Carregando

Qual é a especialidade do urologista?

Se a sua jornada rumo à residência médica está apenas começando e você ainda tem dúvidas como qual especialidade escolher, relaxa! Aqui no blog nós conversamos direto sobre as mais diversas residências, e é exatamente isso que vamos fazer hoje. Pode vir com a gente tirar todas as suas dúvidas sobre a Urologia — e, mais especificamente, da especialidade do urologista!

Bora lá?

Primeiro: o que é a Urologia?

A Urologia é a área médica que se dedica ao estudo e tratamento das doenças que acometem o trato urinário masculino, seu sistema reprodutor, mas também cuida dos problemas no trato urinário feminino. Isso mesmo! Ele cuida de mulheres também! O médico urologista é o profissional responsável pelo diagnóstico e tratamento de doenças do trato urinário de toda a população, e do sistema genital dos homens, exclusivamente.

A especialidade do urologista se divide na atuação clínica e também cirúrgica, além de, é claro, poder abranger uma série de procedimentos terapêuticos e diagnósticos. No dia a dia, o especialista em urologista pode fazer atendimento clínico e ambulatorial de homens e mulheres, desde a infância até a terceira idade.

Quem se consulta com um urologista busca uma solução para problemas como impotência sexual, ejaculação precoce, infertilidade; pedra nos rins, dificuldade ou dor ao urinar, incontinência urinária, infecções urinárias, dores durante o sexo, inflamação no trato urinário e varicocele.

A rotina do médico urologista

Sua rotina de trabalho pode incluir atendimento de pacientes em consultório, acompanhamento de pacientes internados, realização de cirurgias, além de procedimentos diagnósticos e terapêuticos. Na maioria das vezes é o médico urologista que assume o importante papel na realização de exames preventivos e check-up para os homens, sendo este o único médico que vai tratar das demandas do público masculino. 

Há uma enorme quantidade de doenças abarcadas pela especialidade do urologista, tanto em homens quanto em mulheres de todas as idades, incluindo infecções, inflamações, tumores, cálculos, incontinência urinária, infertilidade, realização de transplante renal. Esse especialista vai cuidar também das enfermidades que acometem os rins, os ureteres, a bexiga, a uretra, a próstata, as adrenais, os testículos, os epidídimos e o pênis.

Infelizmente, esse médico é conhecido pelo grande público apenas quando os homens estão na idade de fazer o exame de toque ou quando uma doença grave aparece. 

A lista de doenças tratadas por esse médico é longa, também é extensa a lista de exames que o urologista pode realizar, como por exemplo espermograma, litíase, laparoscopia, vasectomia, biópsia vesical, fluxometria,uretrocistoscopia, cirurgia renal percutânea, cirurgia de freio peniano, ultrassonografia, ressonância magnética do trato urinário.

E além dos exames que mencionamos, a gente precisa ressaltar que o urologista também pode realizar a prevenção, diagnóstico e tratamento de tumores que podem aparecer no trato urinário de homens e mulheres. 

O mercado de trabalho do urologista

Aqueles que desejam atuar na área da Urologia encontram atualmente, um mercado de trabalho amplo e promissor: bons salários e oportunidades em praticamente todas as regiões do país.

A gente fez uma pesquisa pra te informar acerca dos rendimentos mensais que esse especialista pode angariar, olha só! Os dados são de fevereiro a dezembro de 2020 e foram coletados de uma pesquisa feita pelo site Salario.com.br junto ao Novo CAGED, eSocial e Empregador Web. Ela nos mostra que por uma média de 29 horas de trabalho semanais o salário pode chegar a R$ 8.142,27 levando em conta profissionais em regime CLT de todo o Brasil.

E como nada na vida é estanque e nem precisa ser engessada, além dos atendimentos do consultório, realizar cirurgias eletivas e de emergência também podem aumentar consideravelmente os rendimentos desse profissional. Quer saber quanto ganham os médicos de cada especialidade cirúrgica? Dá uma olhada nesse artigo que fizemos sobre o salário das diferentes especialidades cirúrgicas.

A Residência Médica em Urologia

Você está curtindo a área e está pensando se essa pode ser a residência médica dos seus sonhos, é bom que saiba que o processo é longo: todo urologista deve obrigatoriamente após cursar os 6 anos de graduação em medicina, partir primeiramente para especialização na residência médica em Cirurgia Geral como pré-requisito e só depois fazer a residência médica em Urologia. São onze anos de estudos para você se habilitar e poder tratar com segurança e competência, clinicamente ou cirurgicamente os problemas e desafios da especialidade do urologista.

E não para por aí! A vida de quem escolhe a medicina é feita de estudos e dedicação constantes! A Urologia possibilita uma série de subespecialidades clínicas e cirúrgicas que podem ser feitas após a residência médica em Urologia e que vai habilitar ainda mais o médico na sua atuação. Quer saber quais são? Vem comigo! São elas: infertilidade, transplantes renais, Uro-oncológica, Uropediatria, Andrologia e a Neuro-urologia. 

Pra você que curte pegar mão em cirurgia, não deixe de conferir o artigo que fizemos sobre os procedimentos que um urologista cirurgião provavelmente vai realizar.

Enfim…

Você viu que são muitos os caminhos que podem ser seguidos na especialidade do urologista? Por mais 2 ou mais anos de estudos — a depender da instituição escolhida, você pode ganhar ainda conhecimento e experiência numa área ainda mais específica pra poder atuar com segurança e eficiência no seu dia a dia.

Pra você que quer saber mais sobre outros programas de residência médica, então fica ligado aqui no blog porque a gente tá sempre trazendo artigos e entrevistas sobre como é a residência nas principais instituições do Brasil! 

E independentemente da residência que você escolher, a gente vai junto com você nessa caminhada! Precisa de ajuda pra dar seus primeiros passos rumo à residência médica em Cirurgia Geral? Então dá uma olhada em como ela é na USP de São Paulo e de Ribeirão Preto.

E se você vai começar a se preparar para encarar a prova de residência médica, sugiro dar uma olhada no nosso e-book gratuito Os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência para já começar com o pé direito, já vencendo os bloqueios mentais que atrapalham seus estudos e te impedem de ser aprovado na residência médica dos seus sonhos!

Não marca bobeira não! Já se inscreveu no Extensivo-SP? É sua chance de se preparar com qualidade pra encarar o desafio de ser aprovado na residência médica dos seus sonhos no fim do ano! Não perde mais tempo e vem com a gente! Vamos estudar juntos!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.