que atua no pronto-socorro geralmente realiza um turno com duração de 12 horas, podendo prestar três diferentes tipos de atendimento: na sala de emergência, na porta ou na área de observação de pacientes. Portanto, é um setor que exige uma atuação intensa por parte do profissional.

UTI

Assim como no pronto-socorro, os turnos para médicos que realizam pronto-atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) também possuem duração de 12 horas. Entretanto, os pacientes internados nesse ambiente apresentam maior gravidade nos quadros clínicos, apesar de um maior controle.

Enfermaria

O plantão em enfermaria normalmente é disponibilizado apenas por instituições que não possuem médicos residentes. Além disso, os turnos possuem menor duração. Os profissionais são responsáveis pelas visitas e pelos cuidados com os pacientes das unidades de internação. Eles também realizam prescrições e fichamentos.

Como se preparar para um plantão médico?

Agora que você já sabe que essa é uma atividade que exige muita preparação, qual é a melhor forma de se preparar para o primeiro plantão médico? Para responder a essa pergunta, o profissional deve ter em mente que poderá lidar com diversos casos de pacientes, dos mais simples aos mais graves.

Por esse motivo, é recomendado se preparar fisicamente e psicologicamente para os turnos, sem aceitar plantões com uma carga horária maior ou um plantão médico superior a 24 horas para evitar um possível sobrecarregamento. O descanso é mais que necessário para o profissional executar a função com responsabilidade e oferecer o melhor atendimento.

Estabelecer uma rotina de sono em que dê para conciliar a vida profissional com as necessidades pessoais é uma maneira de estar totalmente preparado para um plantão mais turbulento. Além disso, é importante realizar as refeições adequadamente e se manter sempre hidratado.

Geralmente, instituições como hospitais e outras unidades de atendimento disponibilizam áreas para descanso destinada aos médicos. Por isso, um plantão não deve ser feito ininterruptamente. Então, não hesite em realizar uma pausa para cochilar e restaurar as energias quando for necessário.

Abandono de plantão

É importante lembrar a todos os médicos plantonistas que, em hipótese nenhuma, o turno pode ser abandonado. É considerado abandono quando o profissional não comparece ao plantão médico no qual foi previamente escalado ou não completa o horário exigido.

O abandono de profissionais contratados em regime CLT sem a presença de um substituto pode ocasionar em infrações ou até demissão por justa causa, sendo previsto por lei como uma infração médica.

Prepara-se com a gente!

Se o seu sonho é realizar um plantão médico e adquirir uma vasta experiência, facilitamos o caminho para te ajudar a chegar lá! Com a nossa ajuda, por meio dos cursos que oferecemos, você desempenha com excelência nas principais provas das instituições e obtém um currículo padrão-ouro!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.