Carregando

Saiba quanto ganha um médico do esporte no Brasil

A Medicina Esportiva é uma área em ascensão em nosso país. Com bastante abrangência e possibilidades de atuação, o profissional dessa especialidade trabalha com o objetivo de promover a saúde, a qualidade de vida e a prática esportiva para várias pessoas. Mas você sabe quanto ganha um médico do esporte no Brasil?

Vários fatores devem ser analisados para se chegar a um valor específico. A boa notícia é que o médico do esporte é considerado um profissional essencial não apenas para atletas, mas para idosos e pacientes portadores de diversas doenças. Ou seja, é possível ampliar os ganhos de acordo com seus interesses e a alta demanda do mercado.

Que tal se aprofundar em mais detalhes sobre essa profissão? Continue a leitura e saiba aproximadamente quanto ganha um médico do esporte!

Saiba quanto ganha um médico do esporte no Brasil
Quer saber quanto ganha um médico do esporte? Continue lendo!

Afinal, quanto ganha um médico do esporte?

O médico do esporte é aquele que trabalha sempre com foco na relação entre esporte e saúde. Embora na maioria das vezes ele preste auxílio a atletas, também trabalha com outros pacientes que precisam realizar exercícios físicos durante o tratamento de alguma patologia. Entre suas principais funções estão:

  • prevenir e tratar lesões;
  • prestar orientação na prática esportiva;
  • oferecer suporte médico adequado;
  • desenvolver práticas que permitam a melhoria do desempenho e da performance;
  • maximizar o rendimento de atletas e pacientes;
  • reabilitar e acompanhar todo o processo de recuperação.

É essencial, ainda, ter bons conhecimentos em Ortopedia e Traumatologia, que caminham lado a lado com a Medicina Esportiva. E, muitas vezes, oferecem tratamentos multidisciplinares aos pacientes.

Um trabalho e tanto, não acha? O médico pode se dedicar a todas essas atividades ou se voltar para uma delas em especial. É comum que times de esportes contem com esse profissional em sua equipe, mas ele também trabalha em hospitais e instituições públicas ou privadas. E a junção desses fatores é analisada para se chegar aos rendimentos da área.

Com base nas informações do site Trabalha Brasil, que analisou a média salarial de 122 profissionais da área, é possível ter uma ideia de quanto ganha um médico do esporte em nosso país. Em início de carreira, os valores podem variar de R$3.948,42 a R$6.672,82, a depender do porte do hospital ou clínica em que exerce sua função.

Na medida em que ganha experiência, seus rendimentos podem variar de R$9.639,69 a R$16.291,08. Vale mencionar ainda, que outras oscilações de ganhos podem ocorrer de acordo com as diferentes regiões brasileiras. Por isso, é importante pesquisar bastante sobre quais apresentam maior demanda pela profissão e quais geram mais oportunidades de emprego.

É possível aumentar os rendimentos na especialidade?

Agora que você já sabe quanto ganha um médico do esporte no Brasil, é interessante começar a pensar em maneiras de aumentar os rendimentos na especialidade. Se você deseja seguir por esse caminho, saiba que há diversas formas de ter um salário cada vez maior.

A começar pelo modo que você escolhe trabalhar: pode ser na rede pública ou particular, em clubes esportivos de pequeno, médio ou grande porte, em clínicas ou até mesmo à frente de seu próprio consultório. Cada uma dessas possibilidades exige um investimento diferente, tanto de tempo, quanto de estudos e até mesmo de dinheiro.

É muito comum que os médicos do esporte se dediquem a uma ou mais modalidades entre essas. E, na medida em que fica mais experiente, se torna também mais seletivo, até que consegue trabalhar somente com o que mais gosta, e, consequentemente, com o que rende mais.

Essa é uma especialidade que conta com alta demanda. Em nosso país, temos muitos esportistas e atletas que precisam de orientação. E o tratamento da Medicina Esportiva em conjunto com outras especialidades médicas também tem mostrado ótimos resultados. Por isso, não para de se desenvolver.

Sendo assim, é fundamental que você continue a estudar e a se especializar. Um médico do esporte que tem conhecimentos atualizados, está por dentro das últimas novidades tecnológicas, participa de eventos e cursos constantemente e se interessa em evoluir a cada dia tem mais chances de conquistar pacientes. E quanto mais atendimentos, maior o salário.

Qual é o impacto da residência nos ganhos do profissional?

Uma das principais formas de se especializar e ganhar prática na Medicina Esportiva é a residência médica. Ela tem a duração de três anos e é de acesso direto, ou seja, não exige pré-requisito para ingressar.

A Medicina Esportiva, inclusive, é uma das poucas especializações que contam com menos de 1.000 médicos registrados no país. O que mostra como o mercado ainda está em crescimento e como essa pode ser uma excelente oportunidade para você ter uma carreira de sucesso: alta demanda e poucos profissionais para atendê-la.

Um médico com residência tende a ter um currículo mais completo e uma excelente carga de experiência prática. Tudo isso acarreta um impacto significativo nos ganhos do profissional, afinal, ele pode começar com uma média salarial um pouco mais alta.

E além de fazer a diferença em quanto ganha um médico do esporte, a residência é uma forma de ficar sempre atento a boas oportunidades de mercado. Conforme você convive com colegas e preceptores, cria uma rede de contatos sólida. Também terá a oportunidade de assistir a aulas com professores renomados e trabalhar em grandes hospitais.

Além de participar de eventos e congressos. Dessa maneira, pode receber a indicação de trabalho, se informar sobre processos seletivos de seu interesse entre outras informações e indicações que permitam que você já inicie a carreira com o pé direito.

É isso!

E então, gostou de saber um pouco mais sobre quanto ganha um médico do esporte no Brasil? Se você pensa em se dedicar a essa especialidade e aumentar seus rendimentos, é hora de começar a se preparar para os estudos e mergulhar de vez na residência médica: você sabe que esse é um processo concorrido que exige o seu melhor, não é mesmo? Venha com a gente para o Intensivo SP! A partir dele, você pode dar um gás final na jornada de estudos e fazer a sua prova de residência bem preparado, com foco total na instituição dos seus sonhos. Que tal?

E, caso esteja procurando mais opções de carreira, conheça nosso artigo sobre endocrinologia esportiva!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.