Carregando

Residência na UFPE: conheça a história e processo seletivo

Pronto para dar um passo adiante na sua carreira e escolher uma instituição de qualidade, referência para os profissionais da saúde, para iniciar sua residência? Então, chegou o momento de você conhecer tudo sobre a residência na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco).

Se você está curioso para saber mais sobre esse programa, pode ficar tranquilo! Aqui, vamos contar um pouco sobre a história da universidade, como é a residência no Hospital das Clínicas da UFPE, o processo seletivo e as especialidades disponíveis. 

A história da UFPE

Ok, mas antes de continuar a leitura, a gente tem um breve alerta para dar. É o seguinte: se você está com tudo na preparação para ingressar no R1 e vai se inscrever em instituições de todo o Brasil, fique sabendo que podemos te ajudar.

Com o Intensivo Enare, a sua preparação fica cada vez mais direcionada e você turbina os seus estudos. Afinal, são aulas ao vivoresoluções de questões específicas, simulados na íntegra e uma série de guias estatísticos que vão te fazer brilhar nas provas de residência.

E a melhor parte é esta: você pode usufruir de tudo que os nosso Intensivo Enare oferece por 7 dias gratuitos. É isso mesmo: uma semana totalmente gratuita para aprimorar os seus conhecimentos e aumentar as suas chances.

Não vai ficar de fora, certo? Então, acesse agora mesmo a página do Intensivo e não perca nenhum desses benefícios!

Agora, vamos voltar ao assunto e falar um pouco mais sobre a história da UFPE. Fundada em 1946, a Universidade do Recife (UR) foi integrada ao grupo de instituições federais em 1967. A partir desse ano, recebeu o nome de Universidade Federal de Pernambuco, quando se tornou uma autarquia vinculada ao Ministério da Educação.

Hoje, a UFPE é considerada a 14º melhor universidade do Brasil em ensino e pesquisa. No âmbito internacional, está entre as 1.000 melhores do mundo. A instituição conta com mais de 40.000 pessoas, entre professores, servidores e alunos, distribuídos nos 3 campi de Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão. 

A história da faculdade de medicina UFPE é ainda mais longa. Criada em 1920, sob o nome de Faculdade de Medicina do Recife (FMR), integrou a Universidade do Recife (UR) em 1946, no mesmo ano de fundação. Atualmente, conta com mais de 838 estudantes no campus de Recife da UFPE. 

Conheça o HC-UFPE

O programa de residência médica da UFPE começou em 1958, no Hospital das Clínicas da UFPE. Ele abrangia as áreas de Ginecologia, Oftalmologia, Cirurgia, Psiquiatria e Clínica Médica. 

O funcionamento ocorreu antes mesmo da criação da Comissão Nacional de Residência Médica em 1977, responsável pela regulamentação dos programas de todo o país.

Com mais de 41 anos em atividade, o HC-UFPE (Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco) é um universitário, público e referência tanto para área de ensino quanto de pesquisa. 

Atualmente, o HC-UFPE conta com 418 leitos, 10 salas de centro cirúrgico, 4 salas de centro obstétrico e 14 hemodialisadores. Em média, por mês, são realizadas mais de 18 mil consultas, 1.099 internações, 3.249 exames por imagem, 1.477 cirurgias e 130 partos.

Sobre a residência no HC-UFPE

O centro conta com 45 programas de residência médica credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM). Os médicos residentes na UFPE têm a oportunidade de vivenciar diferentes áreas na assistência à população, desde o atendimento ambulatorial à internação.

Vale lembrar que a carga horária dos cursos de residência na UFPE são de 60 horas semanais de atividades, incluindo plantões de 24 horas. As atividades são divididas em: de 80 a 90% para treinamento em serviço e de 10 a 20% para atividades teóricas, a depender da especialidade escolhida. 

A residência em Medicina na UFPE possui ao todo 45 programas de especialidades, divididos da seguinte forma: 17 modalidades com acesso direto, 14 com pré-requisito, 12 de área de atuação e mais 2 de ano adicional. Abaixo, confira todas as especialidades.

Especialidades com acesso direto

  • Acupuntura;
  • Anestesiologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Clínica Médica;
  • Dermatologia;
  • Ginecologia e Obstetrícia;
  • Infectologia;
  • Medicina da Família e da Comunidade;
  • Medicina Intensiva;
  • Neurologia;
  • Oftalmologia;
  • Ortopedia e Traumatologia;
  • Otorrinolaringologia;
  • Patologia;
  • Pediatria;
  • Psiquiatria;
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

Especialidades com pré-requisito

  • Alergia e Imunologia;
  • Cardiologia;
  • Cirurgia do Aparelho Digestivo;
  • Cirurgia Pediátrica;
  • Cirugía Plástica;
  • Cirurgia Vascular;
  • Endocrinologia e Metabologia;
  • Gastroenterologia;
  • Geriatria;
  • Nefrologia;
  • Oncologia Clínica;
  • Pneumologia;
  • Reumatologia;
  • Urologia.

Área de atuação

  • Alergia e Imunologia Pediátrica;
  • Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular;
  • Cirurgia Bariátrica;
  • Ecocardiografia;
  • Ecografia Vascular com Doppler;
  • Endocrinologia Pediátrica;
  • Endoscopia Ginecológica;
  • Gastroenterologia Pediátrica;
  • Hansenologia;
  • Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista;
  • Medicina Fetal;
  • Neonatologia.

Ano adicional

  • Clínica Médica;
  • Ginecologia e Obstetrícia – R4.

Sobre o processo seletivo 

O processo seletivo da residência na UFPE é realizado em duas fases distintas. A primeira delas é uma prova escrita, com caráter eliminatório e peso 80. A segunda etapa consiste na análise de currículo, com caráter classificatório e peso 20. 

A classificação dos candidatos ao programa é realizada de acordo com o número de vagas disponíveis para a especialidade escolhida. Em caso de empate, será aplicado o critério do candidato com maior nota da prova escrita e maior idade. 

Vale lembrar que o processo seletivo para a residência na UFPE é unificado pelo ENARE (Exame Nacional de Residência Médica) e engloba inúmeras instituições de ensino geridas pela EBSERH (Brazilian Hospital Services Company). Sendo assim, a prova costuma ser realizada em todas as capitais do país!

Saia na frente com a gente!

Curtiu saber mais sobre a residência na UFPE? Bom, agora que você conhece mais uma instituição de qualidade, com uma equipe capacitada e estrutura de ponta, já pode começar a sua preparação: escolha a especialidade e planeje-se para arrasar no processo seletivo! 

Para se destacar e conquistar a residência dos seus sonhos, conte com a gente! Conheça nosso programa de Mentoria para melhorar sua melhor performance nos estudos. Conte com a Academia Medway para complementar sua preparação com diversos conteúdos gratuitos.

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.