Carregando

Residência no Hospital Santa Marcelina pelo SUS-SP

Quer se aperfeiçoar em um hospital super renomado, e que te dá oportunidades de contato com os mais diversos casos? A residência no Hospital Santa Marcelina pelo SUS-SP pode ser uma boa pedida. É uma instituição de forte tradição, mas de concorrência bastante acirrada. Mas podemos garantir que vale a pena o esforço para garantir uma vaga.

Fica aqui com a gente que explicamos mais sobre o hospital e o processo seletivo.

Um pouquinho da história do Hospital Santa Marcelina

O Hospital Santa Marcelina foi fundado em 1961, a partir da ideia da superiora Sophia Marchetti, que fazia parte da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina.

Tinha como principal objetivo prestar atendimento de saúde para os moradores de Itaquera, que sofriam muito com problemas de infraestrutura.

Desde então, a instituição cresceu e passou por processos de modernização e de capacitação de funcionários. Além disso, fechou parcerias governamentais e não governamentais para a prestação de serviços. Atualmente, o Santa Marcelina é referência na Zona Leste de São Paulo e oferece atendimento a convênios, particulares e SUS.

Números e estrutura

A estrutura do hospital pode ser comparada a dos melhores centros médicos do Brasil, com mais de 700 leitos para atendimento, sendo 111 reservados para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). São mais de 4 mil funcionários e cerca de mil médicos atuando na casa.

Com equipamentos de última geração e mais de 60 especialidades disponíveis, o Santa Marcelina oferece serviços que vão do banco de sangue até transplante de medula óssea e de rim.

Mas e aí, tem residência no Hospital Santa Marcelina?

Com 40 programas de Residência Médica e Especialização, as vagas oferecidas são oferecidas pelo Hospital Santa Marcelina, pela Secretaria de Saúde de São Paulo e pelo Ministério da Saúde.

Segundo anexo publicado no edital do concurso realizado pela Vunesp de seleção de residentes para o ano de 2021, a oferta de vagas seguiu a tabela abaixo:

Clínica Médica28
Área Cirúrgica Básica8
Cirurgia Geral4
Pediatria14
Obstetrícia e Ginecologia12
Medicina da Família e Comunidade20
Infectologia3
Radiologia e Diagnóstico por Imagem7
Anestesiologia10
Ortopedia e Traumatologia6
Neurocirurgia2
Otorrinolaringologia4
Psiquiatria3
Radioterapia2
Neurologia8
Medicina de Emergência2
Cardiologia4
Endocrinologia / Metabologia3
Nefrologia7
Hematologia / Hemoterapia4
Cancerologia Clínica4
Geriatria2
Pneumologia2
Cirurgia Pediátrica1
Cirurgia Plástica3
Coloproctologia2
Cirurgia Vascular5
Urologia3
Cirurgia do Aparelho Digestivo2
Medicina Intensiva4
Cancerologia Pediátrica3
Neonatologia2
Medicina Intensiva Pediátrica1
Mastologia2
Cirurgia Cabeça e Pescoço2

Como é o processo seletivo do SUS-SP?

Um dos maiores processos seletivos de residência do Brasil é realizado pelo SUS, em São Paulo. São mais de 50 instituições participantes, com o Santa Marcelina entre elas

Mas vale fazer uma ressalva aqui: passar na prova não significa que a sua vaga neste hospital está garantida. Na verdade, você pode escolher apenas a especialidade que vai cursar. Depois, acontece uma espécie de leilão, no qual apenas um número de candidatos pode escolher onde vai atuar, de acordo com a classificação obtida.

Como é a prova

A avaliação acontece em fase única, com uma prova objetiva de 100 questões de múltipla escolha. É super importante você ficar esperto nas publicações sobre a avaliação, já que os locais das provas não vêm no edital do concurso. A divulgação dessas informações, juntamente com o horário da prova, sai no edital de convocação publicado posteriormente no Diário Oficial e no site da Vunesp.

Concorrência por especialidade em 2021

Com base no número de candidatos e nas vagas disponíveis para 2021, podemos perceber uma queda na concorrência para metade das especialidades, enquanto a outra metade teve mais alunos disputando uma posição.

Oftalmologia foi uma que caiu na preferência dos profissionais, registrando 21,4 candidatos por vaga, contra 30,5 no ano anterior. Já para Cirurgia Geral, houve um aumento na procura ― passou de 14,7 para 26 candidatos por vaga. Concorrência acirradíssima!

Neste link, você tem acesso a uma tabela completa com os números de profissionais disputando por uma residência do SUS-SP.

Leilão de vagas

Bem, já contamos aqui que você não escolhe o hospital no qual vai trabalhar certo? A não ser que você esteja no grupo seleto que conseguiu passar entre os melhores classificados.

Vamos explicar melhor então como funciona: a cada ano, é divulgada uma classificação de corte para cada especialidade. Todos os que conseguirem passar na prova em posições acima desse corte podem participar do leilão, sendo que os mais bem colocados escolhem primeiro.

Ou seja, se você quer realmente fazer a residência no Santa Marcelina, precisa se preparar (e muito!) não só para passar na prova, mas para ficar entre os primeiros e ter a chance de participar do leilão. Ah, e vale lembrar que a presença física no leilão é fundamental, certo? Olha só as especialidades mais disputadas do Santa Marcelina:

E aí, tá pronto pro desafio?

Em uma prova disputadíssima como essa, todo preparo é pouco. Por isso, é importante contar com todos os recursos disponíveis para conseguir estudar com foco e de maneira produtiva. Essa é a única maneira de conseguir uma vaga de residência no Hospital Santa Marcelina pelo SUS-SP.

Aqui na Medway, nós oferecemos o Extensivo-SP, um curso que ao longo de 1 ou 2 anos te deixa super afiado para as provas. Só em 2021 em São Paulo, 661 dos nossos alunos foram aprovados.

Já se cadastra pra lista de espera e não deixa essa oportunidade passar! E pra quem quer fazer uma tentativa a curto prazo, vale a pena entrar no Intensivo

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
MicaelHamra

Micael Hamra

Nascido em 1991, médico desde 2015, formado pela Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA) e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) finalizada em 2018. "Nunca quis seguir o fluxo. Sempre acreditei que existe uma fórmula do sucesso para cada um de nós. Se puder conquistar sua mente, poderá conquistar o mundo."