Carregando

Residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus pelo SUS-SP

Se você pensa em ter experiência médica na saúde pública, pode considerar fazer residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus pelo SUS-SP. Com sede localizada no interior do estado de São Paulo, o hospital é referência para os habitantes do município e região.

Com uma ampla rede de atendimento que conta com mais de 550 leitos de UTIs, enfermaria, ambulatório e pronto-socorro, a instituição conta com uma grande estrutura que além da gestão hospitalar, também se volta para outras obras sociais. Sendo assim, o residente tem a oportunidade de realmente estar em contato com o público e vivenciar a realidade de muitas famílias.

Ficou curioso sobre o que mais essa experiência tem a oferecer? Continue a leitura para descobrir mais sobre a residência, o hospital e o processo seletivo do SUS-SP!

História

Antes de falar sobre a residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, vale a pena descobrir um pouco mais sobre a história da instituição. Ela começou a partir do sonho de Nélio Joel Angeli Belotti, que, impulsionado pela história de São Francisco de Assis, decidiu se tornar padre e seguir os princípios santos de acolhimento e tratamento aos doentes.

Com o passar do tempo, cuidou de pacientes de hanseníase e dependentes químicos. Adotou o nome de Frei Francisco e recebeu muito apoio da comunidade, até que um terreno de três alqueires foi doado e ele decidiu iniciar o trabalho de construção da infraestrutura do hospital. A inauguração aconteceu em julho de 1986.

Inicialmente, contava com o trabalho de voluntários. Além da parte prática voltada para a saúde, a espiritualização também era incentivada para uma plena recuperação dos primeiros grupos de pacientes atendidos. A equipe técnica contava com médicos e psicólogos, que orientavam também as famílias dos pacientes.

Em 1988, com a disseminação do HIV, Frei Francisco percebeu a necessidade de atenção a esses pacientes e decidiu ampliar as dependências do hospital. Ele conseguiu um convênio com a Secretaria de Estado e com o Ministério da Saúde. O hospital principal foi erguido em Jaci, São Paulo, mas existem outras unidades de ambulatórios espalhadas por outros locais do estado.

Números e estrutura

Quando você faz residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, passa por algumas das principais estruturas da rede para complementar suas vivências na Medicina. O centro hospitalar é composto no total por:

  • ambulatório cirúrgico;
  • ambulatórios de saúde;
  • ambulatórios para tratamento de álcool/drogas;
  • centros de triagem;
  • comunidades terapêuticas;
  • hospitais específicos e gerais.

Além disso, a instituição ainda conta com centros de evangelização, sedes de obras assistenciais, centros dedicados à saúde fluvial e saúde mental e projetos de transparência da saúde. Os profissionais e voluntários ainda podem se envolver em missões no Haiti para ajudar e cuidar dos mais necessitados.

São mais de 20 mil pessoas atendidas por dia, por cerca de 15 mil colaboradores diretos e indiretos. Os empreendimentos da associação, além de São Paulo, também se espalham por Goiás, Paraná, Pará, Ceará e Rio de Janeiro. Por causa disso, a associação é referência no Brasil pelo grande conhecimento em gestão hospitalar.

Todo o trabalho é pautado no atendimento humanizado. A prioridade é sempre pacientes encaminhados pelo Sistema Único de Saúde, o SUS.

Residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus

A residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus é considerada um pouco puxada. O número de residentes não é grande, o que acarreta mais responsabilidades para quem está na ativa.

O pronto-socorro é considerado um ponto forte no hospital: chegam muitos casos de urgência e emergência, o que proporciona uma prática e um aprendizado bem intensos para os estudantes, que são acompanhados de perto por seus tutores. São cerca de 2 plantões por semana, algo que também garante um pouco mais de peso para essa experiência.

A vivência do residente começa na enfermaria e no ambulatório, e passa por áreas como Hematologia, Pneumologia, Oncologia, Cardiologia, entre outros. Há também um tempo considerável dedico à enfermaria de Clínica Médica. Também é preciso prestar atendimento aos pacientes internados nos ambulatórios.

Em especialidades cirúrgicas, há bastante discussão de casos e avaliações. Os residentes também ganham uma bolsa para se manter durante o período de trabalho, que dura de 2 a 3 anos para cada especialidade. As especialidades disponíveis e a quantidade de vagas oferecidas são as seguintes:

  • Clínica Médica (2 vagas);
  • Cirurgia Básica (7 vagas);
  • Cirurgia Geral (1 vaga);
  • Ortopedia e Traumatologia (3 vagas);
  • Otorrinolaringologia (2 vagas);
  • Psiquiatria (4 vagas);
  • Dermatologia (2 vagas);
  • Cirurgia Plástica (1 vaga);
  • Neonatologia (1 vaga);
  • Medicina Intensiva Pediátrica (1 vaga);
  • Endoscopia (2 vagas).

