Carregando

Residência no Hospital AC Camargo: história, números e estrutura

Está na hora de pensar sobre sua residência médica? Então é preciso muita atenção e acesso a informações importantes sobre a instituição escolhida! Afinal, é muito importante se preparar para fazer boas provas e garantir a tão sonhada vaga. Mas não se preocupe, estamos aqui para ajudar! E, dessa vez, vamos falar sobre a residência no Hospital AC Camargo.

Ela é uma das mais concorridas do país para fazer Radiologia pelo SUS-SP, por exemplo. É também o local ideal para que você tenha uma experiência profissional e tanto. Estará junto aos melhores médicos oncologistas e cirurgiões e participará de um programa completo em teoria e prática, com disciplinas atualizadas, plantões e estudos de caso. Portanto, nada de perder tempo!

É hora de começar a se preparar para o processo seletivo e descobrir um pouco mais sobre o complexo hospitalar no qual você pode estudar. Vamos lá?

Fachada do Hospital AC Camargo
Fachada do Hospital AC Camargo

História

Antes de falar sobre a residência no Hospital AC Camargo, é importante comentar sobre sua trajetória no tratamento e no combate ao câncer. Inaugurado em 1953, o hospital rapidamente se tornou líder em conhecimento científico sobre oncologia. Hoje, é reconhecido internacionalmente em ensino, pesquisa e tratamento multidisciplinar.

O nome vem do mentor e fundador do Hospital do Câncer, Antônio Cândido de Camargo. Formado em Medicina, ele era o responsável pela cadeira de clínica cirúrgica, a favorita de Antônio Prudente.

Com os conhecimentos repassados e uma proximidade e admiração que durou anos, Prudente inspirou-se em Cândido para prosseguir em estudos mais aprofundados sobre neurocirurgia e tratamentos de tumores de cérebro e medulo. Mais tarde, Prudente ajudou a projetar o hospital, que teve o nome alterado para homenagear Cândido.

Uma história e tanto, não é mesmo? Assim que os atendimentos começaram a acontecer, o Hospital AC Camargo já contava com equipamentos avançados para o diagnóstico de câncer. E oferecia especialidades como radiografia, endoscopia, anatomia patológica e radioterapia. Seu corpo de cirurgiões era renomado e continuou a desenvolver equipes de excelência ao longo do tempo.

A instituição também passou a incentivar uma intensa pesquisa a respeito do câncer, doença que Carmen, médica e esposa de Prudente, também estudava e lutava para combater por meio de campanhas de conscientização que rodavam o Brasil e se destacavam na OMS. Portanto, além da prática da residência, o aluno deste hospital tem todo o respaldo para publicações e o desenvolvimento de pesquisas laboratoriais.

Em sua história, o hospital nunca deixou de afirmar que o paciente vem sempre em primeiro lugar. Por isso, trabalha com foco na ética, no conhecimento, na inovação e, principalmente, na humanidade. Esses eram os princípios de seus fundadores, sempre resgatados até hoje para incentivar a necessidade do diagnóstico precoce e da informação sobre a doença não somente para pacientes, mas para a população como um todo.

O complexo hospitalar

O complexo hospitalar AC Camargo Cancer Center está localizado no bairro da Liberdade, em São Paulo, capital. Porém, conta com outras cinco unidades que abrigam laboratórios, plataformas tecnológicas e assistência em diversas especialidades e ambulatórios na região.

A residência no Hospital AC Camargo, assim como o trabalho de todos os profissionais da instituição, é baseada em um modelo que integra diagnóstico, tratamento, ensino e pesquisa do câncer. Ele é considerado como uma grande evolução no conceito de saúde em oncologia.

Isso porque permite que os médicos continuem a se aprofundar constantemente em temáticas que envolvem a doença. O objetivo principal é gerar inovação e fazer novas descobertas que permitam a cura e a qualidade de vida dos pacientes durante todo o processo.

Para tanto, o paciente é sempre avaliado por um grupo multidisciplinar de especialistas. Esse contato começa no diagnóstico e se mantém até o momento de reabilitação. Todas as terapias aplicadas são pautadas em evidências científicas, muitas delas desenvolvidas no próprio centro privado de pesquisas do hospital.

Há também o total incentivo para que a assistência prestada aos pacientes seja de alta complexidade. Ou seja, ela é integrada, humanizada e direcionada para as necessidades e seguranças do indivíduo. Vale lembrar ainda que o hospital atende tanto pacientes particulares quanto do Sistema Único de Saúde (SUS)

Números e estrutura

O Hospital AC Camargo é uma instituição privada, mas que não tem fins lucrativos. Seus números de atendimentos são altos: somente em 2019, mais de 328 atendimentos ambulatoriais aconteceram, assim como cerca de 26 mil atendimentos emergenciais.

Por ano, acontecem aproximadamente 22 mil cirurgias, 33 mil sessões de quimioterapia, 2,3 mil ciclos de radioterapia e 1,8 milhão de testes e exames de análise clínica. A equipe da instituição é formada por mais de 5 mil profissionais, entre especialistas, enfermeiros, profissionais da saúde e corpo administrativo.

