Carregando

Quando começa o internato de Medicina?

A faculdade de Medicina é uma graduação muito longa. O aluno cumpre muitas etapas e passa por vários ciclos. O destino final é o internato! Não é nada fácil chegar nessa parte do curso. Mas quando começa o internato de Medicina, nada é impossível e não existem obstáculos que não possam ser superados.

Para se graduar com louvor, é indispensável ter boas notas em todas as competências do internato. Ainda mais para aqueles que têm a pretensão de fazer a residência médica em uma boa instituição. É elementar estar ligado!

Você quer saber quando começa o internato de Medicina? Então, continue a leitura para entender melhor!

O que é o internato e como ele funciona?

O internato é uma parte de grande importância na graduação em Medicina. Por meio dos ensinamentos didáticos fornecidos pela faculdade e no dia a dia nos hospitais, o aluno obtém os conhecimentos práticos que vai carregar pelo resto de sua vida acadêmica e profissional. Sobretudo ao longo dessa jornada, o aluno tem contato com pacientes que apresentam diversos tipos de problemas e ele aprende a lidar e a solucionar todos eles.

Essas experiências vivenciadas diariamente agregam muitíssimo ao compilado de conhecimentos acumulados pelo universitário ao longo da graduação. Frequentemente, no decorrer do internato, o aluno faz provas que testam o seu conhecimento sobre as diferentes especialidades para avaliar o nível de seu aprendizado prático e teórico. Por essas razões, é importante ser um aluno ativo e fazer anotações durante as práticas.

No decurso de todo o processo, é fundamental estar atento ao ensino que o internato proporciona. É essencial focar nos detalhes para que você possa viabilizar para o paciente um diagnóstico assertivo. Não esquecendo, é claro, da sua posição de estudante. Pois a palavra final é sempre do docente que o acompanha! O internato é o momento de aprender com os erros para assim alcançar patamares elevados.

Quando começa o internato de Medicina?

O internato começa nos últimos dois anos da graduação em Medicina. Dado que, nesta parte do curso, é pressuposto que o estudante de Medicina já tem capacidade e habilidades o suficiente para começar a exercer as práticas médicas com pessoas de verdade. Sem simulações. Logo, deduz-se que o futuro médico já tem maturidade e informações razoáveis para encarar a rotina, os plantões e as consultas.

A longa trajetória do internato dura vinte e um meses, salvo as férias. E é uma etapa crucial para vida do estudante de Medicina, já que o aluno tem que equilibrar e manter em ordem as obrigações e os encargos da faculdade, do internato e dos estudos para a prova de residência médica que está por vir. Consequentemente, o aluno pode passar por muitas situações de estresse. Por esse motivo, é importante manter a calma!

O internato prepara o futuro médico para a rotina e as atividades que ele vai ter em breve na residência médica. Sendo que o conteúdo que consta na prova de residência médica é tudo o que se aprende durante a graduação e o internato. Por isso, é importante estudar todos os dias e praticar tudo o que foi aprendido sempre que houver a oportunidade.

Quer se preparar melhor para os desafios que o Internato reserva?

Se você está buscando uma forma de se preparar melhor para essa fase, fica tranquilo! Sabemos que ingressar no internato é motivo de insegurança para muita gente. Afinal, colocar em prática os aprendizados dos primeiros anos da faculdade exige foco, conhecimento e habilidades. Foi por isso que fizemos um Curso Gratuito de Internato. São 16 aulas em um módulo único, em você vai aprofundar seus conhecimentos teóricos e se tornar mais resiliente para enfrentar todos os desafios que essa fase oferece. Clique AQUI e inscreva-se já!

O internato é remunerado?

O internato é um estágio não remunerado, porque é uma parte da faculdade de Medicina. Por essa razão, o interno não pode ser remunerado pelo seu trabalho realizado no horário inerente ao internato. Em princípio, quando começa o internato de Medicina, o aluno já recebe a informação de que se trata apenas de um método educacional interativo e prático para que o aluno desenvolva habilidades médicas.

É também uma oportunidade para o estudante desenvolver soft skills, que são habilidades necessárias para atender todos os pacientes de forma impecável, como todo bom médico deve fazer. É necessário ser dotado de muita empatia e compaixão para lidar com as pessoas que procuram por atendimento médico! Para além da inteligência cognitiva, o interno deve ter inteligência emocional.

Em suma, a mais destacada remuneração do internato não é o dinheiro! É a vivência e a evolução como ser humano e profissional da saúde — que essa fase da faculdade de Medicina promove para vida do estudante. Sem dúvidas, as maiores qualidades de um médico é ser compreensivo, bondoso e habilidoso em múltiplos aspectos. Pois não há preço na satisfação de melhorar a vida das pessoas.

Qual é a carga horária semanal?

Está determinado pela Lei nº 11.788/2008, que o interno deve cumprir no máximo 40 horas de estágio ao longo da semana. O cumprimento dessas horas é exigido pelo Ministério da Educação (MEC). Desde quando começa o internato de Medicina, o aluno aprende o exercício da profissão fazendo plantões em diversos ambientes. Por exemplo, em ambulatórios e enfermarias.

Antes de dar início às atividades do internato, o estudante de Medicina recebe um manual que explica os detalhes sobre todo o período do internato. Contudo, ao ler as informações contidas no manual, alguns alunos até se assustam e ficam ansiosos ao ver a carga horária exigida. Mas não tenha medo! Essas horas passam mais rápido do que se imagina. Pois há muita coisa para aprender no internato.

Quarenta horas semanais é tempo suficiente para que você tenha uma excelente formação médica. Portanto, é importante que você faça um ótimo proveito dessas horas para aprender e observar profissionais experientes em ação. Dessa forma, é possível extrair muitas informações, porque você vai precisar delas para desempenhar inúmeras funções ao longo de sua próspera e longa carreira na Medicina.

O que vem depois do internato?

Depois do internato, os recém-formados costumam fazer a prova da residência médica. A residência médica é uma pós-graduação e é também o caminho para ser um médico especialista de sucesso na área da Medicina que você mais se identifica. A titularidade de especialista pode ser concedida para aqueles que realizam a prova de título da especialidade ao final da residência médica.

Os médicos que fazem a residência são capazes de desenvolver uma qualidade superior à média em seus atendimentos. Do mesmo modo, uma pós-graduação agrega muito valor à formação do médico, bem como só um especialista é capaz de abordar problemas específicos com tranquilidade e clareza. Os anos de estudos exclusivos sobre uma única área da Medicina fazem a diferença na hora da cirurgia e nos laudos.

Curtiu saber quando começa o internato de Medicina?

Os estudos preparam o aluno para todos os momentos de sua vida! É sabido que o aluno dá o seu primeiro passo de sua história como médico quando começa o internato de Medicina. Sendo assim, é imprescindível levar o internato a sério e aprender com os profissionais experientes todas as referências que eles têm para compartilhar com você. Portanto, estude muito e não deixe essa chance passar. Boa sorte!E aí, curtiu o texto? Então, baixe o app da Medway! Utilizando o app é possível estudar por questões de residência de forma a reforçar o conteúdo aprendido na graduação, uma vez que o app apresenta filtros de temas, dificuldade e outras vantagens!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.