Carregando

O que é Angiologia: saiba tudo sobre essa especialidade

Índice

Quando a gente pensa em especialidades médicas, um vasto universo de opções se abre e nos deparamos com muitas delas, cada qual com suas próprias características, especificidades e indicações. E, exatamente por existirem tantos ramos dentro da Medicina, é bastante normal que haja dificuldade em saber do que cada uma se trata. Para muita gente, a Angiologia é um desses casos. E você, sabe o que é Angiologia?

Embora seja muito conhecida por quem sofre de varizes, a verdade é que se trata de uma área bem mais ampla: engloba os diversos cuidados com patologias do sistema circulatório. São tantas as dúvidas sobre o assunto que fizemos um artigo inteirinho pra você. “Angiologia e Cirurgia Vascular são a mesma coisa? Dá pra fazer uma residência só ou existe uma especialização para cada uma delas? O que é diferente?” Calma! Vem com a gente desvendar tudo isso!

Apesar de ambas trabalharem com assuntos da área cardíaca, a Angiologia tem diferenças importantes da Cirurgia Cardiovascular. Mas o que é Angiologia?

O que é Angiologia?

Bom, pra iniciar nosso papo, vamos colocar os “pingos nos is” e explicar, afinal, o que é Angiologia. A Angiologia é a especialidade médica que vai cuidar de toda parte clínica das doenças que afetam o sistema circulatório, atuando junto à Cirurgia Vascular – que, por sua vez, atua no tratamento cirúrgico das doenças que acometem veias, artérias e vasos linfáticos.

Como andam de mãos dadas, durante muito tempo as abordagens clínica e cirúrgica compuseram uma única especialização chamada Angiologia e Cirurgia Vascular. Mas a partir de 2006, após muitas discussões entre comissões médicas, essa especialização foi separada, por meio da resolução CFM Nº 1.763/05, em duas especialidades distintas. Algumas instituições ainda mantêm a formação unificada, mas é esperado que, ao longo dos anos, essa distinção entre as especialidades se consolide em todas as instituições que oferecem essa residência médica. 

Qual a diferença entre Angiologia e Cirurgia Vascular

A diferença fundamental entre um Médico Angiologista e um Cirurgião Vascular está na forma de tratar a doença e nas procedimentos realizados. Compreender essa diferenciação é importante pra entender o que é Angiologia. O foco do especialista em Angiologia é a prevenção e a recuperação dos vasos – principalmente sanguíneos, mas também linfáticos – dos pacientes por meio de alterações na sua rotina de vida, dietas, exercícios, medicamentos, fisioterapia, dentre outros.

Já o trabalho do Cirurgião Vascular é a intervenção nos vasos sanguíneos por meio de cirurgias. Ele vai cuidar de tudo que envolve o sistema circulatório, englobando algumas doenças como aneurismas de aorta e aterosclerose. Mas há exceções que não são da alçada do Cirurgião Vascular: os sistemas circulatórios do sistema nervoso central e cardíaco (coronarianas) são reservados principalmente para outras especialidades clínicas.

Agora que você já entendeu as principais diferenças entre as especialidades e compreendeu melhor o que é Angiologia, fica ligado que, nos próximos tópicos, a gente vai te explicar melhor tudo sobre a atuação do Angiologista (que é o que você quer saber se você leio ler esse texto, né?).

O que faz um médico angiologista?

Ele é o médico responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças clínicas vasculares que não necessitam de cirurgia – pois, como mencionamos, essas serão encaminhadas ao cirurgião vascular. Mas o paciente não sabe quando vai precisar de cirurgia ou não, concorda? Logo, essa relação estreita entre as duas especialidades se estende também entre os profissionais que vão agir em conjunto para indicar as melhores condutas.

E quando se deve procurar um angiologista? Quais são as principais doenças que esse especialista trata?

Em tese, toda vez que alguém se queixa de dores nas pernas, inchaço, formigamento, sensação de peso, câimbra e cansaço, pode haver a necessidade de avaliação por um angiologista, pois esses podem sintomas de problemas vasculares. Ele vai detectar e tratar doenças circulatórias ainda na fase inicial, além de aplicar medidas de prevenção como mudanças no estilo de vida, com o fim de evitar a necessidade de intervenções cirúrgicas.

Mas, na maioria das vezes, o angiologista é procurado para o tratamento de varizes. O que muita gente não sabe é que ele pode cuidar também de diversas enfermidades que atingem os membros inferiores, como doenças reumatológicas, ou endocrinológicas como o diabetes, que podem levar a alterações vasculares. As obstruções arteriais também requerem atenção desse profissional.

