Carregando

O que é hematologia pediátrica: saiba tudo sobre essa subespecialidade

Fala, galera! Olha só: pra começar nossa conversa, é preciso que você tenha em mente que a carreira médica é exigente em qualquer área! Isso quer dizer que a preparação para a residência médica e suas provas, ou seja, praticamente tudo que for do campo da Medicina, vai demandar estudo e dedicação. Afinal de contas, poucas profissões no mundo lidam com a vida e saúde humana com tamanha intensidade! Não é diferente com a Hematologia Pediátrica

Isso porque a hematologia pediátrica é do campo da medicina pediátrica – que foca essencialmente nos pacientes com idade entre 0 a 18 anos – que vai tratar de todo tipo de condição que afeta o sangue, como por exemplo a anemia, a hemofilia, os transtornos de coagulação, a doença de gaucher e a síndrome hemolítico-urêmica. Além disso, essa área é responsável também por todo o trabalho de prevenção, diagnóstico e tratamento das enfermidades que possam afetar o sangue, a medula e os gânglios linfáticos de crianças e adolescentes. 

A residência médica em Hematologia Pediátrica

Pra atuar nessa área, o profissional precisa fazer os 3 anos de residência médica em Pediatria primeiro. É isso mesmo! A jornada até a Hematologia Pediátrica pode ser um pouco longa, mas certamente valerá a pena! Isso porque o pediatra é o médico que vai cuidar de todo e qualquer processo, inicial ou não, tanto de diagnóstico quanto de condutas, que envolvam a saúde de bebês, crianças e adolescentes, buscando a melhor forma de tratar o pequeno paciente e orientar seus responsáveis.

Ele é o generalista, é como se fosse um “clínico médico infantil”, que pode acompanhar desde bem pequenino o desenvolvimento da criança. Mas não é moleza não! A Pediatria está entre as residências médicas mais buscadas pelos médicos recém-formados, porque é uma especialidade de acesso direto, ou seja, é necessário apenas que o candidato tenha concluído a graduação em medicina para ingressar. 

Passada toda essa etapa, aí sim, depois de todo esse conhecimento adquirido, você vai poder partir pra fazer a residência em Hematologia e Hemoterapia Pediátrica. E vai trabalhar com diagnósticos e os mais variados exames para descobrir de maneira rápida e eficiente a condição sofrida pelo paciente. Umas das atuações mais sensíveis desse médico é juntamente com especialistas de outras áreas, como por exemplo a Oncologia, tratando de doenças como a leucemia e transplantes de medula óssea.

Tá a fim de conhecer um pouco mais sobre a residência médica em Pediatria? Então corre aqui e saiba tudo sobre essa especialidade. E fique por dentro também dos muitos outros caminhos que você pode seguir além da Hematologia Pediátrica. Sabia que há várias as opções de subespecialidades ligadas a Hematologia Pediátrica, como:

  • Oncologia Pediátrica;
  • Cirurgia Pediátrica;
  • Cardiologia Pediátrica;
  • Endocrinologia Pediátrica;
  • Pneumologia Pediátrica;
  • Neurologia Pediátrica;
  • Gastroenterologia Pediátrica;
  • Infectologia Pediátrica;
  • Medicina Intensiva Pediátrica;
  • Nefrologia Pediátrica;
  • Nutrologia Pediátrica;
  • UTI Pediátrica;
  • Neonatologia;
  • Hebiatria.

Agora, voltando pra nossa conversa, durante a sua residência médica, o aspirante a especialista em Hematologia Pediátrica vai estudar bastante e ao longo dos estágios, vai pegar mão pra tratar com segurança das principais doenças hematológicas: leucemia, linfoma, mieloma entre outros. Durante o treinamento em serviço, o residente também vai ter a oportunidade de conhecer e aprender a manipular quimioterápicos e a analisar seus riscos ou efeitos colaterais, além de compreender todo o serviço de medicina transfusional para poder emitir laudos e executar procedimentos sem qualquer dúvida. 

A rotina e o mercado de trabalho do hematologista pediátrico

Todo residente quer saber mesmo é se depois de tanto tempo de estudos e dedicação, como vai ser cair no mundo lá fora, né? Afinal de contas, a vida é assim, né? Estudar e pagar boletos! 

O mercado de trabalho para esse profissional exige boa formação e habilidades analíticas e interpessoais, já que a atenção deve ser redobrada ao usar microscópios óticos e demais equipamentos tecnológicos que auxiliam no diagnóstico de seus pacientes e a convivência com equipe multifuncional será uma constante. Esse é um campo da medicina ainda pouco propagado entre aqueles que estão na busca por uma ampliação da sua atividade profissional. 

Mas é bom que você saiba que a Hematologia, apesar de pouco propagada, está em amplo crescimento, muito por conta da expansão dos hospitais e clínicas especializadas, do aumento do número de transplantes de medula óssea e neoplasias. São nesses lugares que o Hematologista vai trabalhar, prestando assistência ao público pediátrico: consultórios, clínicas infantis, CTMO (centros especializados em Transplantes de medula óssea) e também como supervisor de laboratórios e bancos de sangue

Há quem ainda escolha atuar em outras áreas, fugindo um pouco dos espaços tradicionais de atuação dessa especialidade, como a educação, por exemplo. Aí vai poder lecionar em universidades e cursos de formação na área da saúde. Os rendimentos podem ser bastantes variáveis a depender não apenas do local de atual ou do âmbito — seja público ou privado — mas também da região do país: grandes centros urbanos abarcam a maioria dos centros especializados e a remuneração tende a ser maior.

A gente não pode se esquecer que o médico especialista em Hematologia Pediátrica também pode seguir a carreira militar ou trabalhar em áreas administrativas, seja desenvolvendo ações e efetuando palestras ou criando programas de saúde pública.

Agora, vou te falar, se esse é mesmo o seu sonho de vida, é imprescindível que você tenha em mente que todo começo pode ser difícil. Muitas vezes os plantões são necessários não apenas pelos rendimentos mas também para que uma boa reputação seja construída no hospital. E é claro, para que o seu conhecimento seja cada vez mais desenvolvido em sua plenitude. 

Mas pra você ter uma ideia, um Médico Hematologista ganha em média R$5.179,31 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 24 horas semanais de acordo com pesquisa do site salario.com.br. Já dá pra começar a carreira e encher o cofrinho! Está pensando em alçar voos mais altos? A gente também fala sobre o salário em carreira internacional aqui neste artigo sobre quanto ganha um médico nos Estados Unidos.

Curtiu conhecer mais sobre a especialidade da Hematologia Pediátrica?

Já está pronto para as provas de residência em Hematologia Pediátrica? Ou, depois desse artigo, o que você quer mesmo é a residência médica em Pediatria e pensar depois em outras especializações? Em ambos os casos, saiba que ainda dá tempo de se preparar e realizar seu maior sonho.

E como está sua preparação para as provas de residência? Dá mole não! Você já pode começar a estudar agora! Acesse a Academia Medway! São centenas de conteúdos 100% gratuitos pra você saber tudo sobre como brilhar nas provas práticas de residência médica, e-books e muito mais! Dá só uma olhada no Guia Estatístico da Unifesp.

Esse é pra você que está de olho em uma das vagas pra residência médica! Vem aprender com a gente e bora conquistar a vaga na residência médica dos seus sonhos com o Intensivo São Paulo, nosso curso que rola a partir do meio do ano com foco total nas instituições paulistas de residência médica! Conheça para treinar conforme seu objetivo e bora pra cima!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.