7 passos para as provas teóricas de residência médica

O período de provas teóricas de residência médica no fim do ano geralmente é muito conturbado. Isto é, preocupações com as inúmeras inscrições, reservas em hotéis (ou ligações para aquele seu “velho amigo” para pedir um lugarzinho no sofá). Além disso, a conciliação com a formatura e trabalho certamente atrapalham o rendimento dos estudos na reta final.

Dessa forma, conversamos com residentes de várias especialidades do HC-FMUSP e de outras instituições de São Paulo. Diante dessa pesquisa, nosso objetivo era  tentar entender de que forma deram sequência a rotina pesada de estudos durante a época de provas teóricas de residência médica, em meio a tantas distrações e responsabilidades.

Depois de muitas conversas, compilamos os 7 passos essenciais. Isto é, de acordo com o que a maioria seguiu para que alcançassem o objetivo de chegar à Residência Médica desejada.

Mas, antes de seguirmos com os passos essenciais, preciso te perguntar uma coisa: você já venceu os bloqueios que podem estar atrapalhando seus estudos e te impedindo de ser aprovado? Se você nem sabe do que estou falando, sugiro que você, antes de saber quais são os 7 passos essenciais para as provas teóricas, leia o nosso e-book gratuito Os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência. Vencer os bloqueios mentais durante sua preparação é o passo 0 para se dar bem nas provas teóricas!

Agora bora para os outros 7 passos essenciais para as provas teóricas de residência médica:

1. Planejamento

Hora do Planejamento para as Provas

Cada candidato à residência médica se inscreve em mais ou menos 6 instituições, o que compromete quase todos os finais de semana entre novembro e dezembro. Portanto, é imprescindível que você faça com antecedência um calendário organizado com as datas das 1ªs,  2ªs fases e entrevistas, definindo seu cronograma e onde vai se hospedar nesses períodos. Dessa forma, você estará “livre” e assim conseguirá estudar para as provas teóricas de residência médica no restante do tempo.

Você deve estar pensando agora: “Mas que conselho simples, João Vitor!” 

No entanto, tenho que te confessar uma coisa que poucos amigos meus sabem…

Depois de ter feito uma excelente 1ª fase na prova do IAMSPE (Hospital do Servidor Público Estadual de SP), fiz uma confusão com o horário da da segunda etapa. Também não sei por qual motivo mas pensava que a 2ª etapa seria realizada a tarde quando na verdade estava programada para o período matutino.

Resultado: não fiz a 2ª fase da prova para residência médica. E fui desclassificado do concurso.

Jamais pensei que isso pudesse acontecer comigo. No entanto, “o pior de tudo” é que sempre que realizava um prova e via algumas cadeiras vazias ao redor, me perguntava quem eram as pessoas que pagavam uma inscrição cara nos concursos e não apareciam.

Descobri da pior forma. Portanto, preste muita atenção ao seu calendário!

2. Ignore as Apostilas do Cursinho

Durante os primeiros 6 meses do ano, quando o tempo ainda não é escasso, dá pra integrar a leitura das apostilas e a realização das questões. Porém, nesta reta final, já de provas teóricas de residência médica, é fundamental que você foque apenas na resolução de exercícios. Há três razões para isso:

  • O material das apostilas geralmente é muito denso. Isto é, abrange diversos conceitos que não são cobrados em provas teóricas de Residência Médica.
  • A leitura de uma apostila demanda muito mais tempo que a realização dos exercícios, sem trazer o mesmo retorno. Entre os entrevistados, o tempo médio de leitura de uma apostila com cerca de 70 páginas foi de 10 horas enquanto a realização e correção dos exercícios levou cerca de 5 horas. Ou seja, enquanto lê uma apostila você pode fazer os exercícios de duas!
  • Por último e mais importante: a realização das questões permite uma fixação muito maior do conteúdo estudado. Portanto, observe abaixo a Pirâmide do Aprendizado e tire suas conclusões:

  “Eu vejo e eu esqueço. Eu ouço e eu lembro. Eu faço e eu entendo.” – Confúcio

Se você ainda não entendeu a importância dessa dica, confira esse vídeo que esclarece um pouco mais as coisas!

3. Faça Todas as Provas Teóricas de Residência Médica Anteriores

A realização de provas dos últimos anos geralmente entrega os conteúdos mais cobrados por aquela banca de Residência Médica. Dessa forma, você consegue direcionar os estudos para determinada prova.

É incomum a mudança da banca organizadora de um ano para o outro. Além disso, não é raro a “repetição de questões” com leves modificações na forma como o conteúdo é cobrado.

Você não quer acertar algumas questões de sua prova teórica quase sem ter trabalho?

Então, revisando as provas teóricas de residência médica anteriores das instituições que você quer é uma forma muito eficiente de garantir uns pontinhos a mais.

Acertar sem Esforço prova SUS-SP

Ps: A prova do SUS-SP é um ótimo exemplo disso.

4. Estude as Provas Teóricas Anteriores

Revisão para Provas de Residência Médica

Essa é uma dica chave se você quiser ter sucesso. O estudo “questão por questão” através de comentários e vídeos permite que você se aprofunde nos temas mais cobrados pelas bancas de residência médica. Desse modo, você fixará em sua mente os assuntos mais relevantes. Logo, aumenta suas chances de de aprovação no concurso.

5. “Passe o olho” nas provas anteriores um dia antes de fazer a prova daquela instituição

Aqui não estou falando de fazer a prova de residência médica inteira de novo ou estudar cada questão. Isto é, você já deveria ter feito isso.

Cérebro - Idéia para Estudar

Trata-se de realizar uma breve leitura dos últimos exames para que você possa reavivar em sua memória os assuntos que não ficaram tão fixados em sua mente. Pois isso pode te dar pontos preciosos.

6. Estude em Grupo

Estudo em Grupo Para Residência Médica

Como você pôde ver na Pirâmide da Aprendizagem acima, o simples fato de falar e discutir determinado assunto aumenta a chance de memorização.

Além disso, o cansaço no final do ano é inevitável e um parceiro de estudos provavelmente irá te ajudar a não perder o ritmo. Nessa parceria, você também vai poder treinar para a prova prática, onde encenação é fundamental para um bom desempenho.

Só pra constar, se você for fazer alguma prova prática no final do ano, sugiro que você conheça o CRMedway!  Dessa forma, nosso curso completo que te prepara para essa fase tão importante da jornada para a residência médica.

7. Corrija cada uma das provas teóricas de residência médica

É essencial que você anote o gabarito e reveja cada questão. Porém, só isso não basta. Dessa maneira, se quiser entender como melhorar o seu rendimento a cada concurso, confira o nosso Guia de Conduta para o Pós-Prova e identifique em que aspectos você pode melhorar.

Quer saber mais?

Não deixe de conferir nosso ebook totalmente gratuito “Como Brilhar nas Provas de Residência Médica”! Nele nós aprofundamos ainda mais em como se sair bem na 2º fase das provas de residência médica! Confira!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.