Carregando

Edital de residência médica da Beneficência Portuguesa 2022

Fala, galera! Hoje é dia de comentar um pouco sobre o edital de residência médica da Beneficência Portuguesa 2022. Essa é uma das instituições mais concorridas de São Paulo, afinal, faz parte do ranking de hospitais mais conceituados da América do Sul!

Pioneira na cirurgia cardíaca de tórax aberto no Brasil, a Beneficência Portuguesa conta com corpo médico experiente e um complexo hospitalar repleto de tecnologia de ponta. Cerca de 60% de seus atendimentos são voltados para encaminhamentos do SUS, e hoje trabalha com mais de 50 especialidades.

Sentiram o impacto? Pois é! Então, quem deseja ser residente por lá precisa se preparar muito bem, e entender o que rola no processo seletivo é o primeiro passo. Vamos lá?

Como acessar o edital de residência médica da Beneficência Portuguesa?

Mas e aí, onde conferir o edital de residência médica da Beneficência Portuguesa? Bem, a verdade é que não existe um edital específico para a instituição. Isso porque o processo seletivo ocorre por meio do SUS-SP, que tem um esquema um pouco diferente. É indispensável ler o edital com muita atenção, mas vamos falar aqui sobre o que é mais importante.

Inscrições

As inscrições acontecem de 16 de dezembro de 2021, a partir de 10h, até o dia 22 de dezembro de 2021, às 23h59. O valor da taxa de inscrição é de R$ 65,00. Esse processo é realizado exclusivamente pela internet.

Vagas

Uma lista com as especialidades e vagas previstas será divulgada pelo mesmo site de inscrição. Também será possível conferir quais são as instituições que farão parte desse processo seletivo, além da Beneficência Portuguesa. Aqui vai uma prévia das especialidades e vagas divulgadas até agora:

  • Clínica Médica – 12 vagas
  • Obstetrícia e Ginecologia – 6 vagas
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem – 4 vagas
  • Anestesiologia – 6 vagas
  • Otorrinolaringologia – 2 vagas
  • Radioterapia – 2 vagas
  • Neurologia – 2 vagas
  • Cardiologia – 10 vagas
  • Cancerologia Clínica – 4 vagas
  • Urologia – 1 vagas
  • Medicina Intensiva – 3 vagas
  • Mastologia – 2 vagas

Prova

O processo do SUS-SP é de fase única. Ela consiste em uma prova escrita objetiva, que será realizada no dia 15 de janeiro de 2022. Os locais costumam ser divulgados pouco antes da data.

Os candidatos terão 4 horas para responderem a 100 questões de múltipla escolha, com 5 alternativas cada, e temas relacionados às 5 grandes áreas da Medicina. No dia 28 de janeiro de 2022 o resultado preliminar será divulgado.

Edital de residência médica da Beneficência Portuguesa - saiba mais sobre a prova do SUS-SP
Saiba mais sobre a prova do SUS-SP

Em edições passadas, a prova acontecia em um domingo de manhã. Mas para esse ano, tudo muda: a parte da tarde é que está reservada para a prova e o horário ainda não foi determinado.

A prova do SUS-SP é considerada um tanto quanto previsível. Mas não se engane, porque ela não é fácil. A cobrança nas questões é alta e algumas questões têm peso diferente na nota, de acordo com seu nível de dificuldade.

Elas têm enunciados bastante objetivos, naquele estilo “sabe ou não sabe”. Então, fica a dica: estudar por questões com base em edições passadas na prova é a melhor estratégia para conhecer a estrutura das questões e os temas mais recorrentes.

Leilão de vagas

É muito importante tirar uma boa nota na prova do SUS-SP. Ela influencia totalmente na participação dos candidatos no leilão de vagas.

O esquema é simples: quem tira a maior nota tem uma classificação melhor e pode escolher a instituição em que deseja fazer a residência primeiro. Ou seja, quanto melhor for a sua pontuação na especialidade desejada, mais chances você terá de entrar para a Beneficência Portuguesa, certo?

No WhatsApp e no Telegram dá para participar de grupos, acompanhar a nota de corte e fazer uma lista informal da concorrência. Essa lista costuma rodar bastante, porque quando a prova do SUS acontece, muitos candidatos já passaram e se matricularam em outras instituições. Ou seja, as chances aumentam!

Esse leilão acontece presencialmente. A divulgação dos detalhes ocorre somente depois que as notas oficiais saírem, então fique de olho. Mas uma recomendação é válida independentemente disso: não se atrase e não falte, porque há uma lista de chamada. Se você não assina ou se não está presente na sua vez de escolher, a desclassificação é automática.

Como é a residência médica na Beneficência Portuguesa?

Deu para entender as particularidades do edital de residência médica da Beneficência Portuguesa? Se sim, agora é hora de descobrir um pouco mais sobre como é a experiência como residente deste hospital!

Para começar, todos os programas de residência da instituição são vinculados ao SUS-SP. O ensino é inteiramente ministrado pelo Centro Interdisciplinar de Formação, Ensino e Pesquisa (CIFEP), que faz parte da estrutura do próprio hospital. Foi criado, inclusive, para controlar essas atividades de residência em especial.

A carga horária costuma ser de 60 horas práticas semanais. Na grande maioria das especialidades ofertadas, o residente precisa cumprir uma carga de plantões. Ele recebe uma bolsa, além de auxílio alimentação.

Além disso, também cumpre uma carga horária de teoria. Ela inclui aulas, pesquisas, reuniões e discussões de caso, de acordo com o conteúdo proposto para cada especialidade.

Todas as atividades do residente são supervisionadas por tutores e preceptores, até que ele adquira autonomia para realizar procedimentos e atendimentos por conta própria. Essa supervisão também é importante para a avaliação do desempenho do residente.

Hoje, o Hospital Beneficência Portuguesa oferece aproximadamente 54 vagas em seus cursos de especialização de acesso direto ou com pré-requisito. Essa disponibilidade pode mudar de edital em edital, e outras especialidades também podem ser adotadas ao longo do tempo. Portanto, acompanhe de perto os editais, dê uma olhada em edições passadas e procure sempre se manter informado sobre o processo do SUS-SP.

Gostou de saber um pouco mais sobre o edital de residência médica da Beneficência Portuguesa? Como tudo acontece pelo SUS-SP, vale a pena reforçar atenção redobrada a todos os detalhes e, principalmente, às datas, para não deixar nada passar e não perder a oportunidade de ser um residente desta instituição tão renomada.

Quer saber o que mais pode ajudar a conquistar um bom resultado? Conferir os nossos materiais especiais sobre o SUS-SP, que contam com uma análise completa do que rolou nas últimas edições do processo seletivo.

Vale a pena descobrir um pouco mais também sobre nossas três opções de cursos Extensivos. Com certeza uma delas é ideal para sua necessidade e pode ajudar na conquista deste sonho!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
DjonMachado

Djon Machado

Catarinense e médico desde 2015, Djon é formado pela UFSC, fez residência em Clínica Médica na Unicamp e faz parte do time de Medicina Preventiva da Medway. É fissurado por didática e pela criação de novas formas de enxergar a medicina.