Carregando

Live dos Aprovados: um papo sobre a segunda residência médica

Hoje a gente vem te dar uma dica. Pra quem não sabe, toda semana no Instagram da Medway rola a Live dos Aprovados. Nela, um dos nossos ex-alunos vem contar um pouco da sua história rumo à residência médica dos sonhos. E pra melhorar, quem tá sempre comandando esse papo é a Joana Rezende, médica e professora aqui da Medway. 

No dia 22 de março, um sábado, a Joana Rezende, que é Pediatra e uma das professoras da Medway, conversou com a Alyne Freiberg, que depois de concluir a residência em Dermatologia e atuar por anos na área percebeu que, na verdade, queria mesmo era a Pediatria — e foi assim que ela voltou a ser R1, no Hospital Albert Einstein. 

Tudo pra ser uma história boa, não é não? E quer saber o melhor? A trajetória da Jô também foi muito parecida! É claro que com essa sintonia toda o papo ia render. Então acompanha com a gente um pouquinho do que elas falaram! 

Ah, e não vai esquecer de seguir a Medway no Instagram para não perder nenhuma das próximas lives, fechou?

A primeira especialização

Você já deve ter se perguntado um milhão de vezes: “será que eu fiz a escolha certa para a minha especialização?”. A gente sabe que não é fácil tomar uma decisão tão importante assim, que vai afetar nossa vida e nossa carreira profissional. Mas olha, você não precisa ficar tão pressionado, viu? A real é que a residência dos nossos sonhos nem sempre vai ser a primeira opção — e tudo bem com isso.

Muitas vezes, só a experiência e as vivências na área vão te mostrar se aquilo é realmente o que você quer fazer. E nem por isso a sua primeira escolha vai ter sido à toa. A Alyne, por exemplo, se formou lá em 2015 e logo depois já entrou para a residência em dermato. Olha só o que ela contou sobre essa primeira decisão:

“Desde que eu entrei na faculdade eu abri minha cabeça pra dermato, então eu me dediquei pra isso durante a faculdade e, por um lado, eu fechei a cabeça pra outras escolhas durante a minha formação. Então, olhando hoje para trás, se eu pudesse falar pras pessoas, eu falaria pra abrir a cabeça, principalmente durante o internato. É o lugar que você vai ter que passar por tudo, as vezes você vai passar só naquele momento, mas se você passar com intensidade, faz toda a diferença”.

Mudando de direção

Foram 4 anos na área de Dermatologia que a Alyne diz terem sido muito enriquecedores. Ela acabou indo para fora do país apresentar trabalhos científicos e até fez um estágio fora do Brasil. Foi só em 2020 que ela decidiu que gostaria de mudar para a Pediatria. Olha só o que ela contou pra Jô sobre a decisão:

“No Covid eu fui transferida para uma área clínica. Eu fiquei esse tempo na Dermato e atuando no hospital da Força Aérea, então eu fui direcionada para atender o Covid. E nesse momento, eu falei: ‘poxa vida, que saudades que eu tava de tudo isso’”.

E foi nessa que tudo mudou! A Alyne contou que foi trabalhar em uma UBS, no Programa Saúde da Família (PSF). Lá, ela pegou gosto pela clínica de novo e não teve jeito. Mas ficou a dúvida: qual a segunda residência médica a seguir, então?

“Na UBS, eu via que eu gostava da área clínica. Certamente eu era muito mais da clínica do que das áreas mais cirúrgicas. E lá eu fiquei muito entre Medicina de Família e Pediatria. Assim, elas conversam demais, mas eu acho que na Pediatria a gente consegue dar um passo além, a gente consegue se aprofundar mais, tocar nos mesmos assuntos, mas ir um pouco além”.

Bom, mas depois de tomar todas as decisões e finalmente escolher o seu caminho, o que fica faltando? O mais importante: passar na segunda residência médica! E não vai achando que só porque você saiu da faculdade já faz algum tempo que não tem mais jeito, não. Com organização, metodologia e estratégia nos estudos, uma hora vai dar certo! Continua com a gente que você vai ver como foi para a Alyne!

Chegou a hora! Voltando a estudar para a residência a segunda residência médica

Que dá pra chegar na segunda residência médica nós já falamos. Mas ninguém disse como.  É claro que, com trabalho e estudos, cada tempinho é precioso. E foi justamente  nessa hora que o caminho da Alyne cruzou com o nosso aqui da Medway. Por meio de algumas amigas, ela acabou conhecendo a Mentoria.

“Eu achei uma proposta interessante. Como eu estava no começo dessa nova jornada, eu falei: ‘eu preciso me organizar’[…] Eu decidi que ia mudar de área em março, aí em torno de março para abril eu peguei a Mentoria”.

Com os mecanismos de organização que a Mentoria Medway propunha, a Alyne conseguiu conciliar os estudos e o trabalho na rotina. No fim, foi aprovada não só em uma, mas duas instituições! 

Essa é uma história que pode — e deve — te inspirar na sua trajetória. A gente sabe que às vezes parece que já tá tarde demais para começar a estudar, mas não é bem assim. Inclusive, esse foi um dos recados finais da nossa entrevistada. Olha só o papo reto que a Alyne mandou: 

“Se organizem, porque eu acho que ainda temos tempo. Todo tempo que você tiver, é tempo de estudar. Abaixar a cabeça e ficar: ‘Oh céus, oh vida’, só vai deixar outras pessoas passando na sua frente”.

Que tal se preparar também?

E aí, gostou do papo? E olha que isso nem foi tudo, em! A Jô e a Alyne ainda conversaram muito mais sobre estudos, provas teóricas e decisões de carreira. Para ver tudo isso, é só entrar no nosso Instagram e, é claro, seguir a gente para acompanhar as próximas lives.

E se você está começando a estudar para as provas de residência médica, vou te dar uma dica pra começar com o pé direito: Dá uma olhada no nosso e-book gratuito Os 15 bloqueios que te impedem de ser aprovado na residência, que aborda os principais bloqueios mentais que atrapalham seus estudos.

Mas, só por aqui já deu pra perceber que é possível chegar na residência dos sonhos, não é? E a Medway te ajuda a dar esse gás nos estudos para chegar preparado nas provas de residência. Com a Medway Mentoria, você aprende técnicas de estudo e metodologias de planejamento e organização que vão otimizar seu tempo e potencializar seus resultados. Além disso, você também pode se inscrever para o Intensivo São Paulo, nosso curso que oferece aulas direcionadas para as provas teóricas das principais residências do estado

E aí, bora pra cima?!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.