Carregando

Especialidade em Cardiologia: conheça tudo sobre a área

Escolher a área que deseja seguir é uma tarefa que requer muita responsabilidade e planejamento. Com isso em mente, o próprio curso de Medicina apresenta uma grande variedade de oportunidades devido ao extenso número de especializações disponíveis. Afinal, você sabe o que a Cardiologia faz? 

A especialidade trata de diversos aspectos a respeito do coração e do sistema circulatório. A Organização Mundial de Saúde (OMS) acredita que as principais causas de mortes no mundo são associadas a doenças cardiovasculares e outras enfermidades.

Continue a leitura para compreender tudo sobre Cardiologia e o caminho para ingressar na especialidade por meio da residência médica no conteúdo que preparamos. Assim, você fica por dentro dessa área tão importante da saúde.

O que é Cardiologia?

O especialista em Cardiologia, conhecido como cardiologista, é responsável por realizar a análise, o diagnóstico e o tratamento de pacientes que apresentam alterações no sistema cardiovascular ou circulatório. Sendo assim, ele estuda as doenças associadas ao coração.

Além do diagnóstico, a rotina do médico do coração envolve práticas clínicas e cirúrgicas, uma vez que cumpre os requisitos para executar a segunda função. Além disso, o profissional atua na interpretação dos diagnósticos, na prescrição de medicamentos e nos tratamentos para as doenças.

A especialidade também é dividida em dois segmentos: preventiva e curativa. Cada uma delas apresenta uma abordagem específica relacionada às condições de tratamento dos pacientes.

Cardiologia preventiva

Como citado, os especialistas da OMS acreditam que a maior parte dos óbitos no mundo é causada por doenças associadas ao coração. Pensando nisso, a área não só atua na realização de diagnósticos, mas também por meio de tratamentos com foco em prevenção e mudanças de hábitos para evitar possíveis complicações cardíacas.

Cardiologia curativa

Em doenças detectadas tanto no nascimento quanto ao longo da vida, este segmento da especialidade possui foco no tratamento e na cura de pacientes que passaram por diagnóstico ou apresentam sintomas de doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial, cardiopatia congênita, entre outras.

Áreas de atuação da Cardiologia

Assim como diversas áreas da saúde, a Cardiologia possui subespecialidades focadas em campos do conhecimento associados aos estudos de doenças do coração e afins. Confira algumas delas abaixo.

Ecocardiografia

O ecocardiograma é um exame do coração muito conhecido para detectar alterações no órgão, realizado por meio de um ultrassom. O especialista da área é capacitado para diagnosticar lesões cardíacas estruturais e analisar a pressão da artéria pulmonar.

Hemodinâmica

Para os estudos relacionados à circulação sanguínea, a hemodinâmica analisa e trata doenças do coração por meio da utilização de cateteres. Com o avanço da tecnologia, as funções da área possibilitaram que os médicos identificassem alterações cardiovasculares e tivessem um diagnóstico mais preciso.

Cardiologia pediátrica

A cardiopediatria é o ramo da cardiologia que faz o tratamento de doenças cardíacas em crianças e adolescentes. Algumas delas podem ser congênitas (identificadas no nascimento) ou adquiridas com o tempo.

A formação de um cardiopediatra segue uma metodologia específica quando comparada com a cardiologia para adultos, uma vez que as características físicas dos mais jovens apresentam mudanças, como peso, tamanho e ritmo cardíaco.

Residência médica em Cardiologia

Para ingressar na residência médica em Cardiologia, é importante saber que essa é uma especialidade com pré-requisitos. Os concursos que oferecem vagas para a área exigem que o candidato já possua uma formação prévia em Clínica Médica, além da certificação no curso de graduação em Medicina.

Por mais que a graduação ofereça aprendizado na área, apenas o curso de especialização em Cardiologia confere o título de especialista. A residência na área tem duração total de dois anos. Nesse período, o profissional aprende as principais funções de um cardiologista, assim como a rotina na instituição de saúde em questão.

O médico residente da especialidade pode atuar em diversas vertentes e setores, como ambulatórios, consultórios, clínicas de diagnósticos, plantões em unidades de pronto atendimento, entre outros. Sendo assim, é uma área que abrange diversas oportunidades para o profissional que deseja se especializar nela.

Mesmo já atuando como profissional, é muito importante manter os conhecimentos sobre a área em dia, principalmente por se tratar de um segmento que apresenta novidades constantes. Com isso em mente, o aprendizado nunca pode ficar de lado.

Alcance um currículo padrão-ouro!

O caminho para ingressar na residência médica em Cardiologia pode não ser dos mais fáceis, porém, nós te ajudamos a facilitar esse processo! Com o nosso curso preparatório, você tem acesso a um aprendizado completo por meio de uma metodologia padrão-ouro, essencial para alcançar a aprovação nas principais instituições.

Realizar um planejamento sobre a área que deseja seguir é importante para se preparar para os principais desafios dessa jornada, como as provas e as entrevistas. Pensando nisso, que tal aprender como fazer uma boa entrevista para residência médica? Aproveite para conferir outros conteúdos do nosso blog!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
Ana KarolineBittencourt Alves

Ana Karoline Bittencourt Alves

Catarinense nascida em 1995, criada em Imbituba e apaixonada por uma praia. Formada pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2018, com residência em Clínica Médica pela Universidade de São Paulo (USP-SP 2019-2021) e professora de Clínica na Medway. "Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender" - Paulo Freire.