O Hospital AC Camargo ainda é responsável pela formação anual de 80 mestres e doutores, o que garante uma soma de 480 mestres e 320 doutores até hoje. Em relação aos residentes, 1.400 médicos passam por lá. Não é à toa que se trata do maior hospital de ensino em oncologia do Brasil, não é mesmo?

Suas cinco unidades têm um intenso movimento durante as 24 horas de atendimento. Os pacientes vêm de São Paulo e região, mas também de todos os cantos de nosso país. O propósito é o mesmo para cada um deles: combater o câncer de maneira individualizada e com atenção integrada por parte dos médicos.

O hospital ainda conta com acreditações nacionais e internacionais, como o Qmentum International nível diamante, e o ISO 14001, que atestam qualidade e segurança em relação à assistência à saúde, às boas práticas de sustentabilidade, e aos cuidados diretos ao paciente e infraestrutura disponível.

A residência no Hospital AC Camargo

A residência no Hospital AC Camargo é devidamente credenciada pela Comissão Nacional de Residência Médica e pelo MEC. As vagas disponíveis variam a cada edital, assim como os programas de acordo com cada especialidade. As especialidades disponíveis no hospital são as seguintes:

  • Cirurgia de Cabeça e Pescoço;
  • Cirúrgica Oncológica;
  • Citopatologia;
  • Endoscopia;
  • Medicina Intensiva;
  • Medicina Nuclear;
  • Oncologia Clínica;
  • Oncologia Pediátrica;
  • Patologia;
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem;
  • Radiologia Intervencionista e Angiorradiologia;
  • Radioterapia;
  • Transplante de Medula Óssea.

De acordo com o programa, cada residência pode ter duração de um a três anos. As vagas oferecidas variam entre duas e três, o que exige muita preparação para se manter sempre à frente dos concorrentes.

Os programas de residência da instituição contam com carga horária de 60 horas semanais. As atividades são distribuídas entre plantões, atividades teóricas, atividades teórico-práticas e práticas exclusivas dentro do hospital. O curso pede dedicação em tempo integral, então o residente não pode desenvolver outras atividades em paralelo que se distanciam da proposta do programa, somente o que está autorizado dentro dele. 

É muito importante não deixar de conferir se há pré-requisito para a residência desejada. Alguns deles podem exigir residência em Clínica Médica, com a duração de dois anos, Patologia, com a duração de três anos, Radiologia e Diagnóstico por Imagem, com a duração de três anos ou Cirurgia Vascular, com a duração de dois anos.

Assim que o edital é divulgado, o primeiro passo é ler todas as cláusulas para não perder nenhum detalhe ou prazo. Afinal, é preciso conferir as documentações e outros pormenores que tornam o médico apto para se candidatar para uma vaga. Depois, basta realizar o pagamento da inscrição e o envio dos comprovantes solicitados.

O processo seletivo conta com duas fases. Na primeira, é preciso fazer uma prova objetiva de conhecimento. Já a segunda é dividida em duas etapas: a prova teórico-prática e a análise documental do currículo e a entrevista. A entrevista pode ser realizada tanto em grupo, em uma versão mais dinâmica, quanto individualmente, com o gestor responsável.

Assim que o residente inicia sua experiência, começa a participar de plantões, atividades de diagnóstico, atendimento a emergências, avaliação de condutas cirúrgicas, análise de estudos clínicos, entre outras. Ele é acompanhado por um time de preceptores e tutores ao longo dos anos da residência, que orientam procedimentos e realizam reuniões para coordenar cada uma dessas atividades.

A rotina médica é bastante intensa. São muitos pacientes para acompanhar, em diferentes estágios da doença e com necessidades específicas. O que permite que o residente tenha um conhecimento amplo acerca da evolução do câncer, suas formas de cura e também possa entender um pouco mais sobre como o ser humano lida com essa grave enfermidade.

Vale lembrar que o Hospital AC Camargo também oferece algumas vagas de residência médica pelo SUS-SP. Nesse caso é necessário prestar a prova do SUS e participar do leilão de vagas. Saiba mais aqui

Ah! E a capacitação profissional ao longo da residência não para. O Hospital AC Camargo oferece uma série de cursos, seminários e palestras para que você continue a se atualizar e a aprender novas técnicas e procedimentos que contribuam para seus futuros atendimentos, dentro e fora da residência.

E então, curtiu o que viu por aqui? 

Se você está pronto para se jogar nessa experiência e entrar para a residência no Hospital AC Camargo, nada de ficar parado! Agora é hora de se dedicar bastante e começar a se preparar para o processo seletivo, que, como você viu, é bastante exigente. Para isso, você pode acessar a Academia Medway, um espaço com diversos conteúdos gratuitos, como o Guia Estatístico do SUS.

A dica para conquistar de vez a vaga no programa é simples: chega mais e venha fazer parte do curso Intensivo São Paulo. Ele acontece a partir do meio do ano e disponibiliza um conteúdo super completo para todas as provas de residência das principais instituições de São Paulo. Acesse mais informações e inscreva-se agora mesmo!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
MicaelHamra

Micael Hamra

Nascido em 1991, médico desde 2015, formado pela Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA) e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) finalizada em 2018. "Nunca quis seguir o fluxo. Sempre acreditei que existe uma fórmula do sucesso para cada um de nós. Se puder conquistar sua mente, poderá conquistar o mundo."