Como estudar em casa para a residência médica

Com o começo de um novo ano, muitas questões surgem. É aquela época em que pensamos em tudo que queremos atingir ao longo do ano e estabelecemos inúmeras metas. Mas só isso não basta. Por mais que seja importante se dar a liberdade de almejar várias coisas, também é preciso ser realista e bolar um plano para atingi-las. Para muita gente, a residência médica é uma grande meta. Por conta disso, hoje vamos falar de mais um ponto para te ajudar a montar sua estratégia para atingir essa meta: como estudar em casa para a residência!

Para isso, vamos te apresentar 5 dicas que conhecemos sobre como estudar em casa. Assim, você junta essas dicas à sua demanda específica e bola o melhor plano possível para passar na residência dos seus sonhos! Vamo lá?

Hoje vamos dar 5 dicas para que você saiba como estudar em casa para a residência da melhor maneira!

5 dicas para estudar em casa para a residência médica

1 – Mapeie suas distrações

É bem provável que você já tenha ouvido falar na famosa expressão “calcanhar de Aquiles”. Para quem não conhece, fica aí a curiosidade: na mitologia grega, Aquiles era visto como o melhor dos guerreiros. Por se banhar no rio Estige, seu corpo era completamente invulnerável — exceto por seu calcanhar. Quando essa fraqueza ficou conhecida, bastou uma flecha no calcanhar para que Aquiles fosse finalmente derrotado.

Com o tempo, essa expressão se tornou sinônimo de “maior fraqueza”. Voltando ao assunto de como estudar em casa, agora te pergunto: qual o seu calcanhar de Aquiles? Quais as coisas que te distraem constantemente e te impedem de vencer a batalha pela aprovação na residência médica? 

Para alguns, são as redes sociais. Para outros, a TV. O quarto, a família fazendo barulho, desorganização… a lista continua. Portanto, busque identificar as coisas que te distraem, pense em algumas possíveis soluções e vá testando. 

Seu problema são as notificações do Twitter, do Instagram e do Facebook? Tente desativá-las, desinstalar os aplicativos temporariamente, baixar algum app de concentração ou simplesmente retirar o celular do ambiente de estudo. 

Estar no quarto prejudica seu foco? Busque um novo ambiente de estudo e torne a cama um local somente de descanso. Você é interrompido constantemente com uma barulheira sem fim? Tente protetores auriculares, playlists de ruído branco ou alguma outra opção que sugerimos neste post. Deu pra pegar a ideia, né?

2 – Defina metas e se organize de acordo com a residência para a qual pretende prestar

Soa meio redundante a sugestão de “definir metas” como uma estratégia para atingir metas que você definiu, a gente sabe. Mas pense como se fosse um quebra-cabeça: não adianta tentar montar tudo de uma vez, você precisa ter metas “menores” e uma organização macro. Separar as peças por cores, começar pelas partes mais fáceis do quebra-cabeça, tentar montar as bordas primeiro… coisas desse tipo.

Ao pensar em como estudar em casa para a residência médica, não é muito diferente. Você já sabe o objetivo principal — passar na residência dos seus sonhos — mas precisa estabelecer objetivos mais fáceis de atingir primeiro. Isso serve tanto para manter a motivação e a noção de progressão quanto para entender em que partes você tem mais dificuldade! Essa distinção entre conteúdos que você domina e conteúdos que precisam de mais atenção vai ser essencial para que você faça o melhor uso do seu tempo. 

Nós falamos mais a fundo sobre tudo isso no nosso post sobre como se organizar para estudar para a residência. E eu também tenho mais algumas dicas extra nesse sentido, pra você realmente não ter desculpa pra ficar de bocamolismo!

3 – Um bom plano de estudos vai te levar ao sucesso

Um plano de estudos é, a grosso modo, uma tabela de distribuição do seu tempo. Ele serve para, principalmente, te dar uma visão mais ampla dos conteúdos estudados. Além disso, proporciona um foco que também traz tranquilidade e segurança, reduzindo a ansiedade comum aos estudantes.

Ele é extremamente importante pois, como repetimos toda hora, não existe fórmula para passar na residência. Você precisa identificar suas demandas e dificuldades e bolar um plano a partir delas. Lembre-se: se quer resultados diferentes, precisa de métodos diferentes!

Além disso, para quem está pensando em como estudar em casa, é essencial ter disciplina. Nessa batalha, você pode ser seu maior aliado, mas também seu maior inimigo. Por isso, um plano de estudos é uma excelente ferramenta para te ajudar a manter o rigor necessário.

Para sua sorte, já explicamos e demos um monte de dicas de como fazer um ótimo plano de estudos, então é só dar uma conferida no post e botar a mão na massa!

4 – Fique ligado nas dicas da Medway nas redes sociais!

