Carregando

O que é cirurgia vascular: saiba mais sobre a subespecialidade!

Está pensando em qual especialidade cursar na residência médica? Então, você precisa saber mais sobre o que é Cirurgia Vascular! A área conquista muitos estudantes de Medicina por apresentar excelentes oportunidades no mercado de trabalho e experiências práticas.

Ela é ideal para quem se interessa por técnicas de intervenção e procedimentos cirúrgicos, inclusive, de alta complexidade. A rotina é intensa, demanda plantões, paciência e muita dedicação tanto aos pacientes quanto aos tratamentos. Porém, também é supergratificante para quem gosta de verdade do que faz.

Ficou interessado em descobrir quais são as vivências que a Cirurgia Vascular oferece? Continue a leitura para ficar por dentro dessa área e preparar-se para a residência!

O que é Cirurgia Vascular?

Afinal, o que é Cirurgia Vascular? Essa especialidade estuda as doenças e as patologias dos sistemas arterial, venoso e linfático, ou seja, todo o sistema circulatório do corpo humano. Em geral, o tratamento aplicado é cirúrgico, conforme o nome da especialidade. 

Contudo, isso exclui o cérebro e o coração, tratados na Neurologia e na Cardiologia, respectivamente. Entre os problemas mais comuns visados pela Cirurgia Vascular, estão as varizes, a aterosclerose, o aneurisma (torácico ou abdominal) e a trombose venosa.

A cirurgia tradicional é realizada na maioria dos casos. Entretanto, com o avanço da tecnologia, algumas podem ser feitas a laser, via radiofrequência ou por meio de escleroterapia com espuma, sendo que os dois últimos métodos não são invasivos.

Diferença entre Cirurgia Vascular e Angiologia

Muitas pessoas se perguntam qual é a diferença entre Angiologia e Cirurgia Vascular, enquanto outras pensam que ambas são a mesma coisa. Entretanto, há uma diferença básica entre as especialidades.

Enquanto o médico angiologista ajuda na prevenção de problemas e na recuperação dos vasos sanguíneos por meio de alterações não cirúrgicas, o foco do cirurgião vascular é justamente realizar o procedimento cirúrgico como forma de tratamento de um problema já desenvolvido.

Como é a rotina do cirurgião vascular?

Agora que você já sabe o que é Cirurgia Vascular, vale a pena entender mais sobre como a rotina de um médico da área funciona. Em um primeiro contato com o paciente, o especialista realiza atendimentos no consultório. Algumas vezes, pode ser necessário realizar procedimentos clínicos de menor porte durante os exames.

Porém, o cirurgião também lida com pacientes de alta complexidade, como portadores de fatores de risco e comorbidades. Dessa maneira, o acompanhamento é mais aprofundado.

Depois de solicitar os exames e realizar as consultas, o cirurgião identifica a necessidade da cirurgia vascular e agenda a intervenção. De acordo com a disponibilidade e o local de trabalho, um cirurgião vascular pode realizar mais de uma cirurgia por dia.

Ele também tem uma carga de plantões, interconsultas e procedimentos ambulatoriais. Por isso, deve sempre estar vinculado a uma unidade de saúde de maior porte com infraestrutura suficiente e de qualidade para operar.

É interessante lembrar ainda que o cirurgião vascular atua diretamente com outras especialidades médicas. Muitas vezes, ele precisa avaliar pacientes que chegam com doenças e complicações que afetam os sistemas tratados na área.

Como é o mercado de trabalho?

Devido à necessidade de maior suporte para exercer as atividades, é natural que o cirurgião vascular consiga mais oportunidades em cidades de médio e grande parte. No entanto, cidades menores têm uma demanda maior, e é possível conseguir um bom salário em centros hospitalares de qualidade.

Segundo a Demografia Médica no Brasil, atualmente, há pouco mais de 4.900 especialistas registrados no Conselho Federal de Medicina (CFM). A metade deles se encontra no Sudeste do país, então dá para perceber que essa é uma região um tanto quanto saturada.

Em comparação, o Centro-Oeste e o Norte abrigam os menores números desses profissionais. Portanto, pode ser uma boa ideia buscar experiência profissional nos estados dessas regiões.

Vale lembrar ainda que, normalmente, o cirurgião vascular dedica-se mais à flebologia e à fleboestética. As doenças arteriais não são de alta recorrência, e casos de menor complexidade não apresentam remuneração satisfatória. Então, é importante pensar com o que você deseja trabalhar na área.

A principal demanda do mercado é por cirurgiões que se dediquem ao tratamento de patologias linfáticas. Como são crônicas, demandam mais dedicação por causa dos procedimentos demorados e que precisam de acompanhamento multidisciplinar.

Residência em Cirurgia Vascular

Mais que saber o que é Cirurgia Vascular, é preciso entender o programa da área. A residência médica em Cirurgia Vascular tem a duração de dois anos e pré-requisito de outros dois anos em Cirurgia Geral. Ao finalizar esse período, o residente pode acrescentar um ano de especialização em Cirurgia Endovascular.

No primeiro ano, o residente passa por ambulatórios, realiza consultas iniciais e lida com as queixas mais comuns da especialidade. Todos os atendimentos prestados são supervisionados por preceptores e residentes do segundo ano.

Depois de alguns meses, o residente já tem autorização para participar de procedimentos cirúrgicos de rotina. Fica encarregado por hemodiálises, administração de medicamentos e procedimentos de menor complexidade. 

Apenas no segundo ano, ele passa a supervisionar essas atividades, realizadas pelos novos residentes, além de assumir condutas de urgência, plantões e casos de pronto-atendimento.

Ao longo dos dois anos, o residente também participa de reuniões, discussões de caso, aulas teóricas e pode realizar pesquisas acadêmicas. A rotina da residência em Cirurgia Vascular é muito intensa. Então, procure candidatar-se em instituições que prestem apoio ao estudante e contem com centros hospitalares de qualidade.

Quer se tornar um residente em Cirurgia Vascular? Estude com a gente!

Ao saber o que é Cirurgia Vascular, é possível entender o grau de complexidade da área e o quanto a residência é proveitosa. Se você quer se tornar um especialista, não deixe de estudar com a gente! 

Nossos cursos, extensivos ou intensivos, possuem uma metodologia padrão-ouro que eleva a qualidade dos seus estudos e as chances da sonhada aprovação. Faça parte dessa jornada de sucesso com nosso time de médicos!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.