Viu só o que é Angiologia? Uma área ampla e com atuação abrangente também. O gosto apurado por tecnologia ajuda! O Médico Angiologista vai lançar mão de diversas técnicas para diagnosticar as patologias que acometem os vasos do sistema circulatório e linfático, como por exemplo:

  • angiografia;
  • eco doppler;
  • capilaroscopia;
  • radiografia;
  • cintilografia;
  • tomografia; e
  • ressonância magnética.

Vale lembrar que o angiologista também pode realizar algumas pequenas intervenções ambulatoriais como, por exemplo, escleroterapia de varizes com ou sem espuma; aplicação de laser transdérmico para tratamento de hemangiomas e varizes e curativos em úlceras. Mas não esquece: as cirurgias maiores, que exigem a internação do paciente, só podem ser realizadas pelos Cirurgiões Vasculares

Como é o mercado de trabalho para um Médico Angiologista? 

Esse profissional se divide entre clínicas, consultórios e hospitais públicos e particulares, e vale lembrar que o seu trabalho é importante para realizar diagnósticos precoces e, por fim, o atendimento eletivo costuma ser mais recorrente.

A ausência de plantões pode fazer parte da rotina daqueles que optarem por atender apenas nos consultórios particulares ou associados a planos de saúde. Com um dia a dia menos estressante, sobra tempo para investir em novas formações, atuar em outras atividades afins como cursos e palestras ou, ainda, ampliar a carga horária.

De acordo com pesquisa do site Trabalha Brasil, feita com uma amostragem de 12417 salários, um médico angiologista em início de carreira pode ganhar, em média, R$ 7.183,50 atuando em uma instituição de grande porte. No entanto, ao longo da carreira seu salário pode chegar a, em média, R$ 17.537,86.

Uma outra pesquisa, do site salario.com.br junto a dados oficiais do Novo CAGED, e-Social e Empregador Web, também mostrou que a maioria dos especialistas em Angiologia são mulheres, e que é na cidade do Rio de Janeiro onde mais vagas e ocorrências de contratações foram registradas.

Saiba mais sobre quanto ganha um angiologista clicando aqui.

A residência em Angiologia é bem remunerada, mesmo que pouco conhecida, por isso é bom saber o que é Angiologia.

A residência médica em Angiologia 

Com as recentes mudanças nos programas de residência médica no Brasil, muitas instituições ainda estão se adequando à nova realidade e algumas ainda mantêm o programa antigo concomitantemente ao novo. O certo é que agora, em 2020, a residência médica em Angiologia é de acesso indireto, ou seja, exige o pré-requisito: a residência em Clínica Médica com 2 anos de duração, e aí sim, o R3 em Angiologia é cursado. Daí você pensa: a concorrência deve ser menor… Mas não é moleza não, muito pelo contrário! A disputa por uma vaga nos programas de residência médica em Angiologia é acirrada, especialmente nas instituições mais renomadas. 

É válido frisar que tromboses, varizes, aneurismas e arteriosclerose são algumas das doenças com bastante prevalência na população e também estão no campo de trabalho do Angiologista – que se divide entre clínicas, consultórios e hospitais.

Bom, se você acha que essa pode ser a residência dos seus sonhos, tem que começar a se preparar desde já para garantir um bom desempenho nas provas de residência médica e começar fazendo a residência em Clínica Médica em um centro de referência!

Já falamos aqui no blog sobre quais são as instituições mais buscadas de São Paulo para fazer residência em Clínica Médica, que podem ser o seu pontapé inicial pra entrar com sucesso na Angiologia!

E não importa se você escolheu USP, Unifesp, IAMSPE ou qualquer outra instituição de renome: é fundamental se preparar corretamente, tanto para a prova teórica quanto para a prova prática e para a entrevista. Isso aumenta as suas chances de ser aprovado e, enfim, conseguir a posição desejada no programa.

E se você vai começar a se preparar para encarar a prova de residência médica, sugiro dar uma olhada no nosso e-book gratuito Os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência para já começar com o pé direito, já vencendo os bloqueios mentais que atrapalham seus estudos e te impedem de ser aprovado na residência médica dos seus sonhos!

Na Academia Medway temos vários outros materiais gratuitos pra você se preparar do jeito certo: guias estatísticos, ebooks, aulas grátis… é só começar. Dá uma olhada!

Até a próxima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.