Que nem a gente falou ali em cima: estudar em casa pode ser complicado e exige uma disciplina que muita gente tem dificuldade de manter. Contudo, vale lembrar que pensar em como estudar em casa não precisa ser sinônimo de estudar sem assistência

Nós sabemos disso, e estamos constantemente publicando dicas sobre diversos conteúdos nas redes sociais, além de lives com sugestões para aprimorar seus estudos e esclarecer dúvidas! Corre lá no nosso Instagram e já deixa aquele follow! É tudo gratuito, hein?

5 – Procure uma mentoria!

Apesar de tudo isso, mesmo que você seja organizado e já conte com as nossas — ou outras — dicas externas, às vezes isso não basta. Pode ser que você veja seu desempenho estagnado, e se sinta perdido em relação ao que fazer para aumentar o rendimento. Mentorias existem para ajudar exatamente com problemas assim!

E se você acha que mentoria é só um coach que fica ali te dizendo que você consegue, tá errado! Uma boa mentoria tem diversos benefícios que contribuem para a melhoria do aluno. Vamos falar de três para você não ficar achando que é papo pra boi dormir!

Acompanhamento mais próximo

Vou te contar uma verdade: se você não erra nos seus estudos, tá estudando errado. O erro é uma parte importantíssima do aprendizado, e é praticamente impossível estudar e, de fato, aprender um conteúdo, se você não errou alguma coisa no processo. 

Às vezes, porém, pode ser difícil identificar nossos próprios erros se não colocamos eles à prova. Com o auxílio e a orientação de alguém que está vendo de um ângulo mais externo, é mais fácil perceber os erros e, então, trabalhar para resolvê-los.

Nem sempre é fácil achar alguém para responder a essas dúvidas e fazer esse tipo de acompanhamento — muita gente nem tenta contatar ninguém, seja por receio de incomodar, pela ilusão de que não precisa ou por não saber a quem procurar, principalmente quando a questão é como estudar em casa, longe de outras pessoas. Em uma mentoria, todas essas objeções caem de uma vez!

Otimização do tempo e dos estudos

O tempo é o recurso mais essencial de qualquer estudante, seja para você que vai ao cursinho ou para você que está pensando em como estudar em casa. Todavia, ele é limitado. Você pode não saber a data exata das provas de residência que vão acontecer ao final de 2021, mas tem uma noção de quanto tempo tem até lá. Por isso, não dá para desperdiçá-lo!

O processo de identificação e resolução de erros que mencionei aí em cima, inclusive, é parte disso. Não é importante somente passar por ele, mas fazê-lo de maneira ágil, pois você e eu sabemos que são muitos conteúdos para estudar. Além disso, uma boa mentoria também vai te ajudar a derrubar bloqueios que estejam freando seu rendimento, como o famoso bloqueio da boiada.

Você acha que precisa estudar todos os conteúdos e ler todas as apostilas porque é o que todo mundo no seu cursinho faz? Já fez isso e sentiu que não adiantou nada? Bom, tenho que te informar: você está vivenciando o bloqueio da boiada.

E não existe só um bloqueio! Na verdade, nós falamos de 15 que podem estar te prejudicando — e às vezes você nem sabe! Corre e dá uma lida no nosso e-book gratuito com os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência pra saber se você se encaixa em algum!

Em todo caso, o ponto é: uma mentoria de qualidade está aí exatamente para te ajudar a superar esses e outros obstáculos. Quando você perceber, vai estar fazendo um uso muito melhor do seu tempo, e aí o rendimento cresce!

Melhorar a autoconfiança

Ainda não tá convencido? Te dou mais um motivo!

Esse é bem fácil de sacar, na verdade. Ao ser orientado por pessoas que já atingiram o mesmo objetivo que você tem, as chances de você ser bem sucedido aumentam drasticamente! Afinal de contas, você vai adquirir conhecimento diretamente da fonte, certo? 

Para muita gente, a insegurança pode ser um obstáculo imenso, principalmente quando não se tem noção da qualidade do próprio estudo. A mentoria é uma ferramenta incrível nesse sentido, pois te ajuda a levar o rendimento a um alto nível, de acordo com as suas características!

Imagina chegar na prova tranquilo, ciente do próprio potencial? Bom, né?

Pois eu tenho uma boa notícia pra você…

A Medway Mentoria está de volta, recheada de mais dicas sobre como estudar em casa para a residência!

A Medway Mentoria está de volta!

A Mentoria da Medway é o nosso curso online de preparação para as provas teóricas de residência médica! Nele, você aprende técnicas avançadas de preparação e organização dos estudos para superar bloqueios, ganhar confiança e conquistar a tão sonhada aprovação!

Nós produzimos esse curso com muita dedicação, e garantimos que você vai encontrar tudo isso que mencionamos e mais um pouco! Portanto, não perde tempo, hein? Dá uma conferida lá e garante já sua vaga!

Até a próxima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.

1