Carregando

Como aprender a estudar melhor para a residência?

A concorrência entre quem sonha em se tornar R1 é grande e o que não falta por aí é gente se perguntando como aprender a estudar melhor agora que foi dada a largada para a jornada até a residência. Muitas dessas pessoas, sem saber por onde começar ou como se orientar, acabam caindo na armadilha de fazer o que os outros estão fazendo. 

No começo pode parecer que essas fórmulas que “funcionam para todo mundo” estão dando certo. Todavia, é extremamente comum que, após algum tempo, o aluno perceba que aquele método não está funcionando para ele, e aí bate o desespero. É aí que entra o famoso bloqueio da boiada, um dos 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência médica.

O bloqueio da boiada, de forma geral, é um conceito que serve para definir aquela pessoa que não consegue otimizar seu rendimento nos estudos por estar fazendo a mesma coisa que todo mundo, sem pensar nas próprias especificidades. A verdade é que não existe fórmula mágica que funciona pra todo mundo! 

É essencial se desprender da ideia de que existe uma forma específica que você só não descobriu ainda, pois o tempo é limitado! O que você pode aprender, no entanto, é a estudar da melhor forma, otimizando seus rendimentos. E é exatamente por isso que estamos aqui! Queremos te dar 5 dicas para que você consiga achar a maneira que funciona pra você!

Vamos direto pra primeira então? Vem descobrir como aprender a estudar melhor!

É importante pensar em como aprender a estudar melhor para maximizar o rendimento do estudo

Não tente ler todas as apostilas!

Não só porque isso é praticamente impossível, mas também por ser improdutivo! A maior parte dos cursinhos oferece mais de 60 apostilas, é coisa demais pra se preocupar! 

Na verdade, tentar ler todo o conteúdo traz mais prejuízos que benefícios. A cada vez que você se frustra por não conseguir, seu sistema nervoso central te presenteia com a sensação de incompetência e o desestímulo ao estudo, algo que ninguém quer para si. Ou seja, se seu foco é em como aprender a estudar melhor, esse é um ótimo ponto de partida.

Pense na sua própria demanda ao decidir o que vai ler e o que vai deixar de lado! Se você já tem um bom desempenho em, digamos, Preventiva, qual o sentido de gastar seu tempo precioso lendo mais sobre Preventiva? É chover no molhado!

Nós mesmos, aqui da Medway, não lemos todas as apostilas e passamos nas principais instituições do Brasil, entende? Inclusive, a próxima dica é exatamente sobre isso!

Converse com quem já passou na residência que você deseja

Pense como se estivesse dirigindo a algum lugar em uma cidade ou região que você não conhece. Tudo bem que hoje em dia isso é menos frequente por conta de aplicativos como o Google Maps, mas ainda é comum pedir informações para pessoas que são da região em questão! Isso porque, por já terem precisado fazer um trajeto similar ao seu, têm noção de como te guiar da melhor maneira.

Ao falarmos da jornada para a residência, o princípio é o mesmo: quem já passou onde você quer passar tem muito mais propriedade para te falar quais as melhores atitudes a se tomar. E nós estamos sempre dispostos a responder dúvidas, viu? Seja lá no nosso Instagram ou na nossa plataforma de contato, nós vamos te ajudar a chegar no objetivo que você quer!

Mas além só da gente, busque falar com veteranos que fazem residência onde você quer, também. Ter essa noção de como é pra quem está lá dentro é muito importante não só ao se pensar em como aprender a estudar melhor, mas para a própria escolha de instituição também, por exemplo.

Faça um plano de estudos

Não adianta ir com muita velocidade sem uma direção acertada. A motivação não basta e é necessário que você tenha uma noção das coisas que precisa estudar!

É aí que entra o plano de estudos, uma espécie de tabela para que você faça a distribuição do seu tempo disponível. O tempo é um recurso muito importante, mas é obviamente limitado, e ter diretrizes te guiando em relação ao que fazer em cada momento é uma vantagem muito grande para quem pensa em como aprender a estudar melhor para a residência.

A longo prazo, um bom plano de estudos também ajuda a ter uma visão mais global dos conteúdos estudados, além de trazer tranquilidade e segurança, reduzindo aquela ansiedade comum aos estudantes.

Para sua sorte, nós já temos um post prontinho explicando como fazer um plano de estudos excelente! Confere lá!

Adote o estudo ativo 

No estudo ativo o foco é total no aprendizado. A ideia é que, quando aprendemos alguma coisa, o conteúdo fique consolidado e pronto para ser aplicado em diversas situações. E como pode-se fazer isso?

Se tivéssemos que sintetizar a forma de ideal de estudos com a técnica de estudo ativo para residência médica, faríamos da seguinte forma:

  • assista à aula do cursinho;
  • realize 10-20 questões da apostila específica antes do início dos estudos;
  • revise o caderno da aula. Assim, você conseguirá correlacionar os assuntos “que mais caem”;
  • leia a apostila (se julgar necessário, ou seja, se não tiver nenhum domínio do assunto);
  • realize mais 50-80 questões para consolidar o conteúdo (você pode intercalar com a leitura uma vez que a mesma pode ser bem cansativa);
  • revise mentalmente os temas daquela apostila.

Ao invés de só ler e esperar que o conhecimento entre na sua cabeça dessa forma, o estudo ativo leva o aluno a ter uma postura muito mais diligente em relação aos estudos! Agora, para a última dica.

Priorização

Há dois momentos em que você deve usar o conceito da priorização. O primeiro é ao começar os estudos.

Nós não estamos aqui para negar a importância de estudar Clínica Médica ou Cirurgia Geral — muito pelo contrário, aliás. No entanto, nós não podemos negar que essas áreas são muito difíceis, além de serem consideravelmente mais vastas que as outras três grandes áreas cobradas pelas provas de residência (Preventiva, GO e Pediatria).

Nossa recomendação, via de regra, é focar primeiro nessas três. Elas têm um custo-benefício muito melhor, exigindo menos estudos para obter mais resultados, que é exatamente o que você quer!

Já falamos um pouco sobre isso na série Pergunte ao Alê. Se liga no vídeo abaixo e entenda como aprender a estudar melhor: 

O segundo momento é na hora da revisão de algum conteúdo, depois de estudá-lo. Nessa hora, você pega seu caderno, vai lendo, e separa as partes desse conteúdo das quais você não se lembra tão bem. Aí você pega esses tópicos e faz questões especificamente sobre eles, até atingir um rendimento satisfatório. Só então você passa pra um conteúdo novo — é o que chamamos de revisão por tema.

Precisamos reforçar: não existe fórmula mágica quando o assunto é como aprender a estudar melhor para a residência. Você precisa avaliar suas próprias dificuldades e facilidades, e não se prender a cronogramas prontos dados por cursinhos. O seu maior inimigo na trajetória para a residência médica pode ser você mesmo e é importante saber explorar suas forças e lidar com suas fraquezas da melhor forma.

E uma dica bônus…

Se você sente que sacou tudo isso, mas que vai ter dificuldade de aplicar esses conceitos, tenho uma boa notícia pra você. O Extensivo São Paulo está com inscrições abertas!

O Extensivo SP é o nosso curso que acontece ao longo do ano todo com videoaulas ao vivo sobre as 5 grandes áreas, oferecendo o conteúdo que você realmente precisa saber.

Além do material didático online e dos simulados das provas de SP, o Extensivo conta com um app que tem milhares de questões comentadas das principais instituições paulistas. É o preparo que você precisa para ganhar confiança e conquistar a tão sonhada aprovação!

Portanto, não perde tempo, hein? Dá uma conferida no site e garante já sua inscrição!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.