Carregando

USP-SP 2022: prova e gabarito das especialidades clínicas

No dia 27 de novembro de 2021, vários candidatos fizeram uma das provas mais aguardadas do ano: a prova de residência médica da USP-SP 2022 para quem deseja seguir uma das subespecialidades clínicas.

A prova objetiva da USP-SP compõe a primeira fase do processo seletivo para as residências médicas de subespecialidades que têm Clínica Médica como pré-requisito. Essa é uma etapa que possui caráter classificatório e eliminatório, além disso, ela é pontuada entre 0 e 100 e a nota final tem peso 5. Trata-se de uma prova de 100 questões no modelo ABCDE.

USP-SP 2022: prova e gabarito das especialidades clínicas
USP-SP 2022: prova e gabarito das especialidades clínicas

A prova de especialidades clínicas na íntegra e o gabarito da USP-SP 2022

Agora, sem mais delongas, vamos falar sobre o que você veio procurar. Quer ver logo a prova de residência médica das especialidades clínicas da USP-SP 2022 e ter acesso ao gabarito do exame? Então é só clicar AQUI e AQUI!

Especialidades clínicas na USP-SP: como é a prova?

A gente já sabe que a USP é uma das instituições mais concorridas do Brasil para se fazer residência e isso quer dizer que você vai ter que disputar com centenas de candidatos, vindos de todos os cantos do país, e que estão em extrema preparação.

Como já falamos, a primeira fase da USP é composta de uma prova objetiva de 100 questões no modelo ABCDE, cuja nota tem peso 5 na sua pontuação final!

Tradicionalmente, a segunda etapa de provas para as residências da USP é composta por uma prova prática, na qual os candidatos interagem com avaliadores, atores que fazem as vezes de pacientes e até mesmo manequins. Tudo isso com o objetivo de avaliar a postura do candidato no que diz respeito a anamnese e formulação de diagnóstico. 

Mas em 2021/2022 por conta da pandemia de COVID-19, a USP não aplicou esse modelo de prova prática de segunda fase. Isso não significa que ela não tenha existido! A segunda fase voltou, sim! Mas, agora, sob a forma de uma prova de multimídia, composta por 10 questões audiovisuais sobre casos clínicos, que deveriam ser feitas em computador, por um período de até 2 horas para a sua conclusão. Esta etapa tem peso 4 na sua nota final.

Mas não para por aí, não! Ainda tem, além da prova multimídia ou da prova prática, uma outra etapa da segunda fase que é a entrevista individual conduzida pela banca. Nesse momento, o candidato precisa falar sobre aspectos relevantes da sua formação, da instituição de ensino que estudou, os elementos que dispôs no currículo, como cursos, artigos e o que motivou suas escolhas, além é claro, falar um pouco sobre as suas perspectivas profissionais. 

No entanto, mesmo com uma nova modalidade de prova para substituir a prova prática na segunda fase, muitos candidatos tiveram problemas e nem tudo saiu como o esperado pela instituição, o que causou uma certa apreensão. 

No último processo, a prova multimídia que foi aplicada em dezembro de 2021 acabou sendo anulada. Muitos motivos ocasionaram a anulação, tais como o desempenho dos computadores, indícios de fraudes e muitas falhas técnicas. Quer saber mais sobre esse assunto? Dá uma olhada aqui no comunicado oficial da instituição

E aí, mandou bem na USP-SP 2022? 

Como foi seu desempenho? Mandou bem? O resultado já saiu no dia 3 de fevereiro e se você ainda não conferiu, vai lá ver sua classificação na área do participante no site da organizadora do processo seletivo. Já está pensando na preparação da próxima seleção?

Então, vem com a gente estudar para realizar seu sonho e aproveita pra saber mais sobre o nosso Extensivo R3 de Clínica Médica, que vai te levar à aprovação na residência que você quer por meio de uma preparação direto ao ponto e ESPECÍFICA para você que está se preparando para encarar as provas de R3 de Clínica Médica.

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.