Deu para perceber que a concorrência é bem acirrada, não é mesmo? Por isso, é muito importante ficar de olho em todos os detalhes do processo seletivo do SUS-SP, que é um pouco diferente das etapas usuais para entrar na residência médica em outras instituições. Assim como nos leilões de vagas, para abocanhar logo aquela que você tanto deseja estudar.

O processo seletivo do SUS-SP

E por falar nisso, para entrar na residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, o que é preciso fazer no processo seletivo do SUS-SP? Como a perspectiva muda um pouco na rede pública, é essencial que você conheça o passo a passo da prova para se dar bem e conseguir essa experiência tão desejada. Confira!

Como é a prova

Como toda prova de residência médica, você precisa ler atentamente cada cláusula do edital. Assim, ficará por dentro de datas e horários e demais exigências que precisarão ser cumpridas no próprio dia da prova. O processo seletivo engloba 50 instituições vinculadas ao SUS-SP, que também são listadas por lá, assim como as especialidades disponíveis.

Saiba mais sobre a residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus
Saiba mais sobre como funciona a prova do SUS-SP

A prova do SUS-SP consiste em uma única etapa teórica, com 100 questões de múltipla escolha. Ela costuma ser uma das últimas provas a acontecer no calendário de provas de residência médica, geralmente no mês de dezembro. Há também mais de um local de prova, já que são muitos candidatos e muitas instituições oferecidas.

Em geral, acontece na parte da manhã de um domingo, com a duração de 4 horas e tempo mínimo de permanência de 3 horas. Há quem considere a prova rápida, mas não pense que ela é fácil. Suas questões são muito bem formuladas, então é preciso ler e interpretar com atenção. Por outro lado, como são bastante direcionadas, não existe muita margem para dúvidas, ou você sabe ou você não sabe.

Os temas são relativamente previsíveis. Embora em grande número, é importante dar uma olhadinha em versões de outros anos para conferir o tipo de questão e os temas mais abordados, entre eles, os queridinhos eletro e distúrbios eletrolíticos, em Clínica Médica, e vacinação, em Pediatria.

Concorrência por especialidade em 2021

E em relação às especialidades mais concorridas no SUS-SP, quais são elas? A Oftalmologia e a Otorrinolaringologia saem na frente, com mais de 20 candidatos por vaga. Em relação às especialidades da residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, a mais concorrida é a Cirurgia Geral, com 26 candidatos por vaga. A lista completa fica assim:

  • Anestesiologia: 11,9
  • Cirurgia Básica: 8
  • Cirurgia Cardiovascular: 15,3
  • Cirurgia Geral: 26
  • Clínica Médica: 9,3
  • Dermatologia: 29
  • Infectologia: 7,7
  • Medicina de Emergência: 2,9
  • Medicina de Família e Comunidade: 2,9
  • Medicina Nuclear: 1,6
  • Neurocirurgia: 40,7
  • Neurologia: 20,4
  • Obstetrícia e Ginecologia: 9,3
  • Oftalmologia: 21,4
  • Ortopedia e Traumatologia: 4,9
  • Patologia: 5,2
  • Pediatria: 6,2
  • Psiquiatria: 17,4
  • Radiologia: 7,4
  • Radioterapia: 2,4

Leilão de vagas do SUS

Para escolher a instituição em que você deseja fazer residência pelo SUS-SP, é preciso participar de um leilão. Quanto maior a sua nota final, mais opções você terá, já que a escolha depende da classificação dos candidatos de acordo com a especialidade.

Antes que o leilão aconteça, a nota de corte é divulgada para cada especialidade. Todas as pessoas listadas que têm interesse nas vagas disponíveis estão aptas a participar do leilão. Novamente, vale lembrar que quem tem a melhor classificação escolhe primeiro, certo?

A partir disso, o candidato faz sua escolha. Existem alguns grupos em aplicativos de mensagens que servem para divulgar o ranking de classificação, opções, vagas destinadas para quem vai seguir no Exército e assim por diante. É bom acompanhar tudo de perto para não perder sua chance!

Então, é isso aí! Agora você já está por dentro de todo o processo seletivo do SUS-SP e pode começar a se preparar para concorrer a uma vaga para a residência médica na Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus. É fundamental ter muito foco nos estudos e acompanhar de perto a concorrência e as notas de corte, combinado?

Para te dar um empurrãozinho em toda essa jornada, que tal contar com a gente? Você pode acessar nosso Guia Estatístico do SUS-SP assim como o Guia Definitivo do SUS-SP para mais dicas que ajudarão você a passar na prova. Além disso, vale também entrar para a Academia Medway e usar e abusar de nossos materiais gratuitos.Por fim, pode ser interessante também garantir um lugar no nosso Intensivo Medway. Por lá, todo o conteúdo é direcionado para as provas de São Paulo. Ele funciona a partir do meio do ano e tem um conteúdo supercompleto. Esperamos por você!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
AlexandreRemor

Alexandre Remor

Nascido em 1991, em Florianópolis, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP) e Residência em Administração em Saúde no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Fanático por novos aprendizados, empreendedorismo e administração.