Carregando

Queimadura de 1° grau: tudo o que você precisa saber

Você sabe o que é uma queimadura de 1º grau? Muitas pessoas já se queimaram, em menor ou maior grau, e foram orientadas a aplicar pasta de dente, manteiga, gelo ou afins para aliviar a dor.

Acredite, no PS, você encontra um conjunto infinito de possibilidades errôneas para essa situação. Por isso, quando se trata desse tipo de ferimento, é importante saber o que fazer e o que evitar em casa para aprender como tratar queimadura de 1º grau.

Continue lendo para saber as principais causas dessa lesão e outros tipos de queimaduras que podem ocorrer. Assim, você se previne e cuida dos ferimentos da melhor maneira possível.

O que é a queimadura de 1º grau?

A queimadura de 1º grau é uma lesão tecidual decorrente de trauma térmico, elétrico, químico ou radioativo, em que a profundidade, a porcentagem do corpo acometido e as áreas afetadas são definidores de condutas.

Sabe aquele amigo que não passa protetor solar em um dia de praia? A queimadura de sol é um exemplo clássico de 1° grau. Ela é superficial, limitada à epiderme e se manifesta com eritema e dor moderada, mas não forma bolhas nem compromete os anexos cutâneos.

O tratamento é tão simples quanto o surgimento dessa lesão é comum. O objetivo é sempre diminuir a dor o máximo possível. Então, é válido usar analgésicos simples e anti-inflamatórios. Sempre se lembrem de tomar medicamentos sob indicação médica, sem exagerar nos anti-inflamatórios, já que danificam os rins e o estômago!

Queimaduras de 2º e 3º grau

Além da queimadura de 1º grau, existem lesões consideradas mais complexas por atingirem camadas mais profundas da pele. Elas podem ser mais notáveis em relação às de primeiro grau, uma vez que podem ocasionar o surgimento de bolhas e outras minuciosidades.

A queimadura de 2º grau é caracterizada pelo surgimento de bolhas com líquido amarelado. O tratamento desse tipo de ferimento requer aplicação de água fria corrente pelo local, por cinco minutos. Utilize compressas de gazes ou pano limpo para cobrir a região afetada.

Ainda mais grave que os outros níveis, a queimadura de 3º grau ocorre quando as camadas superficiais da pele são totalmente destruídas. Nesse caso, é necessário colocar o local afetado sob água corrente e encaminhar a vítima para a unidade de saúde mais próxima, onde receberá o atendimento e o tratamento adequado. 

Cuidados com a queimadura

Para saber como cuidar da queimadura de primeiro grau, o primeiro passo é higienizar o local com água corrente e fria. Não utilize pasta de dentes, pomadas, clara de ovo, manteiga, óleo de cozinha ou nenhum outro ingrediente sobre a área afetada.

Depois de lavar com água corrente vamos aplicar hidratantes tópicos e realizar curativos. O ideal é usar o hidratante conforme o tipo de pele, evitando aqueles com perfumes ou outras substâncias, afinal a pele que já está fragilizada pode causar uma nova queimadura! 

A melhor forma de prevenir cicatrizes é justamente manter o machucado muito bem hidratado e usar protetor solar sempre! Até a melhora da queimadura, o melhor é sair na rua com a área afetada coberta!

Outros tipos de queimaduras

Além dessa lesão, você sabia que existem outros tipos de queimadura que podem ser ainda mais graves para o corpo humano? Continue a leitura para entender quais são as principais causas e características de cada um.

Queimadura química

A queimadura química é considerada uma lesão causada por substâncias cáusticas, como alguns ácidos e hidróxidos, em contato com a pele ou ingeridas. Esse tipo de ferimento apresenta sintomas similares às queimaduras de 1º grau.

Queimadura elétrica

Causado por correntes e descargas elétricas, este tipo de ferimento é extremamente grave, uma vez que atinge os tecidos do corpo humano e pode ocasionar lesões mais profundas.

Aprenda mais sobre esse e outros assuntos!

O que achou de saber sobre queimadura de 1º grau? Então, chegou a hora de aprofundar os conhecimentos a respeito de todos os tipos de queimadura! Continue acompanhando os conteúdos do nosso blog. Aproveite para conferir os principais sinais e sintomas de queimadura química.

Quer ver conteúdos 100% gratuitos de medicina de emergência? Confira a Academia Medway! Por lá, disponibilizamos diversos e-books e minicursos. Enquanto isso, que tal dar uma olhada no nosso Guia de Prescrições? Com ele, você fica muito mais preparado para atuar em qualquer sala de emergência do Brasil!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram

É médico e quer contribuir para o blog da Medway?

Cadastre-se
MatheusCarvalho Silva

Matheus Carvalho Silva

Matheus Carvalho Silva, nascido em 1993, em Coronel Fabriciano (MG), se formou em Medicina pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e hoje é residente em Cirurgia Geral na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM).