Carregando

ABORL-CCF: tudo o que você precisa saber sobre a associação

Com a missão de trabalhar sempre em busca da excelência da Otorrinolaringologia no país, promovendo a atualização profissional e o conhecimento, nasceu a ABORL-CCF no final da década de 80. Além disso, ela valoriza e colabora com a melhoria das condições de saúde da população brasileira.

A Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) é uma entidade que se propõe a melhorar o desenvolvimento da especialidade. Além disso, ela promove o intercâmbio científico, técnico, cultural e social entre os profissionais associados.

Para entender os principais objetivos da associação e o papel dela para a melhoria da qualidade de atuação dos médicos otorrinolaringologistas, continue a leitura. Também saiba os principais passos para a obtenção do título de especialista na área.

A Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

Hoje, a ABORL-CCF conta com quase 5 mil médicos associados. Eles estão distribuídos em 21 sociedades e conselhos regionais do Brasil. Todos buscam por difusão do conhecimento médico por meio da produção científica e do desenvolvimento de ações efetivas, que promovam a melhoria da saúde da população. 

Durante todo o ano, a diretoria executiva e as comissões da associação realizam diversas reuniões. Algumas delas são feitas na sede da Associação e em locais estratégicos no país, para buscar o fortalecimento dos otorrinolaringologistas brasileiros.

A entidade é vinculada à Associação Médica Brasileira (AMB), promovendo o ensino e a pesquisa em diversos setores da Otorrinolaringologia. Ela também defende os interesses de todos os profissionais e membros associados.

Como se associar à ABORL-CCF

Se você tem interesse em se associar à entidade, basta acessar o site da instituição. Lá, realize o preenchimento dos dados solicitados e o envio dos documentos. Após isso, é só aguardar por um período de aproximadamente 30 dias para receber a confirmação. 

Podem se associar os médicos otorrinolaringologistas portadores do Título de Especialista em Otorrinolaringologia (TEO). O documento é emitido pela AMB após a aprovação no exame promovido pela ABORL-CCF.

Eventos e publicações

Esta entidade busca tratar o paciente, não apenas a doença, visando uma instrução humanista e especializada no ensino da Medicina. Desde 1979, a associação protagoniza congressos e eventos relevantes para a sociedade.

Com o foco na valorização do especialista em Otorrinolaringologia, a entidade  promove dezenas de eventos, congressos, jornadas e cursos on-line para o médico desenvolver potencialidades.

Título de especialista na Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

A entidade disponibiliza uma série de informações sobre a obtenção do título. Além disso, é possível verificar a lista de todos os pré-requisitos, procedimentos e formas de preenchimento da ficha de inscrição. Assim, você sabe detalhadamente como realizar o envio dos documentos exigidos para obtenção do TEO-CCF.

Vale frisar que, para obter o título, é preciso ter finalizado a residência médica em Otorrinolaringologia, com registro no Conselho Regional de Medicina, conforme define o Art. 4º da Resolução do CFM Nº 1634 de 2002.

Ao concluir a residência e pegar a certificação, visite o site da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Após isso, é possível fazer seu cadastro para conseguir a titulação de especialista na área, seguindo todas as orientações.

Caso você mude de endereço antes da entrega do título, precisa entrar em contato com a instituição em até 45 dias da solicitação para efetuar as alterações necessárias. O prazo da AMB para o recebimento do certificado é de 120 dias corridos, a contar da data do pagamento da taxa de confecção.

A residência em Otorrinolaringologia

Já está pronto para essa especialização? Já dá para botar a mão na massa mesmo durante a residência, viu? Então, bora lá saber como entrar na residência médica em Otorrinolaringologia. Se esse é o seu sonho, é claro que a gente está aqui para te ajudar nessa jornada!

A residência em Otorrinolaringologia é de acesso direto. Isso quer dizer que, assim que você sair da graduação, basta ser aprovado em um dos processos seletivos para estar lá dentro. É uma forma prática de obter todo o aprendizado na área com profissionais que já possuem experiência.

A residência dura três anos, nos quais os treinamentos em serviço, ambulatórios, hospitais e prontos-socorros serão uma constante. Há várias excelentes instituições em que você pode tentar uma vaga para dar o pontapé no seu sonho.

Conheça mais sobre a especialidade no nosso blog

Agora que você já compreendeu o papel da ABORL-CCF para a especialidade de Otorrinolaringologia, que tal conhecer as principais funções da área? No nosso blog, você confere os detalhes sobre a atuação de um otorrinolaringologista e o mercado de trabalho da função. Aproveite!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
Ana KarolineBittencourt Alves

Ana Karoline Bittencourt Alves

Catarinense nascida em 1995, criada em Imbituba e apaixonada por uma praia. Formada pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2018, com residência em Clínica Médica pela Universidade de São Paulo (USP-SP 2019-2021) e professora de Clínica na Medway. "Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender" - Paulo Freire.