Carregando

Residência médica na PUC-PR: história, números e estrutura

Escolher qual residência médica fazer não é tarefa fácil. Afinal, para além da especialidade, é preciso saber em qual instituição você dará continuidade aos seus estudos. Por isso, é muito importante pesquisar. Para ajudar você nessa missão, hoje vamos falar da residência médica na PUC-PR: a faculdade, o complexo hospitalar e a residência médica.

Nem é preciso reforçar o quanto ela é renomada, não é mesmo? A PUC-PR foi fundada em 1959 e em 1977 passou a contar com o Hospital Universitário Cajuru em sua estrutura, um grande incentivo para a formação de profissionais de saúde de toda a região. Ela está, inclusive, entre as 74 universidades privadas mais influentes no ramo de pesquisa do Brasil. Incrível, não?

Para completar, ainda é conhecida por seus convênios com universidades no exterior. Ou seja, a instituição ainda está disposta a ampliar o seu leque de oportunidades com experiências marcantes como um intercâmbio.

A Faculdade de Medicina da PUC-PR

A faculdade de Medicina da PUC-PR prepara profissionais com excelência há 60 anos. Conta com um corpo docente altamente qualificado: são quase 250 professores e tutores, todos com muita bagagem no mercado de trabalho, conhecimento e vivências incríveis para compartilhar.

E o que dizer da infraestrutura da universidade? É o que todo estudante de Medicina procura. Os laboratórios de Ciências são adequados para os estudos de Biologia Celular, Histologia, Anatomia, Fisiologia, Bioquímica e muito mais. Para completar, os ambulatórios e o complexo hospitalar próprio, que englobam o Hospital Marcelino Champagnat e o Hospital Universitário Cajuru, são palco dos primeiros estágios e atuações profissionais dos alunos.

Para completar, a universidade ainda conta com o melhor Centro de Simulação Clínica de alta fidelidade do país. Todo o aprendizado dos alunos é adquirido por meio de práticas precoces e humanizadas, para que todas as competências e qualidades pertencentes a um médico sejam devidamente trabalhadas.

Não é à toa que o curso de Medicina da PUC-PR foi eleito o melhor curso do Paraná, de acordo com o ranking universitário Folha 2019. Ela também está no top 4 de melhores faculdades Estadão 2019, e tem notas 4 no ENADE e no MEC. Se a universidade já oferece tudo isso, imagina então o que a residência médica na PUC-PR reserva para você?

O Complexo Hospitalar da PUC-PR

Se você já se imagina curtindo o friozinho de Curitiba, acrescente aí o dia a dia da residência médica na PUC-PR em seus planos. Ela acontece no Hospital Universitário Cajuru e no Hospital e Maternidade Santa Brígida. O primeiro foi inaugurado em 1958. Em 1993, recebeu o título de Hospital de Ensino pelo Ministério da Educação.

Hospital Universitário Cajuru, onde é realizada a residência médica na PUC-PR
Hospital Universitário Cajuru

Desde então, presta serviços em diversas especialidades. É referência em atendimento ao trauma, urgências e emergências cirúrgicas e é o primeiro e maior hospital do pronto-socorro de todo o estado do Paraná.

Suas principais especialidades são a cirurgia geral e do trauma, a cirurgia ortopédica e a neurocirurgia. Portanto, leve essas informações em conta na hora de decidir no que você deseja se especializar por lá e verifique se as referências estão de acordo com as suas expectativas.

Em 2006, o hospital foi credenciado pelo Ministério da Saúde como Unidade de Alta Complexidade para Ortopedia, Traumatologia e Transplante Renal. É recomendado por vários gestores de saúde também para Cirurgia Vascular, além das especialidades neurológicas e neurocirúrgicas. É por lá, inclusive, que várias pesquisas e investigações sobre cirurgias de epilepsia são conduzidas. E são referência a nível nacional e mundial!

Hoje, o Hospital Universitário Cajuru faz parte da área de saúde do Grupo Marista, assim como a PUC-PR. Sua missão é prestar sempre serviços de qualidade para ajudar a preservar o bem-estar da comunidade, além do incentivo ao ensino e à pesquisa.

Já o Hospital e Maternidade Santa Brígida foi inaugurado em 1973 e atualmente é focado em oferecer atendimento humanizado a mulheres e recém-nascidos. A maternidade é responsável pelo maior número de nascimento em relação aos demais hospitais de Curitiba.

Com mais de 6 mil metros quadrados de área construída, esse enorme hospital oferece aos pacientes 31 apartamentos, 47 leitos de enfermaria, 16 leitos de UTI neonatal, além de 6 salas cirúrgicas, 2 salas de recuperação pós-anestésica, 2 suítes para parto adequado e ambulatório com capacidade para 638 consultas por semana. São mais de 80 médicos na equipe que integra a maternidade.

A residência médica na PUC-PR

Antes de continuar a leitura, se você vai prestar a prova de residência médica neste ano e tem medo de que não dê tempo de se preparar, fique sabendo que temos a solução perfeita para acabar com os seus problemas! No entanto, pra que isso aconteça, é preciso fazer tudo direitinho, estudando de forma direcionada para as instituições onde quer ser aprovado. 

Se você vai prestar a prova de residência médica no Paraná este ano, saiba que dá sim para chegar ao fim do ano com chances REAIS de ser aprovado.

Para isso, a Medway fez o Intensivo Paraná! Lá você vai ter aulas focadas nos assuntos que mais caem na AMP e na UFPR, incluindo guias estatísticos completos para direcionar os seus estudos! Ainda tem dúvidas se o curso é pra você? Então inscreva-se para testar o Intensivo Paraná grátis por 7 dias!

Agora, é hora de falar com mais detalhes sobre a residência médica na PUC-PR! Com as informações sobre o Hospital Universitário Cajuru e sobre o Hospital e Maternidade Santa Brígida, você com certeza já consegue ter uma ideia das experiências que terá por lá, certo? Portanto, o momento é de preparo.

O processo seletivo é dividido em duas etapas, segundo edital. A primeira tem uma prova objetiva, com 40 questões direcionadas para especialidades e 20 para especialidades com pré-requisito. Na segunda etapa, os candidatos selecionados precisam fazer mais 20 questões de áreas de acesso direto e 10 questões para áreas de pré-requisito.

Por fim, uma análise curricular é realizada, e tem o valor de 10% de sua nota final. É muito importante ficar de olho no edital do programa de residência para não perder prazos e conseguir colocar seus estudos em ordem. Em geral, ele é divulgado no fim do ano, por volta de outubro. A prova é presencial, na cidade de Curitiba. Na edição de 2020 da prova, foram disponibilizadas 68 vagas em 12 especialidades de acesso direto e em 7 especialidades com pré-requisito.

As especialidades disponibilizadas são as seguintes:

De acesso direto

  • Anestesiologia
  • Cirurgia geral
  • Clínica Médica
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Medicina da Família e Comunidade
  • Medicina de Emergência
  • Neurocirurgia
  • Neurologia
  • Oftalmologia
  • Ortopedia e Traumatologia
  • Otorrinolaringologia
  • Radiologia

Com pré-requisito

  • Cirurgia Plástica
  • Cirurgia Vascular
  • Cirurgia Torácica
  • Coloproctologia
  • Urologia
  • Cirurgia da Mão
  • Medicina Intensiva

E o que esperar da residência médica da PUC-PR? Essa é uma etapa fundamental em sua vida como médico, e essa é uma instituição consolidada, que dará todo o respaldo necessário para que você comece a construir sua vivência. A qualidade do ensino técnico é multidisciplinar e muito bem estruturada. Ou seja, você terá um excelente respaldo para se formar.

E lembre-se: você terá a supervisão dos melhores profissionais da região. Poderá atuar, inicialmente, como assistente e assim conseguirá absorver o máximo de conhecimento prático possível ao participar dos procedimentos e diagnósticos.

Ao finalizar o período de residência, estará totalmente preparado para ingressar diretamente no mercado de trabalho. E terá total confiança e segurança para dar início a um trabalho de muito sucesso junto aos seus pacientes!

Deu para entender um pouco mais sobre a residência médica na PUC-PR e sobre tudo o que a faculdade de Medicina e o complexo hospitalar dessa instituição oferece? Aproveita pra conhecer também sobre as residências em outras unidades da PUC, como PUC-Campinas, PUC-SP Sorocaba e PUC-RS.

E se você vai começar a se preparar para encarar a prova de residência médica, sugiro dar uma olhada no nosso e-book gratuito Os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência para já começar com o pé direito, já vencendo os bloqueios mentais que atrapalham seus estudos e te impedem de ser aprovado na residência médica dos seus sonhos!

Além disso, é claro que não íamos deixar você que está pensando em fazer residência médica em outro lugar do Brasil de mãos abanando! Por isso, aproveite para conhecer Intensivos Estaduais, que vão ser direcionados para quem quer estudar fora de São Paulo. Você já sabe qual é o padrão Medway, certo? Então, se inscreva na nossa lista de espera para ser avisado das novidades! Estamos juntos nessa!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.